CONHECIMENTO DA (O) ENFERMEIRA (O) EM RELAÇÃO A TERAPIA ANTIMICROBIANA UTILIZADA NA INFECÇÃO DE TRATO URINÁRIO EM CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA

  • Talita Hevilyn Ramos da Cruz Almeida
  • Ricardo Matos Santana
  • Nayara Mary Andrade Teles Monteiro
  • João Luis Almeida da Silva
  • Myria Ribeiro da Silva Ribeiro da Silva

Resumo

A infecção do trato urinário é caracterizada por uma variedade de condições clínicas resultante da presença de microrganismos nas vias urinárias. Em um paciente com catéter vesical de demora, o risco de infecção aumenta significativamente, portanto, necessitando do uso de antimicrobianos. O presente estudo tem como objetivos discutir o conhecimento da enfermeira do Centro de terapia Intensiva, em relação ao uso de antimicrobiano, bem como, a importância do conhecimento científico para intervir administrativa e assistencialmente. Trata-se de um estudo qualiquantitativo, descritivo, exploratório. Os dados foram coletados através de questionário estruturado e fonte secundária como os prontuários. Foram analisados os registros de enfermagem de 111 prontuários e aplicado questionário estruturado a (o) 12 enfermeiras (o). Houve predomínio do uso de antimicrobianos da classe das Cefaslosporinas e Quinolonas correspondendo respectivamente a 30,4% e 15,9% de todas as prescrições. Quanto às indicações do antimicrobiano, 67,0% dos profissionais relataram ter conhecimento, posologia 56,0% e efeitos adversos 22,0%. No entanto em 100,0% dos prontuários não foi observados registros e prescrições de enfermagem que abordassem os cuidados quanto aos efeitos adversos, interações medicamentosas e resistência microbiana. Evidenciou-se a urgente necessidade de intervenção educativa no serviço e capacitação de profissionais para melhorar o planejamento e assistência prestada.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-07-05
Como Citar
HEVILYN RAMOS DA CRUZ ALMEIDA, Talita et al. CONHECIMENTO DA (O) ENFERMEIRA (O) EM RELAÇÃO A TERAPIA ANTIMICROBIANA UTILIZADA NA INFECÇÃO DE TRATO URINÁRIO EM CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA. Saúde.com, [S.l.], v. 15, n. 1, jul. 2019. ISSN 1809-0761. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/4247>. Acesso em: 13 out. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rsc.v15i1.4247.
Seção
Artigos originais