Os marcadores dêiticos e a produção de sentido na linguagem desviante ( Deictic markers and production of meaning in language deviant)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/el.v10i2.1199

Palavras-chave:

Linguagem, Autismo, Dêixis, Sentido

Resumo

As produções linguageiras encontradas no autismo são marcadas pela aparente desconstrução de sentidos, porém conseguem seu entendimento quando nos remetemos ao contexto único e irrepetível da enunciação, identificando os sujeitos envolvidos no ato enunciativo e os referentes na prática social. Entendemos os dêiticos como marcadores de singularidade da linguagem e elementos necessários para a construção de sentido, ao possibilitar a interação social e a constituição do sujeito autista. Apoiados na teoria da enunciação de Émile Benveniste, fomentamos discussões baseadas em dois casos clínicos fonoaudiológicos e atestamos que a partir da identificação dêitica há produção de sentido na linguagem desviante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabela Barbosa do Rêgo Barros, Universidade Católica de Pernambuco (Unicap/Brasil)

Isabela Barbosa do Rêgo Barros é doutora em Letras pela UFPB e professora assistente II do Programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem e do curso de graduação em Letras da Universidade Católica de Pernambuco, Recife – PE, onde desenvolve o projeto de pesquisa “Linguagem e Autismo: pressupostos teóricos a luz da enunciação benvenistiana”, coordena Projeto de Extensão “Autismo e outros Transtornos Invasivos do Desenvolvimento” e orienta alunos do mestrado.

Referências

BENVENISTE, E. Problemas de linguística geral I. 5 ed. Trad. Maria da Glória Novak e Maria Luisa Neri. Campinas, SP: Pontes, 2005.
BENVENISTE, E. Problemas de linguística geral II. 2a ed. Trad. Eduardo Guimarães et al. Campinas, SP: Pontes, 2006.
ELIA, L. O conceito de sujeito. 2a ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007. 80p.
FLORES, V. N. Entre o dizer e o mostrar: a transcrição como modalidade de enunciação. Organon. Linguagem e Sintoma. Porto Alegre, v.20, n.40/41, p. 61-75, 2006. Semestral.
FLORES, V. N. et al. Enunciação e gramática. São Paulo: Contexto, 2008.
FLORES, V. N. et al. Dicionário de linguística da enunciação. São Paulo: Contexto, 2009.
PALLADINO, Ruth Ramalho Ruivo. Desenvolvimento da linguagem. In: FERREIRA, Leslie P. e col. Tratado de Fonoaudiologia. São Paulo: Rocca, 2004. 1076p.
PERISSINOTO, Jacy. Conhecimentos essenciais para atender bem as crianças com autismo. São José dos Campos: Pulso, 2003.

Downloads

Publicado

2012-12-30

Como Citar

BARROS, I. B. do R. Os marcadores dêiticos e a produção de sentido na linguagem desviante ( Deictic markers and production of meaning in language deviant). Estudos da Língua(gem), [S. l.], v. 10, n. 2, p. 181-192, 2012. DOI: 10.22481/el.v10i2.1199. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1199. Acesso em: 19 set. 2021.