O embate de sentidos nas enunciações que referem o Papa Bento XVI (The conflict of meaning in enunciation which refers to the Pope Benedicto XVI)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/el.v5i2.1040

Palavras-chave:

Acontecimento, Semântica, Temporalidade

Resumo

Este trabalho estuda a designação como processo de identificação social, com base nos pressupostos teóricos da Semântica do Acontecimento. Para tanto, analisam-se as designações que referem o papa Bento XVI, quando este foi eleito pelo conclave da Igreja Católica no final de Abril de 2005. As análises mostraram que as designações, ao funcionarem no presente do acontecimento, recortam um memorável, mobilizando dizeres e sentidos outros e, consequentemente, identificam e referem uma pessoa em um determinado acontecimento, particularizando-o como sujeito.
PALAVRAS-CHAVE: Acontecimento. Semântica. Temporalidade.

ABSTRACT
This paper analyses the designation as a process of a social identification, based in theory of the Semantics of Enunciation. To do so, the designation analyzed are there which relate to the actual Pope Benedicto XVI, on that moment when he was elected by the conclave of the Catholic Church, by the end of April, 2005. The analyses demonstrated that these designation, when functioning in the present the moment of the event, retake another memorable one, mobilizing sayings and other meanings and, in a consequence, identify and relate to a person in a certain event, distinguishing him as the subject.
KEYWORDS: Enunciation. Semantics. Time.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Essiane Lemos Leal Sena, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb/Brasil)

Essiane Lemos Leal Sena é membro do grupo de pesquisa em Análise de Discurso (GPADis/CNPq/UESB). Professora da Rede Estadual de Ensino do Estado da Bahia.

Edvania Gomes da Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb/Brasil)

Edvania Gomes da Silva é Doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (2006), Atualmente, é professora do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários – UESB, Campus de Vitória da Conquista,. e professora do Mestrado em Memória: Linguagem e Sociedade da Uesb. Membro do Grupo de Pesquisa em Estudos Linguísticos (GPEL/CNPq/UESB) e do Grupo de Pesquisa em Análise de Discurso (GPADis/CNPq/UESB). Autora de artigos, entre os quais, A dêixis discursiva como elemento constituinte da semântica global. A relação entre interdiscurso e dêixis na análise de um movimento da Igreja Católica. Dêixis e intertextualidade na análise de uma revista católica. Revista todas as letras Ethos e polêmica no discurso da Renovação Carismática Católica. Estilo, Ethos e Funcionamento discursivo. Autora de capitulos de livros, entre os quais, Competência Discursiva e Polêmica na Constituição do Discurso Religioso; O ethos nos discursos da Teologia da Libertação e da Renovação Carismática Católica. Atua na área de Lingüística, área de concentração em Análise de Discurso, com ênfase nos seguintes temas: discurso religioso; polêmica discursiva e interdiscurso.

Maria da Conceição Fonseca-Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb/Brasil)

Maria da Conceição Fonseca-Silva é doutora em Lingüística, na área de Análise de Discurso, pela Unicamp. Realizou estágio de Pós-doutorado na Unicamp (2006/2007). Atualmente é professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus de Vitória da Conquista; coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Memória: Linguagem e Sociedade, da Uesb. É líder do Grupo de Pesquisa em Estudos Língua(gem) (CNPq/Uesb) e do Grupo de Pesquisa em Análise de Discurso (CNPq/Uesb). É pesquisadora do Grupo Questões de Teoria e de Análise de Discurso (CNPq/Unicamp). Autora de artigos, entre os quais Imagem e Publicidade em revistas femininas: a mulher na propaganda de lingeries; Subjetivação em Claudia, Nova e Playboy; Polifonia, nome de autor e questão de autoria; O mesmo e o outro como espaços virtuais de leitura; Pausas em textos orais espontâneos e em textos falados; Discursividade de gênero em Claudia: o mesmo e o outro no caso; A relação do materialismo histórico com a psicanálise e suas implicações para a AD. Autora dos capítulos de livro Análise de discurso e o sujeito em sua relação com o saber-poder-ética; Foucault e a arqueogenealogia do sujeito; Polifonia e questão de autoria na constituição dos sentidos; Interpretação, memória e trajetos sociais. Co-organizadora dos livros Em torno da Língua(gem): questões e análises e do livro Mídia e rede de memória. Autora do livro Questões de Linguagem: gramática, texto e discurso e do livro Saber-poder-ética nos discursos do cuidado de si e da sexualidade. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Análise de Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: efeitos-sujeito e efeitos-sentido, memória discursiva, discurso político e discurso jurídico, mídia, identidade do feminino.

Referências

GUIMARÃES, E. Os Sentidos de Cidadão no Império e na República no Brasil. In: Língua e Cidadania: O Português no Brasil. Eduardo Guimarães & Eni P. Orlandi (Orgs). Campinas, SP: Pontes, 1996. p. 39-46.
GUIMARÃES, E. Os Limites do Sentido. Campinas, SP: Pontes, 2005.
GUIMARÃES, E. Semântica do acontecimento: um estudo enunciativo da designação. Campinas SP: Pontes, 2005.
NASCIMENTO, C. N. Designação e referência: a identificação social em expressões que referem o presidente Lula. Campinas, SP: [s.n], 2004. Dissertação de Mestrado (IEL/UNICAMP).

Downloads

Publicado

2007-12-30

Como Citar

SENA, E. L. L.; SILVA, E. G. da; FONSECA-SILVA, M. da C. O embate de sentidos nas enunciações que referem o Papa Bento XVI (The conflict of meaning in enunciation which refers to the Pope Benedicto XVI). Estudos da Língua(gem), [S. l.], v. 5, n. 2, p. 93-106, 2007. DOI: 10.22481/el.v5i2.1040. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1040. Acesso em: 27 nov. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>