CUIDADO HUMANIZADO NOS SERVIÇOS DE URGÊNCIA/EMERGÊNCIA: REVISÃO INTEGRATIVA

  • Rafaela Lorena Soares Santos

Resumo

O artigo tem como objetivo identificar na produção científica relacionada ao cuidado humanizado nos serviços de urgência/emergência quais os entraves e facilidades para o cuidado humanizado nesses serviços. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura nas bases de dados da Biblioteca Nacional em Saúde (BVS). Utilizou-se como critérios de inclusão: artigos completos indexados na BVS independente do banco de dados, publicados em português, nos últimos cinco anos, que estivessem disponíveis para leitura, e que atendessem aos objetivos do estudo. Como critérios de exclusão delimitou-se: estudos que não abordassem os objetivos propostos, que tivessem como temática serviços de emergência pré-hospitalar móvel e serviços de emergência pediátrica, artigos duplicados e que não atendessem aos critérios de inclusão. Resultados: Foram selecionados 13 artigos. Os resultados apontaram como entraves para o cuidado humanizado a Superlotação, Fluxo invertido, Desconhecimento do usuário, Estrutura física e recursos materiais, Gestão, Dimensionamento de Pessoal e Equipe Multiprofissional e Condições de trabalho. Quanto aos facilitadores e sugestões foram apontados Relacionamento interpessoal, Capacitação, Participação da gestão e Restruturação do serviço. Conclusão: Diante do exposto é possível concluir que para que ocorra o cuidado humanizado nos serviços de urgência/emergência é necessária uma abordagem multifatorial, a fim de erradicar ou ao menos atenuar os entraves apresentados.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-14
Como Citar
LORENA SOARES SANTOS, Rafaela. CUIDADO HUMANIZADO NOS SERVIÇOS DE URGÊNCIA/EMERGÊNCIA: REVISÃO INTEGRATIVA. Saúde.com, [S.l.], v. 15, n. 4, fev. 2020. ISSN 1809-0761. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/4269>. Acesso em: 06 abr. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/rsc.v15i4.4269.
Seção
Artigos de revisão