ANÁLISE DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM EM PACIENTES COM LESÕES POR PRESSÃO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

  • Camila Teixeira de Carvalho Dias
  • Maria Carolina Salustino dos Santos
  • Érika Diniz De Oliveira Sousa

Resumo

Avaliar os cuidados de enfermagem em pacientes com Lesão por Pressão na Unidade de Terapia Intensiva- UTI. Pesquisa do tipo exploratório-descritiva, com abordagem quantitativa. A coleta de dados foi realizada mediante a aplicação de um questionário estruturado, contendo questões fechadas, que foi aplicado com 10 profissionais da equipe de enfermagem, sendo 5 enfermeiros e 5 técnicos de enfermagem que atuam em uma Unidade de Terapia Intensiva, em um Hospital de Referência localizado em João Pessoa-PB, tendo sido aplicados em dias úteis, no período da tarde, no mês de Maio de 2017. Dentre os resultados avaliou-se, a realização da mudança de decúbito, também se questionou, se os profissionais tinham o conhecimento de qual instrumento utilizaria para avaliar lesões, correspondendo que a grande maioria assinalou alternativa correta, além disso, indagou-se a questão de avaliação da lesão e elaboração do plano de cuidados, realizando aquilo que se preconiza, para a prevenção das Lesões por Pressão- LPP, no entanto a maioria não recebeu capacitação sobre o protocolo de Lesão por Pressão LPP, do Ministério da Saúde. A prestação de cuidados de enfermagem é fator necessário na manutenção e recuperação do paciente hospitalizado, através das capacitações, sistematização do cuidado e prescrições de enfermagem, é que podemos exercer um assistência de qualidade ao individuo, família e coletividade.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-03-11
Como Citar
TEIXEIRA DE CARVALHO DIAS, Camila; CAROLINA SALUSTINO DOS SANTOS, Maria; DINIZ DE OLIVEIRA SOUSA, Érika. ANÁLISE DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM EM PACIENTES COM LESÕES POR PRESSÃO NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA. Saúde.com, [S.l.], v. 15, n. 1, mar. 2019. ISSN 1809-0761. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/4223>. Acesso em: 17 jul. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rsc.v15i1.4223.
Seção
Artigos originais