O produtivismo acadêmico como expressão da precarização do trabalho docente

  • Fábio Mansano de Mello
  • Ana Elizabeth Santos Alves

Resumo

O presente artigo tem por escopo apontar os limites da qualificação do trabalho docente, que está cada vez mais precarizado por meio da intensificação, rotinização e do controle ao qual o mesmo é submetido pelo metabolismo capitalista. Num primeiro momento refletimos sobre os conceitos de desqualificação e precarização do trabalho, passando pela ideia da proletarização docente; em seguida, demonstramos como o produtivismo acadêmico é uma expressão concreta da sanha capitalista em potencializar o lucro e consolidar a educação superior como uma rentável mercadoria.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Como Citar
DE MELLO, Fábio Mansano; SANTOS ALVES, Ana Elizabeth. O produtivismo acadêmico como expressão da precarização do trabalho docente. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 73-86, out. 2017. ISSN 2316-1205. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/1512>. Acesso em: 12 dez. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rbba.v6i1.1512.
Seção
Artigos de Fluxo Contínuo