O USO DO SOFTWARE HAGÁQUÊ E A LITERATURA: INCENTIVANDO A LEITURA E A PRODUÇÃO DE TEXTOS MULTIMODAIS NO ENSINO MÉDIO

Autores

  • Grasiele Silva Amorim Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (Ifto)
  • Adriana Carvalho Capuchinho Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Palavras-chave:

PALAVRAS CHAVE: Histórias em quadrinhos, Literatura, Multiletramentos, Multimodalidade, software HagáQuê

Resumo

Este trabalho analisa a utilização do Software Hagáquê, articulador interdisciplinar e transdisciplinar, no ensino-aprendizagem de leitura e produção textual, com alunos do IFTO, no interior do estado. O interesse pelo tema se deu a partir da resistência dos alunos em ler obras no currículo do Ensino Médio, e a dificuldade na escrita de textos que as sintetizem. Trabalhamos a associação do texto literário à produção de HQs como forma de subsidiar outras leituras e gerar no educando uma “sensibilidade intertextual” como base na pedagogia dos multiletramentos (COPE; KALANTZIS, 2012). A pesquisa consistiu na abordagem prática de uma experiência concreta de ensino, utilizando questionários como instrumento para coleta de dados. Observamos a importância dessa associação, em que o aluno passa a ser ativo na construção do saber. Espera-se, com esta pesquisa, contribuir para uma reflexão sobre como recursos tecnológicos podem ser facilitadores interdisciplinares e auxiliar no processo de ensino- aprendizagem.

 

Biografia do Autor

Grasiele Silva Amorim, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (Ifto)

Mestranda em Letras pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) – campus Porto Nacional. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (Ifto).

Adriana Carvalho Capuchinho, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Doutora em Estudos Linguísticos e Literários em  Língua Inglesa pela Universidade de São Paulo (Usp). Professora da Universidade Federal do Tocantins. 

Downloads

Publicado

2020-01-28