Urban expansion and environmental problems: the case of Teotônio Vilela neighborhood, Ilhéus, Bahia

Authors

DOI:

https://doi.org/10.22481/rg.v6.e2022.e10067

Keywords:

Urban expansion, Urbanization, Social and environmental problems, South of Bahia

Abstract

In the city of Ilhéus, Bahia, urban expansion processes are directly and indirectly related to social and environmental problems. From this perspective, the objective of this work is to identify the environmental impacts resulting from the urban expansion process in the Teotônio Vilela neighborhood. Therefore, the methodology consisted of a broad theoretical review, qualitative and quantitative information surveys (basic sanitation, water supply, electricity, sewage, garbage disposal) based on the 2010 census (IBGE, 2010 ), in addition, information on the spatial-temporal evolution of land use and occupation was also considered from maps of the neighborhood in the periods 2006, 2012, 2020, available from the Annual Mapping of Land Cover and Land Use Project in Brazil (MapBiomas, 2021)

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biography

Gilselia Lemos Moreira, Universidade Estadual de Santa Cruz- UESC- Bahia-Brasil

Dra. em Geografia Pela USP, Professora de Geografia da Universidade Estadual de Santa Cruz- UESC

 

References

AGUIAR, P. C. B. de; PIRES, M. de M. A região cacaueira do sul do estado da Bahia, Brasil: crise e transformação. Cuadernos de Geografía: Revista Colombiana de Geografía, [S. l.], v. 28, n. 1, p. 192-208, 2019. Disponível em: <https://revistas.unal.edu.co/index.php/rcg/article/view/67437>. Acesso em: 20 de março. 2021.

ALMEIDA, A. de C.; DE MORAES, M. E. B.. Analise do Processo de Ocupação do Manguezal no Bairro Teotônio Vilela – Ilhéus, BA. 2009. In: Simpósio Cidades Médias e Pequenas da Bahia-ISSN 2358-5293.

ALVES, E. M. O crescimento urbano do município de Bertioga inserido no debate sobre sustentabilidade ambiental. 2009. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. doi:10.11606/D.16.2009.tde-27042010-114736. Acesso em: 28 out. 2021.

BAQUEIRO, L. C. Por uma Cidade mais Humana. Revista VeraCidade, ano 7, n. 07, out. de 2011. Disponível em: <http://www.veracidade.salvador.ba.gov.br/v7/pdf/artigo4.pdf> Acesso em: 12 de jul. 2021

BATTAUS, D. M.; OLIVEIRA, E. A. B. de. O direito à cidade: urbanização excludente e a política urbana brasileira. Lua Nova: Revista de Cultura e Política, p. 81-106, 2016.

BRASIL. Conselho Nacional de Meio Ambiente. Resolução n. 303, de 20 de março de 2002. Dispõe sobre parâmetros, definições e limites de Áreas de Preservação Permanente. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 139, p. 68, 13 mai. 2002. Disponível em: <http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=299> Acesso em: 01 de fev. 2021.

BRASIL. Lei n. 12.587, de 3 de janeiro de 2012. Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 149, p. 1-3, 04 jan. 2012. Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12587.htm#art28> Acesso em: 25 de jun. 2021.

BRASIL. Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011- 2014/2012/Lei/L12651.htm>. Acesso: 4 jan. 2019.

BRASIL. Resolução CONAMA nº 1, de 23 de janeiro de 1986. Disponível em: <http://www.ima.al.gov.br/wizard/docs/RESOLU%C3%87%C3%83O%20CONAMA%20N%C2% BA001.1986.pdf >>>. Acesso em 12 jul. 2021.

BRASIL. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República Direito à moradia adequada. – Brasília: Coordenação Geral de Educação em SDH/PR, Direitos Humanos, Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, 2013. Disponível em: https://urbanismo.mppr.mp.br/arquivos/File/DH_moradia_final_internet.pdf. Acesso em: 21 jun. 2021.

