Formação de educadores de jovens e adultos: realidade, desafios e perspectivas atuais

Autores

  • Tania Maria de Melo Moura

Resumo

Esse texto é fruto de nossas reflexões como pesquisadora, professora e formadora de professores. Tem como objetivo principal problematizar sobre a temática da formação de educadores que atuam na educação escolar de jovens e adultos. Para efeito didático, mas ao mesmo tempo conceitual, dividiremos nossa reflexão em quatro pontos: em primeiro lugar trazemos a discussão sobre o tratamento que o Estado Brasileiro vem dando à formação e à carreira dos professores da Educação de Jovens e Adultos ao longo do processo histórico, em relação às políticas públicas, ao arcabouço legal e ao currículo; um segundo ponto refere-se aos “movimentos” que vêm emergindo, a partir da década de 1990, no sentido de dar um novo norte à modalidade; num  terceiro ponto tratado denunciamos o "silêncio permitido" das instituições formadoras e das instituições mantenedoras da modalidade em torno da formação inicial e continuada; e finalmente pontuamos alguns desafios e perspectivas em torno da temática em estudo. Esperamos que essas questões possam se constituir em elementos de um diálogo que premita, de forma coletiva, repensarmos nossas "verdades" e vislumbrarmos novos horizontes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

de Melo Moura, T. M. (2010). Formação de educadores de jovens e adultos: realidade, desafios e perspectivas atuais. Práxis Educacional, 5(7), 45-72. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/601