Discurso político: ecos de Madeira, sopros de vento(discours politique: echos de Bois, souffles de vent)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/el.v6i1.1057

Palavras-chave:

Discurso político, Língua de madeira, Língua de vento

Resumo

À medida que discute a apropriação do discurso religioso pelo discurso político, este trabalho propõe alguns questionamentos sobre a fala política contemporânea, apontando, também, para a possibilidade de um redimensionamento das noções de língua de madeira e de língua de vento.
PALAVRAS-CHAVE: Discurso político. Língua de madeira. Língua de vento.

RÉSUME
À mesure qu’il aborde l’appropriation du discours religieux par le discours politique, cet article propose quelques pistes de réflexion sur le discours politique contemporain, en soulignant en outre la possibilité d’une nouvelle évaluation des notions de “ langue de bois ” et de “langue de vent ”.
MOTS-CLÉS: Discours politique. Langue de bois. Langue du vent.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Rejanne Pinheiro Grangeiro, Universidade Regional do Cariri (Urca/Brasil)

Cláudia Rejanne Pinheiro Grangeiro é doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Araraquara, com estágio no CÉDITEC (Centre d'étude des discours, images, textes, écrits, communications) - Sorbonne - Paris XII. Atualmente é professora adjunta da Universidade Regional do Cariri (URCA), coordenadora do GEADIS - Grupo de Estudos em Análise do Discurso, pesquisadora do GRUDIOCORPO - Grupo de Estudos do Discurso e do Corpo, da UESB. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Análise do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: Discurso político, discurso religioso, formação discursiva, cultura popular e Literatura de Cordel.

Referências

BÍBLIA SAGRADA. Edições Paulinas. São Paulo, s/d.
BONNAFOUS, S; TOURNIER, M. Analyse du Discours, léxicométrie, communication et politique. Langages. Paris, n. 117, p. 67-95, 1995.
COURTINE, J. J.Os deslizamentos do espetáculo político in : GREGOLIN, M. R. (org). Discurso e Mídia: a cultura do espetáculo. São Carlos: Claraluz, 2003. p. 21-33.
DEBORD, G. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.
EAGLETON, T. As ilusões do pós-modernismo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.
FOUCAULT, M. Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.
GADET, F. ; PÊCHEUX, M. A língua inatingível. Campinas: Pontes, 2004.
GRANGEIRO, C.R.P. Catolicismos diversos na Igreja de Roma e A questão sócio-religiosa de Juazeiro do Norte. In: _____. O discurso religioso na literatura de cordel de Juazeiro do Norte. Crato: A Província Edições, 2002. p 98-105.
GRANGEIRO, C. R. P. Foucault, Pêcheux e a formação discursiva. In: BARONAS (Org.). Análise do Discurso: apontamentos para uma história da noção-conceito de formação discursiva. Pedro e João
Editores: São Carlos, SP, 2007. p. 33-45.
GRANGEIRO, C. R. P. Discurso político: a besta-fera, o Padre Cícero e o Juazeiro. 2007. 174p. Tese (Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa) - Departamento de Linguística da Universidade
Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Araraquara, 2007.
GUILHAUMOU, J. La langue politique et la révolution française. De l’événement à la raison linguistique. Paris: Mérideiens Klinckssieck, 1989.
GUMBRECHT, H. U. A pletora moderna do sentido. 24 anos de Poética e Hermenêutica. Letras, São Paulo, v. 34, n. 2, p.88 a115,1988.
HARVEY, D. Condição pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1996.
HABERMAS, J. L'espace public. Paris: Payot, 1978.
INDURSKY, F. A fala dos quartéis e as outras vozes. Campinas: Editora da UNICAMP, 1997.
LEGENDRE, P. Jouir du Pouvoir, traité de la bureaucratie patriotique. Paris: Seuil, 1976.
MACEDO, J. O império do bacamarte: uma abordagem sobre o coronelismo no Cariri cearense. Fortaleza: Casa José de Alencar Programa Editorial, 1990.
ORLANDI, E. P. As formas do silêncio no movimento dos sentidos. Campinas: UNICAMP, 1997.
ORLANDI, E. P. Terra à vista. Discurso do confronto: Velho e Novo mundo. São Paulo: Cortez; Campinas: Editora da UNICAMP, 1990.
PÊCHEUX, M. Remontons de Foucault à Spinoza. In: MALDIDIER. D. L’Inquiétude du discours. Paris: Éditions des Cendres, 1990, p. 245-293.
PETIT LAROUSSE. Paris: Editions Larousse, 2000.
SERIOT, P. La langue de bois et son double: une analyse des analyse du discours politique soviétique. Langages et société. Paris, n. 35, p. 7-32, 1986.
VOLKOFF, V. A Desinformação Organiza-se. In:_____. Pequena História da Desinformação – do Cavalo de Tróia à Internet. p. 66-71. Curitiba: Editora Vila do Príncipe Ltda, 2004.

Downloads

Publicado

2009-06-30

Como Citar

GRANGEIRO, C. R. P. Discurso político: ecos de Madeira, sopros de vento(discours politique: echos de Bois, souffles de vent). Estudos da Língua(gem), [S. l.], v. 6, n. 1, p. 61-79, 2009. DOI: 10.22481/el.v6i1.1057. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1057. Acesso em: 28 set. 2021.