STUDY ABOUT THE APPRECIATION OF TEACHING FROM THE CONTINUOUS TRAINING OF TEACHERS WHO WORK IN ELEMENTARY EDUCATION IN THE PUBLIC AND PRIVATE NETWORK OF SERGIPE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i39.6382

Palavras-chave:

Educação Continuada, Educação Básica, Ensino, Valorização Profissional

Resumo

A busca pela valorização do profissional docente compreende o enriquecimento de suas competências que se dá através da formação continuada, aumentando os atributos do professor em exercício bem como uma melhor qualidade de ensino no processo ensino-aprendizagem. O objetivo desse estudo foi obter um parâmetro entre os professores da rede pública e rede privada do estado de Sergipe sobre as dificuldades, impedimentos e as iniciativas pessoais para a busca da formação continuada. Para obter dados e resultados, optamos pelo método descritivo qualitativo e utilizamos como instrumento de pesquisa o questionário com perguntas objetivas e subjetivas, que alcançou sessenta docentes de ambas as redes de ensino. Os resultados apontaram que devido à falta de tempo disponível, à sobrecarga de responsabilidade, extensa jornada de trabalho, entre outros são as atuais provocações e impedimentos a superar. Os entrevistados em sua maioria apontaram que buscam por iniciativa própria atualizar-se principalmente através de palestras, cursos de capacitação, seminários, encontros, congressos e cursos de aperfeiçoamento; sendo os cursos a distância, colóquios e programas os menos procurados. As modalidades de formação continuada apontados como mais eficientes foram os cursos de aperfeiçoamento e os cursos de capacitação. É necessário, portanto a constante reflexão, a busca por novos conhecimentos e competências para melhor qualificar e valorizar o profissional docente, potencializando o ensino ao nível de qualidade na educação escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Anselmo Menezes Santos, Universidade Federal de Sergipe – Brasil

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Sergipe. Professor Associado do Departamento de Educação Física da UFS-Brasil. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFS. Coordenador do grupo de pesquisa Formação e Atuação de Educadores - INTERAÇÃO.

Sirleia Pereira Silva Gomes, Universidade Federal de Sergipe – Brasil

Graduação em História pela Universidade Tiradentes (UNIT). Graduada em Educação Física Licenciatura na Universidade Federal de Sergipe (UFS).. Participante do Grupo de Pesquisa INTERAÇÃO - Formação e Atuação de Professores - (UFS). Ex-participante do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID/UFS) 2016.

Jorge Luis Santana Luduvice, Universidade Federal de Sergipe – Brasil

Mestrando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe PPGED/UFS. Especialista em Metodologia do Ensino de Artes pela UNINTER. Licenciado em Música pela Universidade Federal de Sergipe. Professor de Artes da educação básica da rede estadual de Sergipe. Professor de música do Conservatório de Música de Sergipe. Integrante do grupo de pesquisa Formação e Atuação de Educadores – INTERAÇÃO-UFS.

