Linguagem, Ideologia e Psicanálise (Langage, idéologie et psychanalyse)

Autores

  • Maria Cristina Leandro Ferreira Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS/Brasil)

DOI:

https://doi.org/10.22481/el.v1i1.979

Palavras-chave:

Sujeito, Ideologia, Desejo, Linguagem, Discurso

Resumo

O artigo discute o imbricamento das três principais áreas – Lingüística, Materialismo Histórico e Psicanálise – de onde emergiu a Análise de Discurso, concebida por Michel Pêcheux. Dessa zona de confluência tão insólita, será lançado um olhar especial à noção de sujeito, como ponto nodal formado por três anéis, simbolizando uma tríplice aliança. O sujeito estaria, assim, sendo afetado simultaneamente por essas três ordens e deixando um furo em cada uma delas, como é próprio da estrutura de um ser-em-falta. O sujeito constituído pela linguagem manifesta-se como efeito de linguagem; ao ser interpelado pela ideologia como sujeito, comparece como assujeitado; e, ao ser atravessado por uma teoria não subjetiva da subjetividade, marca-se como desejante.
PALAVRAS-CHAVE: Sujeito. Ideologia. Desejo. Linguagem. Discurso.

RÉSUMÉ
L’article examine l’imbrication des trois domaines principaux – linguistique, matérialisme historique et psychanalyse – à l’origine de l’analyse de discours, conçue par Michel Pêcheux. Partant de cette rencontre si insolite, un regard particulier sera posé sur la notion de sujet en tant que point nodal formé par trois anneaux, symbole d’une triple alliance. Ainsi le sujet serait-il simultanément affecté par ces trois ordres tout en laissant un trou dans chacun d’eux, ce qui est propre à la structure d’un être-en-manque. Le sujet constitué par le langage se manifeste comme effet de langage; en étant interpellé par l’idéologie comme sujet il comparaît assujetti, et en étant traversé par une théorie non subjective de la subjectivité il se marque comme désirant.
MOTS-CLÉS: Sujet. Idéologie. Desir. Langage. Discours.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Leandro Ferreira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS/Brasil)

Maria Cristina Leandro Ferreira é doutora em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (1994). Atualmente é professor associado II da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Análise do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: análise do discurso, discurso, língua, sujeito, leitura e texto. Sua área de interesse na pesquisa mais recente tem sido a região de interface da análise do discurso com o campo da psicanálise, com atenção especial na relação entre ideologia e inconsciente. Coordena, desde 2003, o Seminário de Estudos em Análise do Discurso (SEAD), que se realiza a cada dois anos em Porto Alegre. Tem várias publicações sobre temas concernentes ao discurso e à linguagem. Em 2008, fez estágio de pós-doutorado de um ano em Paris 3, na Université de la Sorbonne Nouvelle- sob supervisão de Jean-Jacques Courtine. Durante esse período, fez contatos, participou de colóquios e recolheu material para a pesquisa em andamento - O corpo, entre o sujeito e a língua.

Referências

ELIA, L. O conceito de sujeito. Rio de Janeiro: Zahar, 2004. (Coleção de Psicanálise passo-a-passo 50). 84 p.
FERREIRA, M. C. L. Análise de Discurso e Psicanálise: uma estranha intimidade. Porto Alegre: Correio da Appoa, 2004. p. 37-52.
JORGE, M. A. C. Fundamentos da Psicanálise de Freud a Lacan. Rio de Janeiro: Zahar, 2000. 192 p.
LACAN, J. RSI, seminário inédito. Mimeografado, s/d.
ORLANDI, E. Interpretação, autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis: Vozes, 1996. 150 p.
ORLANDI, E. A Análise de Discurso e seus entremeios: notas a sua história no Brasil. Cadernos de Estudos da Linguagem. Campinas, n. 42, p. 21-40, 2002.
PÊCHEUX, M. Semântica e discurso. Uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução de Eni P. Orlandi et al. Campinas: Editora da Unicamp, 1988. Edição original: 1975.
PÊCHEUX, M. Só há causa daquilo que falha ou o inverno político francês: início de uma retificação. In: ______. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Traduzido por Eni P. Orlandi et al. Campinas: Editora da Unicamp, 1988. Anexo III, p. 293-307. Edição original: 1978.
PÊCHEUX, M. O discurso: estrutura ou acontecimento. Tradução de Eni. P. Orlandi. Campinas: Pontes, 1993. 68 p. Edição original: 1983.
SILVEIRA, P. Ideologia, indivíduo, sujeito. São Paulo: PUC, 1994. 145 p.

Downloads

Publicado

2005-06-01

Como Citar

FERREIRA, M. C. L. Linguagem, Ideologia e Psicanálise (Langage, idéologie et psychanalyse). Estudos da Língua(gem), [S. l.], v. 1, n. 1, p. 69-75, 2005. DOI: 10.22481/el.v1i1.979. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/979. Acesso em: 28 out. 2021.