A (in) admissibilidade das provas ilícitas por derivação no processo penal brasileiro.

  • Ana Paula da Silva Sotero Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Thaíse Ribeiro Santos Lima Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Larissa Magalhães Aguiar Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar a inadmissibilidade das provas ilícitas por derivação dentro do ordenamento jurídico brasileiro, bem como averiguar as possíveis exceções a essa regra, trazendo as teorias que adotadas para que a prova ilícita por derivação seja admitida como válida no processo. Para isso, será realizada uma abordagem bibliográfica das teorias que norteiam as provas ilícitas por derivação, advindas do direito norte-americano, destacando as correntes adotadas pelo direito pátrio. Ademais, serão analisadas as consequências da ilicitude probatória com a expressa vedação legal, observ

Publicado
2017-12-23
Como Citar
SOTERO, Ana Paula da Silva; LIMA, Thaíse Ribeiro Santos; AGUIAR, Larissa Magalhães. A (in) admissibilidade das provas ilícitas por derivação no processo penal brasileiro.. Revista Científica do Curso de Direito, [S.l.], n. 01, p. 9 - 22, dez. 2017. ISSN 2594-9195. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rccd/article/view/2712>. Acesso em: 16 dez. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/rccd.v0i01.2712.
Seção
Artigos