Ensino de Ciências e Biologia para estudantes surdos: dificuldades e possibilidades nas percepções de professores e de intérpretes de Língua Brasileira de Sinais

  • Daniela Souza Santos
  • Ana Cristina S. Duarte
  • Ione Barbosa de Oliveira Silva

Resumo

O artigo analisa experiências com o ensino de Ciências e Biologia para alunos surdos em escolas públicas na cidade de Jequié-BA, considerando a perspectiva de professores e intérpretes de Libras. Trata-se de uma pesquisa descritiva, qualitativa, desenvolvida em três escolas públicas do referido município (E1, E2 e E3) selecionadas por atenderem alunos surdos matriculados. Esses alunos cursaram as disciplinas de Ciências ou Biologia com o acompanhamento do Intérprete Educacional durante as aulas. Participaram da pesquisa três professores de Ciências (PC1, PC2 e PC3), dois professores de Biologia (PB4 e PB5) e cinco Intérpretes Educacionais (IE1, IE2, IE3, IE4 e IE5); todos esses profissionais atuaram juntos durante o período letivo de 2017. Os resultados apontam como principais dificuldades a falta de formação dos professores, dificuldades dos intérpretes com os conteúdos específicos, e a falta de comunicação entre os professores e intérpretes. Como possibilidades para uma melhor educação dos estudantes surdos apontamos o oferecimento de cursos de Libras para os professores no momento das Atividades Complementares, maior interlocução entre o professor da classe e o intérprete, e uso de metodologias e de recursos tecnológicos mais adequados.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-11-15
Como Citar
SANTOS, Daniela Souza; DUARTE, Ana Cristina S.; SILVA, Ione Barbosa de Oliveira. Ensino de Ciências e Biologia para estudantes surdos: dificuldades e possibilidades nas percepções de professores e de intérpretes de Língua Brasileira de Sinais. Revista de Iniciação à Docência, [S.l.], v. 3, n. 1, nov. 2018. ISSN 2525-4332. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/4438>. Acesso em: 19 dez. 2018.