Socialização escolar: vivências juvenis no contexto da escola do ensino médio

  • Zizelda Lima Fernandes
  • Dirce Djanira Pacheco e Zan

Resumo

Este artigo se desdobra de uma tese de doutoramento intitulada "Jovens estudantes da escola de ensino médio: modos de ser e de viver a escola". O objetivo foi compreender as relações que os jovens constroem com a escola, considerando: o território de residência e a condição de gênero; as relações estabelecidas com a família e o trabalho e, sobretudo, as sociabilidades por eles praticadas no contexto escolar nas redes interativas. Procurou-se desenvolver um estudo fundamentado nos preceitos de uma metodologia qualitativa. Para tal, utilizou-se de fontes documentais (pesquisa bibliográfica e declaratória, ata de resultados finais, projeto político-pedagógico) e de fontes não documentais (observações diretas no campo, que constaram de: diário de campo, conversas com professores e gestores, aplicação de questionários e entrevistas semiestruturadas). De modo geral, foi possível compreender que a escola de ensino médio se apresenta frágil no seu papel de socialização. O encontro dos jovens com a escola se dá, muitas vezes, de forma tensa e conflitiva. Os resultados da pesquisa reafirmam a necessidade de a escola de ensino médio se (re) construir com base em um projeto que valorize a experiência da sociabilidade juvenil na dimensão educativa.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Como Citar
FERNANDES, Zizelda Lima; PACHECO E ZAN, Dirce Djanira. Socialização escolar: vivências juvenis no contexto da escola do ensino médio. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências, [S.l.], v. 5, n. 1 e 2, p. 201-227, out. 2017. ISSN 2316-1205. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/1501>. Acesso em: 06 jul. 2020.
Seção
Artigos de Fluxo Contínuo