PROTAGONISMOS NEGROS EM EVIDÊNCIA: EXPERIÊNCIAS NA CONSTRUÇÃO DE UM GRUPO DE ESTUDOS SOBRE PÓS-ABOLIÇÃO

Autores

  • Helen da Silva Silveira
  • Franciele Rocha de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.22481/recuesb.v8i13.6091

Palavras-chave:

Escravidão. Extensão. História. Liberdade. Pós-Abolição

Resumo

Este artigo tem por finalidade abordar a criação de um grupo de estudos e extensão que está localizado junto ao curso de História na Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, no Rio Grande do Sul. O Grupo de Estudos sobre Pós-Abolição (GEPA) foi criado no dia 24 de março de 2016, por alunos de graduação e pós-graduação em História, sob a coordenação institucional de um professor do curso da mesma instituição. O grupo tem por objetivo estudar e refletir acerca do Pós-Abolição, que além de ser um período da História do Brasil iniciado com a assinatura da Lei Áurea, em 1888, é também entendido como um campo de estudos, se dedicando a investigar os problemas vindos com a formalização da liberdade, entendida pelo negros e negras brasileiras como algo que deveria ser resguardado e consolidado, ou seja, mais do que um período na história, o Pós-Abolição também deve ser pensado enquanto problema histórico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-07-27

Como Citar

Silveira, H. da S., & Oliveira, F. R. de. (2020). PROTAGONISMOS NEGROS EM EVIDÊNCIA: EXPERIÊNCIAS NA CONSTRUÇÃO DE UM GRUPO DE ESTUDOS SOBRE PÓS-ABOLIÇÃO. Revista Extensão & Cidadania | ISSN 2319-0566, 8(13), 228-244. https://doi.org/10.22481/recuesb.v8i13.6091