Marcas de concordância no caboverdiano e no português: uma visão comparativa (Brands agreement in Cabeverdean and Portuguese: a comparative view)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/el.v8i1.1121

Palavras-chave:

Morfologia, Concordância nominal, Sintagma Nominal, Caboverdiano

Resumo

Baseado em diversas investigações que se tem a respeito da marcação de concordância do português brasileiro (PB), buscamos comparar o comportamento do PB com o da língua cabo-verdiana ou o caboverdiano (CV), no que concerne aos padrões de marcação da concordância de número e gênero. Em decorrência das verificações encontradas, comparamos o comportamento do caboverdiano e do português brasileiro não-padrão, dado que as duas línguas aparentam ter um comportamento semelhante quanto aos padrões de aplicação da concordância nominal. Tomamos como fundamento as pesquisas sobre o assunto no português brasileiro (cf. SCHERRE; NARO, 1998; SCHERRE, 1994) e a pesquisa de Costa e Figueiredo Silva (2006) sobre padrões de concordância do português brasileiro e europeu. Desse modo, o objeto de nosso trabalho é realizar um mapeamento do comportamento da concordância interna ao sintagma nominal no caboverdiano (cf. CARDOSO, 2005), tendo como base de comparação a língua portuguesa.
PALAVRAS-CHAVE: Morfologia. Concordância nominal. Sintagma Nominal. Caboverdiano.

ABSTRACT
Based on some researches about the agreement processes in Brazilian Portuguese, we intend to make a comparison between BP and CV related to the patterns of nominal and gender agreement. Using the results of this study we could build a comparison between the Cabeverdian and non standard Brazilian Portuguese since these two languages reveal a similar performance related to the nominal agreement process. We adopt some researches about this nominal agreement process in Brazilian Portuguese (cf. SCHERRE; NARO 1998 and SCHERRE, 1994) and also the study made by Costa and figueiredo Silva (2006) which investigates the patterns of application of agreement in Brazilian and European Portuguese. Thus, we intend to show the nominal agreement internal to the DP in Cabeverdian (cf. CARDOSO, 2005) in comparison to the Brazilian Portuguese pattern.
KEYWORDS: Morphology; Nominal agreement; Nominal phrase; Cabeverdian.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Azevedo Floripi, Universidade de Uberlândia (UFU/Brasil)

Simone Floripi é Doutora em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (2008) com estágio sanduíche na Universidade Nova de Lisboa - Portugal (2006-2007). Atualmente é colaboradora da Universidade de São Paulo e professora Adjunto da Universidade Federal de Uberlândia. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Teoria e Análise Lingüística, Linguística Histórica e Língua Portuguesa.

Ideneida Moreno, Universidade do Cabo Verde

Ideneida Moreno é estudante de graduação em Letras da Universidade do Cabo Verde. Foi bolsista de iniciação científica Capes Brasil/Cabo-Verde na Universidade Federal de Uberlandia no ano de 2009, sob a orientação da Professora Dra Simone Floripi.

Referências

PEREIRA, D. et al. Diversidade Linguística na Escola Portuguesa. Projeto (ILTEC) Fundação Calouste Gulbenkian, 2003.
ALEXANDRE, N; SOARES, N. V. O domínio nominal em Crioulo de Cabo Verde o puzzle dos bare nouns. In: XX Encontro Nacional da Associação Portuguesa De Linguística, Lisboa, 2004.
BOLETIM OFICIAL. I série, no 11, (Cabo Verde), 16 Março, 2009.
CAMARA JR, J. M. Estrutura da Língua Portuguesa. Petrópolis: Vozes, 1980.
CARDOSO, A. J. O papel da língua materna na aquisição de uma segunda língua: o caso da língua cabo-verdiana (breve abordagem gramatical). Dissertação - Departamento de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Cabo Verde, 2005
COSTA, J.; FIGUEIREDO SILVA, M. C. Notas sobre a concordância verbal e nominal em português. Estudos Linguísticos, v. 35, p. 95-109, São Paulo, 2006.
KEHDI, V. Morfemas do Português. S. Paulo: Ática, 2000.
SCHERRE, M. M. P. Aspectos da concordância de número no português do Brasil. Revista Internacional de Língua Portuguesa (RILP). v.12, p. 37-49, 1994.
SCHERRE, M. M. P.; NARO, A. J. Sobre a concordância de número no português falado do Brasil. In: Ruffino, Giovanni (org.) Dialettologia, geolinguistica, sociolinguistica. (Atti del XXI Congresso
Internazionale di Linguistica e Filologia Romanza) Centro di Studi Filologici e Linguistici Siciliani, Universitá di Palermo. Tübingen: Max Niemeyer Verlag, v. 5, p. 509-523, 1998.
SILVA, F. V. Aspectos do parâmetro do sujeito nulo no caboverdiano – variante de santiago – e no português europeu: um esboço de análise sintáctica. Monografia. Departamento de Ciências Sociais e
Humanas da Universidade de Cabo Verde, 2009.

Downloads

Publicado

2010-06-30

Como Citar

FLORIPI, S. A.; MORENO, I. Marcas de concordância no caboverdiano e no português: uma visão comparativa (Brands agreement in Cabeverdean and Portuguese: a comparative view). Estudos da Língua(gem), [S. l.], v. 8, n. 1, p. 223-240, 2010. DOI: 10.22481/el.v8i1.1121. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1121. Acesso em: 17 set. 2021.