COELHO. A. B. Humanizar o habitar e a cidade. Caderno do território, mar./abr. 2009. Disponível em: <http://repositorio.lnec.pt:8080/bitstream/123456789/16624/2/Caderno%20Territorio_2%20MarAbr.pdf> Acesso em: 15 de maio. 2021

DA RIN, M.; GONÇALVES, A. Plano Diretor para Remodelação e Expansão da Cidade de Ilhéus. Salvador, 1933. Disponível em: <https://nossailheus.org.br/wp-content/uploads/2016/08/plano-diretor-ilheus-1933.pdf> Acesso em: 01 de ago. 2020

DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL (DATASUS). Disponível em: https://datasus.saude.gov.br/. Acesso em: 12 de jun 2021.

FERNANDES, E. A nova ordem jurídico-urbanística no Brasil. In: FERNANDES, E.; ALFONSIN, B. (Org.). Direito Urbanístico. Estudos brasileiros e internacionais. Belo Horizonte: Del Rey, 2006.

FIDELMAN, P. I. J. Manguezais do rio Santana, Ilhéus, Bahia: caracterização do sistema. Revista de estudos ambientais, v. 3, n. 1, p. 86-94, 2001.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GONSALVES, E. P. Iniciação à pesquisa científica. Campinas, SP> Alinea, 2001.

ILHÉUS. Lei nº 3.265, de 29 de novembro de 2006. Dispõe sobre o Plano Diretor Participativo de Ilhéus e dá outras providências. Diário Oficial, Ilhéus, BA, ano 125,04 de dez. 2006. Disponível em: <https://www.ilheus.ba.gov.br/detalhe-da-legislacao/info/lei-ordinaria-3265-2006/12827> Acesso em: 12 de jun. 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censos Demográficos. 2010. Disponível em:. Acesso em: 20 de fev. 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Cidades: município de Ilhéus. 2021. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/ilheus/info>. Acesso: 28 mar. 2019.

JATOBÁ, S. U. S. Urbanização, meio ambiente e vulnerabilidade social. Boletim Regional, Urbano e Ambiental, v. 5, p. 141-148. 2011. Disponível em: < http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/5567/1/BRU_n05_urbanizacao.pdf>. Acesso em: 25 out. 2021.

JESUS, C. C. de; BUONICONTRO, L. M. S.; COSTA, S. K. Avaliação preliminar comparativa de materiais utilizados para construção de Habitações de Interesse Social na Costa do Cacau, BA. Gaia Scientia, [S. l.], v. 14, n. 2, 2020. DOI: 10.22478/ufpb.1981-1268.2020v14n2.46439. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/gaia/article/view/46439. Acesso em: 27 out. 2021.

JESUS. S et al. Expansão Urbana em Áreas de Preservação Permanente na Zona Sul de Ilhéus-BA. Geopauta, v. 3, n. 2, pp. 17-29.

LEFEVRE, H. A revolução urbana. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.

LEMOS, R. M. Manguezais em Ilhéus: o destino é virar bairro. Revista Partes, São Paulo, 02 de jan. 2007. Caderno Socioambiental. Disponível em: <https://www.partes.com.br/2007/01/02/manguezais-de-ilheus-o-destino-e-virar-bairro/> Acesso em: 31 de jun. 2021.

MARTINS, P. T. A. Análise das intervenções antrópicas no manguezal do rio Cachoeira, Ilhéus, Bahia. 2008. 85 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2008. Disponível em:<https://ri.ufs.br/handle/riufs/5618>Acesso: 15 jun de 2021.

MORAES, A. C. R. Sobre sustentabilidade e soberania. In: MORAES, A. C. R. (Org.) Geografia histórica do Brasil: capitalismo, território e periferia. 1 ed. São Paulo: Annablume, 2011. 160 p.

MOREIRA, G. L. O turismo no processo de reprodução do espaço urbano litorâneo: uma análise das transformações socioespaciais da cidade de Ilhéus no sul da Bahia a partir de 1990. 2011. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: <https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-20082012-121927/publico/2011_GilseliaLemosMoreira_VRev.pdf>. Acesso em: 20 março 2021

MOREIRA, G. L.; TREVIZAN, S. D. P. O processo de (re) produção do espaço urbano e as transformações território-ambientais: um estudo de caso. Estudos Geográficos, v. 3, n. 2, p. 78-90, 2005.

OLIVEIRA, O. M. G. A expansão urbana da cidade de Ilhéus – Bahia e a ocupação dos manguezais: O caso do bairro São Domingos. 2008. 205 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental Urbana) – Escola Politécnica. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008. Disponível em: <http://www.ppec.ufba.br/site/publicacoes/expansao-urbana-da-cidade-de-ilheus-bahia-e-ocupacao-dos-manguezais-o-caso-do-bairro> Acesso em: 05 de jan. 2020.

