Alguns Aspectos da Ergatividade em Bakairi (Karib) (Somes Aspects about Ergativity in The Bakairi Language (Karibean Family).)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/el.v4i1.1029

Palavras-chave:

Ergatividade, Morfossintaxe, Língua Bakairi, Família Karib

Resumo

O propósito deste trabalho é o de arrolar aspectos de diferentes naturezas que reafirmam o Bakairi como língua ergativa. Buscamos sustentar nossa análise em dados de base morfológica e sintática, considerando que a natureza da ergatividade em Bakairi não se expressa em marcas nominais de Caso. Dado recorrente em nossa análise, está, assim, o argumento em favor de um funcionamento morfossintático que se institui em função de um padrão de ergatividade estrutural, e não apenas morfológica. Nesse padrão estrutural, registramos a presença de um núcleo funcional (v-zinho) relacionado à transitividade de sentenças na língua.
PALAVRAS-CHAVE: Ergatividade. Morfossintaxe. Língua Bakairi. Família Karib.

ABSTRACT
The purpose of this paper is to bring out aspects of different kinds which reaffirm the Bakairi language as an ergative one. Our analysis is based on morphological and syntactic examples, since the Bakairi nature does not express the ergativity through nominal case marks. Therefore, a recurrent fact in our analysis is to reinforce a structural pattern of ergativity, and not only a morphological one. In this structural pattern, we register the presence of a functional head (light v) related to the transitivity of the sentences in the language.
KEYWORDS: Ergativity. Morphosyntax. Bakairi language; Karibean family.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tania Conceição Clemente de Souza, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/Brasil)/ Museu Nacional (MN/Brasil)

Tania Conceição Clemente de Souza defendeu tese de doutorado sobre a língua Bakairí (UNICAMP, 1994). Seus estudos sobre língua indígena voltam-se particularmente para a fonologia, a morfologia, a sintaxe, a análise do discurso, assim como para as relações entre escrita e oralidade.

Referências

CAPISTRANO DE ABREU, J.C. Os Bacaerys. Revista Brasileira, 1oano, Tomos III e IV, Rio de Janeiro, p. 209-228 , 1895.
CHOMSKY, N. A Minimalist Program For Linguistic Theory, Cambridge: The MIT Press, 1995.
SOUZA, T.C.C. Discurso e Oralidade – Um estudo em língua indígena. 1994. 453p. Tese (Doutorado em Lingüística) – Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1994.
WILLIAMS, E. Predication. Linguistic Inquiry, Cambridge, v.2, n.1, p. 203-238, 1980.

Downloads

Publicado

2006-12-30

Como Citar

SOUZA, T. C. C. de. Alguns Aspectos da Ergatividade em Bakairi (Karib) (Somes Aspects about Ergativity in The Bakairi Language (Karibean Family).). Estudos da Língua(gem), [S. l.], v. 4, n. 1, p. 137-152, 2006. DOI: 10.22481/el.v4i1.1029. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1029. Acesso em: 19 set. 2021.