Referências

ALTENFELDER, A. H. (2005). Desafios e tendências em formação continuada. Constr. psicopedagogia. Instituto Sedes Sapientiae, São Paulo, 2005, v. 13, n. 10.. (não possui doi).
ALVARADO-PRADA, L. E., Freitas, T. C., & Freitas, C. A.. Continuing teacher education: some concepts, interests, needs and proposals. IN: Revista Diálogo Educacional., Curitiba, 2010, v. 10, n. 30, p. 367-387, maio/ago. doi: 10.7213/dialogo.educ.14.041.DS01
BENINI, A. L.; MELCHIOR, M.. Contexto histórico e reflexões a respeito da formação continuada de professores (p. 57-64) – In: Formação inicial e continuada na perspectiva da qualidade em educação [recurso eletrônico]/Doris Pires Vargas Bolzan, Ana Carla Hollweg Powaczuk (organizadoras). – Santa Maria, RS: UFSM, Centro de Educação, 2014. 1 e-book - ISBN: 978-856112841-8
BRASIL. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União. Brasília, DF, v. 134, n. 248, p. 27833-841, 23 dez. 1996.
BRASIL. PARECER CNE/CP 9/2001 - HOMOLOGADO Despacho do Ministro em 17/1/2002, publicado no Diário Oficial da União de 18/1/2002, Seção 1, p. 31.
CASTELO BRANCO, Amanda Leal, BONTEMPO, Gínia Cezar, SARAIVA Ana Claudia Lopes Chequer.3A atratividade da carreira docente no Brasil: concepções de licenciados em Ciências Biológicas. Revista Tempos e Espaços em Educação, São Cristóvão, Sergipe, Brasil, v. 9, n. 20, p. 11-26, set./dez. 2016.
CUNHA, M. I. da. O professor e a sua prática. Campinas, São Paulo: Papirus, 1989 (Coleção Magistério Formação e trabalho pedagógico).
FRANCISCO, Imbernon. Qualidade de ensino e formação do professorado: uma mudança necessária. São Paulo: Cortez, 2016.
GATTI, Bernardete Angelina. BARRETO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.
GROSCH, Maria Selma. Ação humana, atividade docente e formação continuada de professores: perspectivas a partir do pensamento de Hannah Arendt. Revista Tempos e Espaços em Educação, São Cristóvão, Sergipe, Brasil, v. 11, n. 25, p. 71-82 abr./jun. 2018.
JACOMINI, M. A., & Penna, M. G. de O.. Carreira docente e valorização do magistério: condições de trabalho e desenvolvimento profissional. Revista Proposições, 2016 V. 27, N. 2 (80), maio/ago. doi.org/10.1590/1980-6248-2015-0022.
MAGELA, Geraldo. Formação de Formadores em Comunidade de Aprendizagem: reflexões do percurso formativo - Aprendizagem Dialógica: base para uma gestão eficaz da sala de aula. (Comunidade de aprendizagem). Disponível em: <https://www.comunidadedeaprendizagem.com/uploads/materials/358/713ff8132a2db318705970f7aefbe2a0.pdf> Acesso em 14 abril. 2018.
NÓVOA, António. Profissão Professor. 2ª ed. Porto: Porto Editora, 1999.
NÓVOA, António. New provisions of teachers: The school as a place of formation ; Adaptation of a conference given at the II Marist Education Congress of Salvador (Bahia, Brazil) in July 2003.Disponível em: <https://core.ac.uk/download/pdf/12421028.pdf>. Acesso em: 12 mar. 2018.
OLIVEIRA, Jane Cordeiro de Formação continuada docente: avanços e dilemas na visão dos coordenadores pedagógicos. Revista Práxis Educacional, Vitória da Conquista – Bahia – Brasil, v. 15, n. 34, p. 13-31, Edição Especial, 2019.
PEREIRA JUNIOR, Edmilson Antonio, Vieira, Lívia Fraga. Condições de trabalho docente: a produção acadêmica brasileira da área da educação. Revista Práxis Educacional, Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, v. 14, n. 30, p. 247-270, out./dez. 2018.
PERRENOUD, Philippe. Ensinar: agir na urgência, decidir na incerteza. Trad. Cláudia Schilling 2ª ed. Porto alegre: Artmed, 2001.
PERRENOUD, Philippe. Formação de professores profissionais: Quais estratégias? Quais competências? 2ª ed. Porto Alegre: ARTMED, 2001.
ROMANOWSKI, Joana Paulin. Formação e profissionalização docente. 3 ed. rev. E atual. Curitiba: Ibpex, 2007.
ROMANOWSKI, Joana Paulin. Tendências da pesquisa em formação de professores. ATOS DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO - PPGE/ME. Santa Catarina, v.8, n.2, p. 479-499, maio./ago. 2013.
SHÖN, Donald A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. (Trad.). Roberto C. Costa – Porto Alegre: Artmed, 2000.
VAGULA, Edilaine. O professor PDE e os desafios da escola pública paranaense. Londrina, Paraná: 2007 - Produção Didático-Pedagógica Volume II, Versão Online ISBN 978-85-8015-038-4 Cadernos PDE
VOLI, F.. A autoestima do professor – Manual de reflexão e ação educativa. Tradução de Yvone Maria de C. T. da Silva. 2 ed. São Paulo: Edições Loyola, 1998.
WEBER, S. O plano nacional de educação e a valorização docente: confluência do debate nacional. Caderno Cedes, Campinas, 2015 v. 35, n. 97, p. 495-515, set.-dez. DOI: 10.1590/CC0101-32622015150375

Downloads

Publicado

2020-04-01

Como Citar

Santos, L. A. M., Silva Gomes, S. P., & Luduvice, J. L. S. (2020). STUDY ABOUT THE APPRECIATION OF TEACHING FROM THE CONTINUOUS TRAINING OF TEACHERS WHO WORK IN ELEMENTARY EDUCATION IN THE PUBLIC AND PRIVATE NETWORK OF SERGIPE. Práxis Educacional, 16(39), 356-378. https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i39.6382