OLIVEIRA, O. M. G. A expansão urbana da cidade de Ilhéus – Bahia e a ocupação do manguezais: O caso do bairro São Domingos. 2008. 205 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental Urbana) – Escola Politécnica. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008. Disponível em: <http://www.ppec.ufba.br/site/publicacoes/expansao-urbana-da-cidade-de-ilheus-bahia-e-ocupacao-dos-manguezais-o-caso-do-bairro> Acesso em: 20 de abril 2021.

PEMAS - Plano Estratégico Municipal para Assentamentos Subnormais de Ilhéus. Salvador: URPLAN/ Programa Habitar Brasil/BID - Subprograma de Desenvolvimento Institucional, 2002.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS. 2019. Prefeitura discute mobilidade urbana e readequação da Central do Malhado. Prefeitura de Ilhéus, Ilhéus, 14 de jun de 2019. Disponível em: Prefeitura Municipal de Ilhéus - Prefeitura discute mobilidade urbana e readequação da Central do Malhado (ilheus.ba.gov.br). Acesso em: 28 de maio de 2021

PROJETO MAPBIOMAS – Coleção 5.0 da Série Anual de Mapas de Cobertura e Uso de Solo do Brasil. Disponível em: < https://mapbiomas.org/ > Acesso em: 06 Jul. 2021.

RODRIGUES, A. M. Desigualdades socioespaciais – a luta pelo direito à cidade. Revista cidades, v. 4, n. 6, 2007.

RODRIGUES, A. M. Moradia nas cidades brasileiras. 7 ed. São Paulo, Contexto, 1997.

SANTANA, A. F. de. Uma breve história econômica de Ilhéus: gênese, apogeu e declínio da lavoura cacaueira. In: Anais da IV Semana do Economista e IV Encontro de Egressos 07 a 10 de outubro de 2014 Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC Ilhéus – Bahia. Disponível em http://www.uesc.br/eventos/ivsemeconomista/anais/gt1-8.pdf. Acesso em 11/09/21

SANTOS, L. R.; BAITZ, E. de O. F.. Impactos ambientais em áreas urbanas da cidade de Ilhéus: uma relação entre dados pluviométricos, movimentos de massa e submoradias. Os Desafios da Geografia Física na Fronteira do Conhecimento, v. 1, p. 3775-3784, 2017 . Disponível em: https://ocs.ige.unicamp.br/ojs/sbgfa/article/view/1880 Acesso em: 13 de jul. 2021.

SANTOS, M. O espaço do cidadão. São Paulo: Edusp, 2007.

SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES SOBRE SANEAMENTO (SNIS). Disponível em: http://www.snis.gov.br/diagnostico-agua-e-esgotos Acesso em: 14 de jun 2021.

SPANGHERO, P. E. S; MOREAU, M. S; MACEDO, S. A. Bacias hidrográficas urbanas: qualidade da água e conflitos ambientais na Cidade de Ilhéus-BA. Revista GeoNorte, v. 8, n. 29, p. 134-152, 2017.Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/3522 Acesso em: 21 de maio 2021.

VIDAL, E. F. Ocupação urbana em área de manguezal: estudo de caso do bairro Teotônio Vilela no município de Ilhéus-BA. 2009. 138 f. Dissertação (Mestrado em Ciências em Engenharia Civil e Ambiental) – Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2009. Disponível em: <http://www.ppgecea.uefs.br/arquivos/File/dissertacoes/2009/Elzita_Ferreira_Vidal.pdf> Acesso em: 27 de abril. 2020

VILLAÇA, F. Espaço intra-urbano no Brasil. Studio nobel, 1998

Published

2022-04-24

How to Cite

PINTO, N. T.; MOREIRA, G. L. . Urban expansion and environmental problems: the case of Teotônio Vilela neighborhood, Ilhéus, Bahia. Geopauta, [S. l.], v. 6, p. e10067, 2022. DOI: 10.22481/rg.v6.e2022.e10067. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/10067. Acesso em: 28 may. 2022.

Issue

Section

Continuous demand articles