Geografia e trabalho; teoria e método

Autores

  • Sócrates Oliveira Menezes

DOI:

https://doi.org/10.22481/rg.v4i4.6003

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a relação entre a ciência geográfica e a categoria trabalho, objetivando as dimensões teórica e metodológica que envolve o debate. A respeito da teoria, a discussão seguiu no sentido de entender os significados do valor-trabalho e da relação sociedade natureza, bem como as possibilidades de sua inserção na análise geográfica. A respeito do método, a discussão se orientou no debate sobre a dialética e sua constituição a partir de Hegel e Marx, demonstrando como que ela é o resultado interpretativo das contradições reais estabelecidas no interior da relação capital-trabalho, própria da sociedade moderna.  Por fim, o texto conclui com um chamado à repensar a importância da centralidade do trabalho para a Geografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

COSTA, W. M. da; MORAES, A. C. R, Geografia Crítica: A Valorização do Espaço, São Paulo, HUCITEC, 1984.

GEORGE, Pierre. Populações Ativas. São Paulo; DIFEL, 1979.

HARVEY, David. A Produção Capitalista do Espaço. São Paulo: Annablume, 2005

HEGEL, G. W. F. Fenomenologia do Espírito (parte I). Petrópolis: Vozes, 2000.

LEFEBVRE, Henri. A produção do espaço. Trad. Grupo “As (im)possibilidades do urbano na metrópole contemporânea”, do Núcleo de Geografia Urbana da UFMG (do original: La production de l’espace. 4e éd. Paris: Éditions Anthropos, 2000). Primeira versão : início - fev. 2006.

LUKÁCS, Gyögy. Para uma Ontologia do Ser Social, 2. São Paulo: Boitempo, 2013.

MARX, Karl. Grundrisse: manuscritos de 1857-1858: Boitempo, 2011.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. São Paulo: Abril Cultural, 1983. v. 1, t. 1.

MORAES, Antônio Carlos Robert. Geografia, pequena história crítica. – São Paulo; HUCITEC, 2002.

MOREIRA, Ruy, “Trabalho e Movimentos Sociais no Brasil: um diálogo possível no âmbito da luta emancipatória?”, In: II Jornada sobre o Trabalho. Caderno de Textos – Centro de Estudos de Geografia do Trabalho (CEGeT), Presidente Prudente, CEGeT, 2001.

ROCHEFORT, Renée. Le Travail en Sicile: Étude de Géographie Sociale; Presses Universitaires de France, Paris, 1961.

THOMAZ Junior, Antônio, “Por Uma Geografia do trabalho”, Revista Pegada Eletrônica (Geografia), Vol. 3 (edição especial), Presidente Prudente, CEGET, 2002

VALLAUX, Camille. Les Sciences Géographiques. Paris; F. Alcan, 1929.

Downloads

Publicado

2020-12-24

Como Citar

MENEZES, S. O. Geografia e trabalho; teoria e método. Geopauta, [S. l.], v. 4, n. 4, p. 157-167, 2020. DOI: 10.22481/rg.v4i4.6003. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/6003. Acesso em: 25 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos de demanda Contínua