UMA ANÁLISE TRANSDISCIPLINAR SOBRE BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DE DIVERSAS REGIÕES DO BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i37.6024

Palavras-chave:

Transdisciplinaridade, Brincadeiras, Território do Brincar

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa financiada pelo CNPq que teve por objetivo investigar vivências transdisciplinares, por meio de brinquedos e brincadeiras registrados em vídeos documentários do Programa Território do Brincar. Adotou-se para esta investigação a perspectiva de transdisciplinaridade defendida por Basarab Nicolescu (1999), sendo a análise dos dados orientada com base nos três pilares da metodologia transdisciplinar proposta por Nicolescu, a saber: os diferentes níveis de realidade, a lógica do terceiro termo incluído e a complexidade. Com relação aos procedimentos metodológicos, fez-se opção pela abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada por meio da análise documental. Para a análise dos dados, fez-se uso da técnica de análise de conteúdo temático- categorial. Os resultados permitiram concluir que os brinquedos e as brincadeiras analisadas proporcionaram às crianças vivências transdisciplinares na perspectiva da alteridade e do respeito ao pensamento do outro (lógica do terceiro termo incluído). Identificou-se, também, uma polissemia dos símbolos e diferentes vivências, convivências e aprendizagens (diferentes níveis de realidade) e uma conjugação de esforços no ato de brincar por meio do princípio dialógico (complexidade).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria de Fátima Gomes da Silva, Universidade de Pernambuco - Brasil

Doutora em Ciências da Educação pela Universidade do Porto; Professora Adjunta da Universidade de Pernambuco - Brasil; Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Pernambuco e do Programa de Mestrado em Gestão do Desenvolvimento Local Sustentável da Faculdade de Ciências da Administração e Direito - FCAP-UPE. Líder do Grupo de Pesquisas Interdisciplinares em Formação de Professores, Política e Gestão Educacional e do Grupo de Pesquisas: O lugar da interdisciplinaridade no discurso de Paulo Freire.

Iolanda Mendonça de Santana, Rede Municipal de Ensino de Macaparana - Brasil

Mestra em Educação pela Universidade de Pernambuco - UPE; Professora da Educação Básica da Rede Municipal de Ensino de Macaparana-PE. Pesquisadora do Grupo de Pesquisas Interdisciplinares em Formação de Professores, Política e Gestão Educacional UPE, Campus Mata Norte

Carla Fernanda Silva do Prado, Universidade de Pernambuco - Brasil

Graduanda em Pedagogia na Universidade de Pernambuco, Campus Mata Norte; Bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq. Pesquisadora do Grupo de Pesquisas Interdisciplinares em Formação de Professores, Política e Gestão Educacional UPE, Campus Mata Norte.

Referências

CANDA, Cilene Nascimento; SOARES, Leila da Franca; ZEN, Giovana Cristina. Vozes, Sentidos e Experiências na Extensão Universitária: o que dizem as crianças sobre o Brincar. Práxis Educacional, Vitória da Conquista – Bahia - Brasil, v. 14 n. 30, p. 415-435, out./dez. 2018. Disponível em: http://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/4375> Acesso em: 11 set. 2019.

FRANKIV, Marianna Angonese; DOMINGUES, Soraya Corrêa. Desinteresse e Proposições para Escola Atual: Contribuições do Pensamento Complexo. Tempos e Espaços em Educação, São Cristóvão, Sergipe, Brasil, v. 9, n. 19, p. 113-128, mai./ago. 2016.Disponível em:https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/5600/4616> Acesso em: 09 set. 2019.

FOLLMANN, J. I. O desafio transdisciplinar: alguns apontamentos. Ciências Sociais Unisinos. Porto Alegre, v. 41, n. 1, p. 53-57, Jan/Abr. 2005.

GODOY, A. S. A pesquisa qualitativa e sua utilização em administração de empresas. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n. 4, p.65-71, Jul./Ago. 1995.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MARTINS, M.; LECHUGO, C. P.; GOERGEN, P. Transdisciplinaridade: discurso ou realidade? In: CONGRESO LATINOAMERICANO DE FILOSOFÍA DE LA EDUCACIÓN, 2., 2013, Montevideo. Anais… Montevideo: Universidad de la República, 2013, p. 36-47. In: PARENTE, Nathália Prado Oliveira; NOVAIS, Jaílson Santos de. Conceitos de Interdisciplinaridade Segundo Professoras(Es) de Ciências em Santarém – Pará. Exitus, Santarém/PA, Vol. 7, N° 2, p. 217-236, Maio/Ago 2017. Disponível em: http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/308> Acesso em: 10 set. 2019

MERLEAU-PONTY, M. Phénoménologie de La perception. Paris: Gallimard, 1945.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Instituto Piaget, 1991.

NICOLESCU, Basarab. O Manifesto da Transdisciplinaridade. Triom: São Paulo, 1999.

PÁDUA, E.M.M. Metodologia da pesquisa: abordagem teórico-prática. 2. ed. São Paulo: Papirus,1997

PENA, Alexandra Coelho. Formação de Professores de Educação Infantil: Memória, Narrativa e Inteireza. Educação & Formação, Fortaleza, v. 2, n. 4, p. 72-86, jan./abr. 2017.Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/redufor/article/view/124>Acesso em: 13 set. 2019.

PROGRAMA TERRITÓRIO DO BRINCAR. O Programa. Página inicial. Disponível em: <https://territoriodobrincar.com.br/o-projeto/>. Acesso em 10 de jul. de 2019.

RODRIGUES, Maria Lúcia. Caminhos da Transdisciplinaridade: fugindo a injunções lineares. 2018. Disponível em: <http://www.nemesscomplex.com.br/conteudos?id=22/caminhos_da_transdisciplinaridade_-_fugindo_a_injuncoes_lineares>. Acesso em: 18 jul. 2019.

SANTOS, Akiko. Didática sob a ótica do pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2004.

SANTOS, Akiko; SANTOS, Ana Cristina S; CHIQUIERI, Ana Maria C. A dialógica de Edgar Morin e o terceiro incluído de Basarab Nicolescu: uma nova maneira de olhar e interagir com o mundo. III EDIPE – Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino, 2009. Disponível em: <http://www2.unucseh.ueg.br/ceped/edipe/anais/IIIedipe/pdfs/4_conferencias/conf_a_dialogica_de_edgar_morin.pdf>. Acesso em: 10 jul. 2019.

SILVA, Maria de Fátima Gomes. Para uma ressignificação da interdisciplinaridade na Gestão dos Currículos em Portugal e no Brasil. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian Fundação para a Ciência e Tecnologia, 2009.

Downloads

Publicado

2020-01-01

Como Citar

DA SILVA, M. de F. G.; DE SANTANA, I. M.; DO PRADO, C. F. S. UMA ANÁLISE TRANSDISCIPLINAR SOBRE BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DE DIVERSAS REGIÕES DO BRASIL. Práxis Educacional, [S. l.], v. 16, n. 37, p. 108-132, 2020. DOI: 10.22481/praxisedu.v16i37.6024. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/6024. Acesso em: 26 jun. 2022.