AGRICULTURA FAMILIAR, ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E COMERCIALIZAÇÃO: “BOAS EXPECTATIVAS” COMO RESULTADO DE ESTUDO NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE LAGOA GRANDE, FEIRA DE SANTANA-BA.

  • Geisiane dos Santos Silva
  • Angélica Correia Lopes
  • Betânia Silva Bastos
  • Alessandra Oliveira Teles
  • José Raimundo Oliveira Lima

Resumo

O trabalho ora relatado, nasce de uma necessidade de criação de um diagnóstico sazonal e identificação das potencialidades da comunidade do grupo: Sabores do Quilombo, que até então não são tão valorizadas. Utilizando-se dos princípios da pesquisa-ação e instrumentos entrevistas semiestruturadas, o trabalho propôs-se a identificar agricultores familiares da comunidade Quilombola de Lagoa Grande através no mapeamento dos produtores rurais da comunidade fornecedora de insumos para a produção de alimentos dentro da cantina solidária III, bem como seu produtos através da visitação ás unidades familiares produtoras para entrevistas, buscando assim, possibilitar a viabilidade de uma forma de integração entre a comunidade universitária e a comunidade local. Como resultados, a pesquisa identificou quintais produtivos, compostos por produtos como, criação de pequenos animais, mandioca e seus derivados, hortaliças, e principalmente frutíferas, que aparecem no quintal de quase todos entrevistados (as), mesmo aqueles que dizem não produzirem “nada”. Assim, inferiu-se, graças às reflexões realizadas na Incubadora de Iniciativas de Economia Popular e Solidária da UEFS, que a relação entre a agricultura familiar e a economia popular e solidária tem possibilitado a comercialização que vinha sendo um gargalo dessa economia e, entretanto, tem se apresentado como uma boa alternativa para a geração de trabalho e renda na comunidade quilombola de Lagoa Grande.

Publicado
2019-12-21
Como Citar
SILVA, Geisiane dos Santos et al. AGRICULTURA FAMILIAR, ECONOMIA POPULAR E SOLIDÁRIA E COMERCIALIZAÇÃO: “BOAS EXPECTATIVAS” COMO RESULTADO DE ESTUDO NA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE LAGOA GRANDE, FEIRA DE SANTANA-BA.. Revista Extensão & Cidadania, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 13, dez. 2019. ISSN 2319-0566. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/recuesb/article/view/5872>. Acesso em: 23 fev. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/recuesb.v6i11.5872.