Da mineração à aerotropolis: platôs do capitalismo em Minas Gerais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/rg.v5i2.2021.e8203

Palavras-chave:

Aerotrópolis, Mineração, Aerotrópole Mineira, Área de Proteção Ambiental, Carste de Lagoa Santa

Resumo

O objetivo deste trabalho é contribuir para as discussões sobre o projeto desenvolvimentista e neoliberal pautado na criação de uma aerotrópolis no Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte em Minas Gerais- o Projeto Aerotrópole Mineira - e na manutenção das atividades minerárias em suas proximidades. Lógicas diferenciadas de acumulação de capital expressas num mesmo território protegido por legislação federal: a Área de Proteção Ambiental (APA) Carste de Lagoa Santa. Buscamos rastrear controvérsias entre os projetos aeroportuário e minerário e a legislação de conservação ambiental da região, apontando fissuras e caminhos de pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Claudia Silva Barbosa, Universidade Federal de Minas Gerais/ICMBIO-Belo Horizonte-Minas Gerais - Brasil

Doutoranda na Escola de Arquitetura da UFMG. Trabalha como Analista Ambiental no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio. Belo Horizonte/MG, Brasil

Natacha Silva Araújo Rena , Universidade Federal de Minas Gerais-Belo Horizonte-Minas Gerais - Brasil

Doutora em Arquitetura e Urbanismo. É Professora Associada da Escola de Arquitetura e Design da UFMG e do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da mesma universidade. Coordena o grupo de pesquisa Indisciplinar e o programa de extensão IndLab. Belo Horizonte/MG, Brasil,

Nina Lavezzo de Carvalho , Universidade Federal de Minas Gerais -Belo Horizonte-Minas Gerais - Brasil

Graduada em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. É estudante de Arquitetura e Urbanismo (UFMG), arte-educadora e artista transversal. Belo Horizonte/MG, Brasil

Referências

AGÊNCIA RMBH. Macrozoneamento. Site oficial da Agência Metropolitana da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Disponível em: http://www.agenciarmbh.mg.gov.br/macrozoneamento/. Acesso em: 15 dez. 2020.

BARRETO, A. Belo Horizonte: memória histórica e descritiva. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, Centro de Estudos Históricos e Culturais. 1996.

BH AIRPORT. Aeroporto de Confins. (2020). Disponível em https://www.bh-airport.com.br. Acesso em: 12 fev. 2021.

BRASIL. LEI Nº 5.862. Autoriza o Poder Executivo a constituir a empresa pública denominada Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - INFRAERO, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Seção 1, Brasília, DF, 13 de dez. 1972.

BRASIL. Decreto nº 9.406. Regulamenta o Decreto-Lei nº 227, de 28 de fevereiro de 1967, a Lei nº 6.567, de 24 de setembro de 1978, a Lei nº 7.805, de 18 de julho de 1989, e a Lei nº 13.575, de 26 de dezembro de 2017. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Seção 1, Brasília, DF, 12 jun. 2018.

BRASIL. Decreto nº 98.881, de 25 de janeiro de 1990. Dispõe sobre a criação de área de proteção ambiental no Estado de Minas Gerais, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Seção 1, Brasília, DF, 26 jan. 1990.

BRASIL. Agência Nacional de Mineração. Anuário Mineral Estadual - Minas Gerais. Ano Base 2015 -2016. Marina Dalla Costa et al. (Coord). Brasília: ANM. 2019.

BRASIL. Ato Declaratório Executivo nº 5, de 24 de março de 2020. Declara alfandegada a Instalação Aeroportuária localizada na Zona Primária do Aeroporto Internacional Tancredo Neves/Confins (MG) denominada Terminal Aeroporto Industrial em Belo Horizonte (TEAI-BH), e credencia a operar o Regime Especial de Entreposto Aduaneiro na Importação e na Exportação, a empresa que menciona. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Seção 1, Brasília, DF, 24 março. 2020.

CASTELLS, M. A. Sociedade em Rede. v. 1. 6 ed. São Paulo: Paz e Terra. 2002.

FREITAS. DANIEL. M. de. Campo de Poder dos Grandes Projetos Urbanos. A Região Metropolitana de Belo Horizonte: Annablume. 2017.

IBAMA - INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS; CPRM - COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS. Zoneamento Ambiental APA Carste de Lagoa Santa. Belo Horizonte: IBAMA/Fund. BIODIVERSITAS/CPRM.1998.

IPEA - INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Modelo agroexportador, política macroeconômica e a supremacia do mercado: uma visão do modelo brasileiro de exportação de commodities. 2013. Disponível em: <https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=3985>. Acesso em: 19 de maio. 2020.

KASARDA, J.; LINDSAY G. Aerotrópole: o modo como viveremos no futuro. São Paulo: DVS Editora. 2012.

KASARDA, J. Aerotropolis: business Mobility and Urban Competitiveness in the 21st Century. In: Ch. 1, Culture and Mobility. Heidelberg University Press, 2013. pp. 1-22.

KASARDA, J. Airport Cities and the Aerotropolis. 2006. Disponível em: <http://aerotropolis.com/airportcity/wp-content/uploads/2018/10/2006_07_AirportCitiesAndTheArotropolis-1.pdf>. Acesso 06 julho 2020.

MOROZOV, E. Big Tech. A ascensão dos dados e a morte da política. São Paulo: Editora Ubu. 2018.

NEVES. W. A.; PILO. L. B. O povo de Luzia. Em busca dos primeiros americanos. São Paulo: Globo. 2008.

POCHMANN, M. Capitalismo e desenvolvimento. In: Brasil sem industrialização: a herança renunciada. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2016, pp. 16-64.

SANTOS, M. Metamorfoses do espaço habitado. Fundamentos Teórico e metodológico da geografia. Hucitec.São Paulo.1988.

SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção- 4. ed. 2. reimpr. - São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo. 2006.

SCHWAB, K. A quarta revolução industrial. São Paulo: Edipro. 2019.

Publicado

2021-07-09

Como Citar

BARBOSA, C. S. .; RENA , N. S. A. .; CARVALHO , N. L. de . Da mineração à aerotropolis: platôs do capitalismo em Minas Gerais. Geopauta, [S. l.], v. 5, n. 2, p. e8203, 2021. DOI: 10.22481/rg.v5i2.2021.e8203. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/8203. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos