Gleisy Vieira Campos

Autores

  • Gleisy Vieira Campos

DOI:

https://doi.org/10.22481/recuesb.v1i1.2222

Palavras-chave:

Aprendizagem, Classes hospitalares, Inclusão, Tecnologias

Resumo

O presente artigo focaliza-se na utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) como aliadas no processo de inclusão de crianças e adolescentes hospitalizados, contribuindo para a autoestima e desejo de aprendizado desses sujeitos. Neste sentido, buscou-se compreender: quais os direitos legais, dilemas e perspectivas educacionais de crianças e adolescentes hospitalizados? Como utilizar as TICs em classes hospitalares? Como as crianças hospitalizadas reagem e interagem com as TICs e suas contribuições para a elevação de sua autoestima e aprendizagem? O trabalho foi desenvolvido numa abordagem qualitativa, sendo o estudo de caso o método de pesquisa adotado. A investigação foi realizada na Brinquedoteca da Oncologia pediátrica do Hospital Vida, de Itabuna, envolvendo a participação de duas crianças e três adolescentes com idades entre cinco e quinze anos que se encontravam, naquele período, hospitalizados. Durante a aplicação do projeto Tecnologias da Informação e Comunicação no contexto Hospitalar, noperíodo de duas semanas, observamos como as crianças reagiam e interagiam diante das atividades propostas. Os instrumentos e estratégias possibilitaram compreender que as TICs estão cada vez mais inseridas no contexto social das crianças e adolescentes do século XXI, assim, é mais produtivo realizar intervenções pedagógicas e psicopedagógicas, utilizando o que os pacientes mais têm utilizado no âmbito da tecnologia: computadores, celulares, jogos, máquina digital etc.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-08

Como Citar

Vieira Campos, G. (2017). Gleisy Vieira Campos. Revista Extensão & Cidadania | ISSN 2319-0566, 1(1). https://doi.org/10.22481/recuesb.v1i1.2222