DEPRESSÃO ENTRE PESSOAS COM DIABETES MELLITUS

  • Egilene de Jesus Santos
  • Vanessa Cruz Santos

Resumo

O diabetes mellitus é uma doença crônica não transmissível de elevada prevalência mundial, podendo desencadear na pessoa diabética a depressão. Entretanto, pesquisas com essa abordagem são escassas. Assim, objetiva neste estudo analisar o conhecimento produzido na literatura sobre a prevalência, fatores associados, impactos e tratamento da depressão entre pessoas com diabetes mellitus. Trata-se de uma revisão sistemática da literatura, realizada nas bases de dados LILACS e SCIELO. O recorte temporal foi de 2002 a junho de 2017 e a amostra foi de 10 artigos. Identificou-se variação de 55% a 100% na prevalência de depressão em pessoas com diabetes mellitus. Entre os fatores associados à depressão estavam: idade, sexo, escolaridade, estado civil, ocupação, tempo de evolução do diabetes mellitus. Para os impactos encontrou-se: dificuldade de adesão ao tratamento do diabetes mellitus e de controle da glicemia e hemoglobina glicosilada. E, entre os tratamentos foram citados: restaurar o equilíbrio físico e psíquico da pessoa acometida pela doença e incluir especialistas na área de saúde mental, em programas de doenças crônicas. Conclui-se que a identificação precoce da depressão entre as pessoas com diabetes mellitus e seus possíveis fatores associados, contribuirão para o tratamento específico da depressão nesta população, podendo assim contribuir na redução de impactos deste transtorno mental no curso clínico do diabetes mellitus.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-25
Como Citar
DE JESUS SANTOS, Egilene; CRUZ SANTOS, Vanessa. DEPRESSÃO ENTRE PESSOAS COM DIABETES MELLITUS. Saúde.com, [S.l.], v. 15, n. 1, mar. 2019. ISSN 1809-0761. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/4222>. Acesso em: 19 abr. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rsc.v15i1.4222.
Seção
Artigos de revisão