DEFINIÇÃO DA ENERGIA LIVRE DE HELMHOLTZ EM FONTES DIDÁTICAS

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar em fontes didáticas: a definição da Energia Livre de Helmholtz; a definição e a discussão da sua variação da sua intensidade; as discussões sobre a sua conservação; analisar as condições do valor mínimo ou máximo. Tal categoria de análise está baseada nas abordagens histórica e postulatória das fontes pesquisadas, balizada pelo silogismo Aristóteles. Devido à falta de sintonia das definições apresentadas nas fontes pesquisadas, apresentamos uma definição para o Potencial de Helmholtz e analisamos as condições da sua variação e da sua conservação. Observamos que a maioria das fontes analisadas se limitam a fazer a leitura da relação matemática que a representa. Por outro lado, é do nosso entendimento que definir uma grandeza potencial de grande complexidade, tal como a Energia Livre de Helmholtz, ainda constitui um desafio.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-29
Como Citar
CORREIA, Jornandes Jesús; GUIMARÃES, Gabriel Fonseca. DEFINIÇÃO DA ENERGIA LIVRE DE HELMHOLTZ EM FONTES DIDÁTICAS. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências, [S.l.], v. 8, n. 2, p. 127-155, mar. 2020. ISSN 2316-1205. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/5784>. Acesso em: 02 jun. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/rbba.v8i2.5784.