TAREFA MATEMÁTICA PARA EDUCAÇÃO FINANCEIRA: UMA DISCUSSÃO À LUZ DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA REALÍSTICA.

Autores

  • Daniela Harmuch
  • Marcele Tavares Mendes

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxis.v14i29.4117

Resumo

Neste artigo apresentamos uma discussão a respeito do desenvolvimento de competências e objetivos da Educação Financeira a partir de uma tarefa que suscita a utilização de ideias matemáticas. A discussão aqui provocada é um recorte de uma pesquisa de mestrado, de natureza qualitativa de cunho interpretativo, a qual buscou elaborar, aplicar e discutir uma Sequência de Tarefas para uma Educação Financeira à luz da abordagem de ensino Educação Matemática Realística. Em particular, a tarefa analisada envolve contextos em que é preciso realizar cálculos envolvendo porcentagens para tomadas de decisão e escolhas conscientes. As nossas reflexões são subsidiadas pela análise de áudios e da produção escrita de alunos de uma instituição filantrópica da cidade de Londrina-PR, em oficinas de aprendizagem desenvolvidas no segundo semestre de 2016. Em nossa análise, pudemos inferir que a matemática se comportou como um meio de organizar situações da Educação Financeira e que os contextos envolvidos, como a condução do desenvolvimento da discussão da tarefa, favoreceram aos alunos desenvolver competências da Educação Financeira apresentadas nos documentos do Enef e nas diretrizes nacionais de educação, assim como competências de um sujeito matematicamente letrado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2018-08-06

Como Citar

HARMUCH, D.; MENDES, M. T. TAREFA MATEMÁTICA PARA EDUCAÇÃO FINANCEIRA: UMA DISCUSSÃO À LUZ DA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA REALÍSTICA. Práxis Educacional, [S. l.], v. 14, n. 29, p. 366-383, 2018. DOI: 10.22481/praxis.v14i29.4117. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4117. Acesso em: 3 dez. 2021.