A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO CONTEXTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

  • Josiane Moreira Germano Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Tatiana Almeida Couto Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Adilson Ribeiro dos Santos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • Alba Benemérita Alves Vilela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Resumo

Este estudo deste estudo foi refletir o papel da educação permanente no contexto do Sistema Único de Saúde e a sua potência para a produção do cuidado em saúde. Trata-se de um artigo de reflexão construído a partir de leitura crítica de artigos e livros juntamente com as inferências dos autores. Os resultados demonstram a relevância da compreensão da contextualização histórica da saúde no Brasil, assim como a potência da educação permanente em saúde para a consolidação do Sistema Único de Saúde e o refletir sobre os processos de trabalhos e o fazer nesse cenário que possibilita a construção de conhecimento em coletivo e no fazer do cotidiano laboral. Assim, considera-se a educação permanente em saúde no contexto do Sistema Único de Saúde como uma prática valorizada por sua potência e a ser repensada diante das possibilidades de sensibilização para a aprendizagem significativa.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde, nível Doutorado.

##submission.authorWithAffiliation##

Discente do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Saúde, nível Doutorado.

##submission.authorWithAffiliation##

Docente Pleno do Departamento de Saúde.

Publicado
2019-09-30
Como Citar
GERMANO, Josiane Moreira et al. A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NO CONTEXTO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE. Saúde.com, [S.l.], v. 15, n. 3, set. 2019. ISSN 1809-0761. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/4785>. Acesso em: 20 out. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rsc.v15i3.4785.
Seção
Artigos originais