Expansão e valorização imobiliária na cidade de Itabaiana/SE (2000-2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/rg.v5i2.2021.e8443

Palavras-chave:

Expansão. Valorização. Atores Imobiliários.

Resumo

O espaço geográfico da cidade é uma produção coletiva, que se torna privado, (re) produzido em função de interesses, necessidades e objetivos do homem. O presente trabalho analisou a expansão e valorização imobiliária da malha urbana de Itabaiana/Se nos últimos vinte anos. Esse é trabalhado numa perspectiva empírico-analítica com foco em dados qualitativos e quantitativos. O crescimento do espaço urbano de Itabaiana teve impulso, quando do desenvolvimento econômico-industrial e da abertura da BR-235. No século XXI, Itabaiana já conta com um aglomerado urbano consolidado e em constante mutação, a partir da ação de promotores imobiliários, que justificam o fato de uma cidade nascer como obra histórica e humana, advindo de necessidades, desejos e aspirações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Diana Mendonça de Carvalho , Universidade Federal de Sergipe - UFS- São Cristóvão- Sergipe - BRASIL

PhD from the Postgraduate Program in Geography (PPGEO)/Federal University of Sergipe (UFS) – Brazil, dianamendoncadecarvalho@gmail.com

José Eloízio da Costa , Universidade Federal de Sergipe-UFS - São Cristóvão- Sergipe- Brasil

Tcheach at the Postgraduate Program in Geography (PPGEO)/Federal University of Sergipe (UFS) – Brazil, 

Referências

BONDUKI, Nabil Georges. Origens da habitação social no Brasil. Arquitetura moderna, Lei do Inquilinato e difusão da casa própria. Estação Liberdade, FAPESP, São Paulo, 1998.

BOTEGA, Leonardo. De Vargas a Collor: urbanização e política habitacional no Brasil. Espaço Plural, Paraná, n. 17, p. 66-72, Ano VIII. 2º semestre de 2007.

CARLOS, A. F. A. A Cidade. Ed. Contexto. São Paulo, 1997.

CARLOS, A. F. A. A (Re)Produção do Espaço Urbano. Editora da Universidade de São Paulo (USP). São Paulo. 1994.

CARVALHO, D. M. O processo de valorização do espaço urbano de Itabaiana (1975-2005). PIBIC/CNPq, 2005/2006.

CARVALHO, V. S. A República Velha em Itabaiana. Fundação Oviêdo Texeira. Aracaju, 2000.

CORRÊA, R. L. O Espaço Urbano. Editora Ática. 1989.

IBGE. Domicílios Resultado para o conjunto da Unidade da Federação. Censo Demográfico. Rio de Janeiro, 1970.

IBGE. Itabaiana. 2018. Disponível em < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/se/itabaiana/panorama>. Acesso em 01 abr. 2018.

LEFEBVRE, H. A revolução urbana. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999.

LEFEBVRE, H. Espaço e Política. Belo Horizonte: EFMG, 2008.

RUFIN, G. R. e BOLFE, S. A. O desenvolvimento da habitação social no Brasil. Ciência e Natura. Santa Maria, v. 36 n. 2 mai-ago. 2014, p. 201–213. Revista do Centro de Ciências Naturais e Exatas – UFSM. Disponível em < http://oaji.net/articles/2017/1602-1487076445.pdf>. Acesso em 20 mar. 2018.

SANTOS, M. Metamorfose do espaço habitado. São Paulo: Ed. USP, 2012.

SANTOS, M. A urbanização Brasileira. São Paulo: Ed. USP, 2005.

SANTOS, R. S. Miséria em Itabaiana: Uma Questão Aparente ou Inexistente? Itabaiana, 2003.

Publicado

2021-07-09

Como Citar

CARVALHO , D. M. de .; COSTA , J. E. da . Expansão e valorização imobiliária na cidade de Itabaiana/SE (2000-2020). Geopauta, [S. l.], v. 5, n. 2, p. e8443, 2021. DOI: 10.22481/rg.v5i2.2021.e8443. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/8443. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos