O IMPACTO DO RESULTADO DA AVALIAÇÃO NA DIMENSÃO SOCIOAFETIVA DO ESTUDANTE A PARTIR DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS DE CHICO BENTO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/aprender.i24.7774

Palavras-chave:

Avaliação, Ensino Fundamental, História em Quadrinhos

Resumo

Esta pesquisa de cunho teórico, do tipo bibliográfico, tem como problemática: quais são os conteúdos difundidos nas histórias em quadrinhos do personagem Chico Bento, em relação ao impacto da avaliação na dimensão sócioafetiva do estudante? O corpus investigativo está composto por quatro tirinhas da Revista Chico Bento, disponibilizadas no Aplicativo Banca da Mônica, utilizado para os dispositivos móveis (celular). Os dados serão analisados por meio da Técnica de Análise de Conteúdo, proposta por Bardin (2016). Ao eleger como objeto analítico os conteúdos sobre avaliação difundidos pelas Histórias em Quadrinhos, tem-se presente que tais histórias são formadoras de opinião e podem influenciar as concepções das crianças leitoras, corroborando ou refutando o que as mesmas entendem e vivenciam nos processos de avaliação no contexto escolar. Os resultados demonstram como a avaliação da aprendizagem aplicada de forma equivocada causa impacto na dimensão socioafetiva do estudante. O referencial teórico do estudo está alicerçado nos pressupostos sobre avaliação de autores tais como Hoffmann (1995), Esteban (2009), Vasconcellos (2008), Luckesi (2010) e Moretto (2010). Com relação às Histórias em Quadrinhos, buscamos aportes nos pressupostos de Moya (1977) e Weschenfelder (2011); vinculado aos grupos de pesquisa Práticas Educativas e Indicadores de Qualidade, e o segundo, Universos Paralelos: Arte Sequencial, Mediação Cultural e práticas pedagógicas, ambos pertencentes ao Programa de Pós-graduação da Universidade La Salle.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabíula Campos Falcão Fagundes, Universidade LaSalle

Mestre em Educação pelo PPG de Educação da Universidade LaSalle. Graduada em Pedagogia.

Gelson Vanderlei Weschenfelder, Universidade Feevale

Pós doc no PPG em Processos e Manifestações Culturais, na Universidade Feevale. Doutor/Mestre em Educação, e Graduado em Filosofia.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70 LDA/Almedina Brasil, 2016.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA. Resolução n° 7, de dezembro de 2010. Fixa Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de 9 (nove) anos.

ESTEBAN, Maria Teresa. Provinha Brasil: desempenho escolar e discursos normativos sobre a infância. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, RJ, p. 47-56, 2009.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito & desafio: uma perspectiva construtivista. 16. ed. Porto Alegre: Educação & Realidade, 1995.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Avaliação da aprendizagem escolar. 21. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MORETTO, Vasco Pedro. Prova: um momento privilegiado de estudo, não um acerto de contas. 9. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2010.

MOYA, Álvaro de. História da história em quadrinhos. Porto Alegre: L&PM, 1986.

MSP, (Mauricio de Sousa Produções). Aplicativo Banca da Mônica (2019). Disponível em: https://play.google.com/store/apps/details?id=air.br.com.mauriciodesousa.caixadequadrinhos&hl=pt_BR . Acesso em: 03 de mar. 2019.

PENN, Gemma. Análise semiótica de imagens paradas. In: BAUER, Martin W; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013, p.319 – 342.

PERRENOUD, Phillipe. Avaliação: da excelência à regularização das aprendizagens: entre duas lógicas. Porto Alegre, Artmed, 1998.

SOUSA, Mauricio. Cenas impossíveis. São Paulo: Editora Globo, 1993.

SOUSA, Mauricio. Chico Bento. São Paulo: Editora Globo, nº 353, agosto/2000.

SOUSA, Mauricio. Chico Bento. São Paulo: Editora Globo, nº 340, fevereiro/2000.

SOUSA, Mauricio. Chico Bento. São Paulo: Editora Globo, nº 347, abril/2000.

SOUSA, Mauricio. Chico Bento. São Paulo: Editora Globo, nº 322, maio/1999.

VASCONCELLOS, Celso dos S. Avaliação da aprendizagem: práticas de mudança: por uma práxis transformadora. 9. ed. São Paulo: Libertad, 2008.

WESCHENFELDER, G. V. (2011). Aspectos educativos das histórias em quadrinhos de super-heróis e sua importância na formação moral, na perspectiva da ética. Mestrado em Educação, Centro Universitário La Salle, Canoas, RS, Brasil.

Downloads

Publicado

2020-12-14

Como Citar

Fagundes, F. C. F. ., & Weschenfelder, G. V. . (2020). O IMPACTO DO RESULTADO DA AVALIAÇÃO NA DIMENSÃO SOCIOAFETIVA DO ESTUDANTE A PARTIR DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS DE CHICO BENTO. Aprender - Caderno De Filosofia E Psicologia Da Educação, (24), 262-272. https://doi.org/10.22481/aprender.i24.7774