UNIVERSIDADES COMO ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO BASEADOS EM FLUXOS DE CONHECIMENTO

Autores

  • José Roberto Branco Ramos Filho Universidade Federal do Oeste do Pará – Brasil / Universidade Nova de Lisboa – Portugal
  • Celson Pantoja Lima Universidade Federal do Oeste do Pará – Brasil

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxis.v14i27.2921

Palavras-chave:

Palavras-chave: Ecossistemas de inovação. Modelos multiagentes. Inovação na educação.

Resumo

O presente artigo apresenta a simulação do comportamento de indivíduos em um ambiente universitário expostos a um ambiente estável e a um ambiente em constante mudança para avaliar a evolução de sua motivação em aprender e adotar novas práticas pedagógicas. Para tanto, foi utilizada a adaptação de um modelo computacional de ecossistema de inovação baseado em fluxos de conhecimento implementado usando o paradigma de simulação multiagentes.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Roberto Branco Ramos Filho, Universidade Federal do Oeste do Pará – Brasil / Universidade Nova de Lisboa – Portugal

 

 

 

 

Celson Pantoja Lima, Universidade Federal do Oeste do Pará – Brasil

 

 

Downloads

Publicado

2018-03-06

Como Citar

RAMOS FILHO, J. R. B.; LIMA, C. P. UNIVERSIDADES COMO ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO BASEADOS EM FLUXOS DE CONHECIMENTO. Práxis Educacional, [S. l.], v. 14, n. 27, 2018. DOI: 10.22481/praxis.v14i27.2921. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/2921. Acesso em: 26 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos