Uma proposta de SGDI para administração de acervos de documentos escolares no contexto das humanidades digitais

Uma proposta de SGDI para administração de acervos de documentos escolares no contexto das humanidades digitais

  • Jorge Viana Santos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB
  • Cristiane Namiuti Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB

Resumo

Resumo


Documentos são materiais construídos/produzidos por indivíduos e grupos sociais na sua vida cotidiana e, segundo Odetti e Magalhães (2019), não devem ser entendidos como algo fora do tempo, mas interconectados com a dinâmica social e histórica. Por isso, documentos, a exemplo dos institucionais, têm em si uma natureza histórica e colaboram com o funcionamento da sociedade na medida em que possuem nela também um valor de uso. Assim, o documento histórico atende a demanda social e ainda pode servir a estudos científicos. Nesse sentido, observamos que o problema geral do documento histórico está relacionado ao fato de ele possuir simultaneamente três funções: a histórica; a social e a científica. Questiona-se, portanto, qual solução que, com organização e agilidade requeridas de um arquivo/museu, possibilita que o documento atenda simultaneamente a essas três funções? Como possível resposta a esta questão, desenvolvemos, no Laboratório de Pesquisa em Linguística de Corpus da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (LAPELINC/UESB), uma proposta de Sistema de Gerenciamento de Informação (SGDI) para acervos de documentos escolares, atendendo ao convênio estabelecido entre esse Laboratório e o Centro de Documentação Albertina Lima Vasconcelos (CEDOC) do Museu Pedagógico da UESB. Neste artigo, apresentaremos o Esquema Relacional proposto na concepção do Cadastro de Dados Estruturados de Escolas Extintas (CADEX).


Palavras-chave: Documento escolar. Acervo. SGDI.


Resumen


Documentos son materiales construidos / producidos por individuos y grupos sociales en su vida diaria y, según Odetti y Magalhães (2019), no deben entenderse como algo fuera del tiempo, sino interconectados con dinámica social e histórica. Por esta razón, documentos, como los institucionales, son históricos en sí mismos y colaboran con el funcionamiento de la sociedad en la medida en que también tienen un valor de uso. Por lo tanto, el documento histórico satisface la demanda social y aún puede servir a los estudios científicos. En este sentido, observamos que el problema general del documento histórico está relacionado con el hecho de que simultáneamente tiene tres funciones: histórica, social y científica. Por lo tanto, ¿cómo podemos cumplir simultáneamente estas tres funciones con la organización y agilidad requeridas de un archivo / museo? Como posible respuesta a esta pregunta, desarrollamos, en el Laboratorio de Investigación Lingüística del Corpus de la Universidad Estatal del Sudoeste de Bahía (LAPELINC / UESB), una propuesta de Sistema de Gestión de Información (SGDI) para colecciones de documentos escolares, siguiendo el acuerdo establecido entre este Laboratorio y el Centro de Documentación Albertina Lima de Vasconcelos (CEDOC) del Museo Pedagógico de la UESB. En este artículo, presentamos el Esquema Relacional propuesto en la concepción del Registro de Datos Estructurados de Escuelas Extintas (CADEX).


Palabras clave: Documento escolar. Coleccion. SGDI.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Jorge Viana Santos é professor titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), atuando no quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGLin) e docente colaborador do Programa de Pós-Graduação em Memória: Linguagem e Sociedade (PPGMLS/UESB). Possui doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), e mestrado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Linguística e Semiótica, atuando nos seguintes temas: sentido, argumentação, lugares de enunciação, processos de designação, reescritura, subjetivação, textos, Linguística de Corpus, fotografia, imagem e memória.

##submission.authorWithAffiliation##

Cristiane Namiuti é professora titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), atuando no quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Linguística (PPGLin). Possui doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística Histórica e metodologias automáticas de busca de dados em textos escritos, atuando principalmente, nos seguintes temas: interpolação, clítico, mudança linguística, história do português e linguística de corpus. Possui Bacharelado em Linguística pela UNICAMP (2001), Doutorado (2008) e Pós-Doutorado (2010), em Linguística, pela mesma instituição.

Publicado
2019-07-31
Como Citar
SANTOS, Jorge Viana; NAMIUTI, Cristiane. Uma proposta de SGDI para administração de acervos de documentos escolares no contexto das humanidades digitais. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências, [S.l.], v. 8, n. 1, p. 167-180, jul. 2019. ISSN 2316-1205. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/5592>. Acesso em: 15 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rbba.v8i1.5592.
Seção
Dossiê Temático