A INDISSOCIABILIDADE ENTRE ENSINO-PESQUISA-EXTENSÃO

REALIDADE, MITO OU META?

  • Ana Maria Caliman Filadelfi
  • Eduarda Jaskiu
  • Jennyfer Chantel Pellini de Siqueira
  • Glaucia Tobaldini

Resumo

A efetiva indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão (IEPE) garantiria a retroalimentação da
pesquisa e ensino universitários a partir das reais necessidades da população, compreendidas com base
na prática da extensão universitária. O projeto de extensão, “Fisiologia na educação de jovens
conscientes para a cidadania”, visa ampliar a formação cidadã de crianças e adolescentes, dos 9 aos 14
anos, baseado em três eixos: (1) aulas sobre o funcionamento do corpo humano, noções de higiene e
autocuidado, etc; (2) aplicação de um questionário de mapeamento geral da saúde, habitação e
saneamento para o público-alvo, com o objetivo de pesquisar tais condições; (3) produção e
divulgação virtual dos resultados da pesquisa e de materiais didáticos produzidos no projeto. As ações
ocorrem em duas instituições parceiras, situadas em bairros socialmente menos favorecidos de
Curitiba, PR: Cajuru e Tatuquara. Já há publicações sobre as atividades do projeto e as diferentes
estratégias de aulas utilizadas. Neste artigo são apresentados dados dos questionários obtidos entre
2014 a 2016 (n=15-50) e os mesmos são analisados à luz das ações do projeto, das características do
público-alvo e do tema IEPE. Apesar dos dados não terem corroborado diretamente os benefícios das
ações do projeto, como aulas para o público-alvo e educadores, palestras da pós-graduação em
Fisiologia para os pais vinculados às instituições parceiras e divulgação virtual de materiais didáticos,
estas certamente permitiram que o conhecimento universitário sobre saúde acessasse e fosse retro
alimentado pela própria comunidade. Portanto, o projeto pareceu contribuir na construção da tão
desejada e relevante IEPE.

Publicado
2018-12-30
Como Citar
CALIMAN FILADELFI, Ana Maria et al. A INDISSOCIABILIDADE ENTRE ENSINO-PESQUISA-EXTENSÃO. Revista Extensão e Cidadania, [S.l.], v. 5, n. 9,10, p. 1-15, dez. 2018. ISSN 2319-0566. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/recuesb/article/view/4598>. Acesso em: 22 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/recuesb.v5i9.4598.