MULHER-MARAVILHA E AS VIRTUDES MARAVILHOSAS

Autores

Palavras-chave:

Histórias em quadrinhos, Mulher-Maravilha, virtudes, educação

Resumo

As histórias em quadrinhos são meios que usam as imagens junto com o texto para criar narrativas. A personagem Mulher-Maravilha foi criada para este meio em 1942, surgindo como um ícone do movimento feminista. Contudo, as lições da amazona ensinam virtudes para todos. O viver bem que suas narrativas gráficas orientam revela atitudes cujos impactos levam a benefícios individuais e coletivos. Em vários enredos há temas como justiça, compaixão, conhecimento, temperança, sabedoria, coragem, generosidade e humildade. Embora vários aspectos da personagem tenham se modificado ao longo dos seus 80 anos de existência, sua essência educadora é uma constante enriquecedora.

Biografia do Autor

Carolina dos Santos Jesuino da Natividade, Fundação Educacional de Jandaia do Sul-Fafijan

Mestre em psicologia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Docente na Fundação Educacional de Jandaia do Sul-Fafijan.

Célio Juvenal Costa, Universidade Estadual de Maringá-UEM

Doutor em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba. Docente  na Universidade Estadual de Maringá- UEM.

Referências

ALVES, J. M. Histórias em quadrinhos e educação infantil. Psicol. cienc. prof., Brasília , v. 21, n. 3, p. 2-9, set. 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932001000300002&lng=en&nrm=iso. Acesso em 29 jul. 2020. BALLMANN, F. A nona arte: história, estética e linguagem de quadrinhos. Dissertação (Mestrado em Ciências da Linguagem). Universidade do Sul de Santa Catarina, Tubarão, 2009.

BUSCH, J.; SCARLET, J. A compaixão é meu superpoder. In: LANGLEY, Travis; WOOD, Mara (eds.). A psicologia da Mulher-Maravilha: descubra as virtudes da maior super-heroína que conhecemos e porque ela deve ser a grande inspiração para toda a humanidade. Tradução Amanda Moura. São Paulo: Única, 2018. p. 135-140.

CAMPBELL, J. O poder do mito. Tradução Carlos Felipe Moisés. São Paulo: Palas Athena, 1990.

CARVALHO, D. A educação está no gibi. Campinas, São Paulo: Papirus, 2006.

CARUSO, F.; SILVEIRA, C. Quadrinhos para a cidadania. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v.16, n.1, , p.217-236, jan./mar. 2009.

COELHO, N. N. Panorama histórico da literatura infanto-juvenil: das origens indoeuropéias ao Brasil contemporâneo. 3 ed. São Paulo: Quíron, 1985.

CONTE-SPONVILLE, A. Pequeno tratado das grandes virtudes. Tradução Eduardo Brandão. 2 ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2009.

DUMONT, L. M. M.; RAMOS, R. B. T. A leitura de histórias em quadrinhos da Marvel e da DC Comics e a etnometodologia: relevância e desdobramentos. Perspect. ciênc. inf., Belo Horizonte, v. 23, n. 3, p. 188-205, set. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-99362018000300188&lng=en&nrm=iso. Acesso em 25 jul. 2020.

EISNER, W. Narrativas gráficas de Will Eisner. Tradução Leandro L. Del Manto. São Paulo: Devir, 2005.

GREENBERGER, R. Mulher-Maravilha: amazona. heroína. ícone. Tradução Dandara Palankof. Rio de Janeiro: Leya, 2017.

JAEGER, W. W. Paidéia: a formação do homem grego. Tradução Artur M. Parreira. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

KNOWLES, C. Nossos deuses são super-heróis: a história secreta dos super-heróis das histórias em quadrinhos. São Paulo: Cultrix, 2008.

LANGLEY, T. Arquivos da virtude I: justiça. In: LANGLEY, Travis; WOOD, Mara (eds.). A psicologia da Mulher-Maravilha: descubra as virtudes da maior super-heroína que conhecemos e porque ela deve ser a grande inspiração para toda a humanidade. Tradução Amanda Moura. São Paulo: Única, 2018a. p. 71-73.

LANGLEY, T. Arquivos da virtude III: temperança. In: LANGLEY, Travis; WOOD, Mara (eds.). A psicologia da Mulher-Maravilha: descubra as virtudes da maior super-heroína que conhecemos e porque ela deve ser a grande inspiração para toda a humanidade. Tradução Amanda Moura. São Paulo: Única, 2018b. p. 151-155

LEPORE, J. A história secreta da Mulher-Maravilha. Rio de Janeiro: Best Seller, 2017.

MARNY, J. Introdução à sociologia das histórias em quadrinhos. Lisboa: Horizonte, 1970.

POSTEMA, B. Estrutura narrativa nos quadrinhos: construindo sentido a partir de fragmentos. São Paulo: Peirópolis, 2018.

XAVIER, C. L. M. Quadrinhos, psicologia e espiritualidade: símbolos e mitos estruturam o desenvolvimento psíquico e espiritual. Psicol. Am. Lat., México, n. 4, ago. 2005. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1870-350X2005000200008&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 25 jul. 2020.

VIANA, N. Heróis e super-heróis no mundo dos quadrinhos. Rio de Janeiro: Achiamé, 2005.

WESCHENFELDER, G. V. Aspectos educativos das histórias em quadrinhos de super-heróis e sua importância na formação moral, na perspectiva da ética. (Dissertação de mestrado). Mestrado em Educação, Centro Universitário La Salle, Canoas, RS, 2011.

WESCHENFELDER, G. V.; FRADKIN, C.; YUNES, M. A. M. Super-heróis como recursos para promoção de resiliência em crianças e adolescentes. Psic.: Teor. e Pesq., Brasília, v. 33, e33425, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722017000100423&lng=en&nrm=iso. Accesso em 26 jul. 2020.

WONDER WOMAN. New York, NY, EUA: DC Comics, n. 2, set. 2006.

WONDER WOMAN. New York, NY, EUA: DC Comics, n. 32, jul. 2009.

WONDER WOMAN. New York, NY, EUA: DC Comics, n. 33, ago. 2009.

WONDER WOMAN. New York, NY, EUA: DC Comics, n. 6, jun. 2019.

WONDER WOMAN: as aventuras da super-heroína. São Paulo: Ciranda Cultural, 2018.

WOOD, M. Arquivos da virtude II: sabedoria e conhecimento. In: LANGLEY, Travis; WOOD, Mara (eds.). A psicologia da Mulher-Maravilha: descubra as virtudes da maior super-heroína que conhecemos e porque ela deve ser a grande inspiração para toda a humanidade. Tradução Amanda Moura. São Paulo: Única, 2018. p. 105-107.

WOOD, M. Arquivos da virtude IV: coragem. In. LANGLEY, Travis; WOOD, Mara (eds.). A psicologia da Mulher-Maravilha: descubra as virtudes da maior super-heroína que conhecemos e porque ela deve ser a grande inspiração para toda a humanidade. Tradução Amanda Moura. São Paulo: Única, 2018. p. 187-189.

Downloads

Publicado

2020-12-14