Anísio Teixeira: premissas de um estado técnico-científico para a educação

  • Wilson da Silva Santos

Resumo

Este artigo analisa, dentro de seus limites, o legado de Anísio Teixeira para a educação brasileira em sua tentativa de reformar a educação pública sob a ótica da técnica científica. Ele enseja um projeto de sociedade, cujo ponto fulcral é a sustentação do Estado liberal, com base na concepção de que a modernização e a industrialização dependem da instrução pública e que esta forma-se nas práticas científicas. Os possíveis resultados que este estudo chegou traduzem o papel no qual Anísio Teixeira, seja como formulador teórico, seja como intelectual orgânico na burocracia pública, foi, tudo indica, o de fortalecer o Estado, a sociedade política, em detrimento da sociedade civil. E mais, um Estado imbuído de técnica científica. Devido à extensão de sua produção e à diversidade de questões e temas tratados por Anísio Teixeira, foi preciso delimitar questões científicas, políticas e educacionais em artigos, cartas, boletins, minutas de documento e palestras publicados do período compreendido entre 1927 e 1972. Este material produzido pelo pensador baiano encontra-se disponível no CPDOC, da Fundação Getúlio Vargas – FGV, no Rio de Janeiro.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Como Citar
SANTOS, Wilson da Silva. Anísio Teixeira: premissas de um estado técnico-científico para a educação. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências, [S.l.], v. 5, n. 1 e 2, p. 263-286, out. 2017. ISSN 2316-1205. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/1504>. Acesso em: 06 jul. 2020.
Seção
Artigos de Fluxo Contínuo