PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DO DESENVOLVIMENTO LOCAL: O LEGAL E O REAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/rpe.v16i43.6517

Palavras-chave:

Plano Municipal de Educação, Regime de Colaboração, Sistema Municipal de Educação

Resumo

Este trabalho é um recorte da dissertação vinculada à linha de pesquisa Política e Gestão da Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação (POSEDUC), da Faculdade de Educação (UERN). Sua temática interliga aspectos da organização, do funcionamento e da gestão da educação básica no âmbito municipal, com recorte temporal de 1988 a 2008. Objetiva analisar as políticas e ações que contribuem para a organização do Sistema Municipal de Educação (SME) em Jardim do Seridó-RN, com ênfase no Plano Municipal de Educação, inserido no regime de colaboração entre União, estados, municípios e Distrito Federal, para a consolidação de uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade. Os procedimentos metodológicos deste trabalho incluem revisão da literatura associada à pesquisa documental em instrumentos constitucionais e legais, como: Constituição Federal de 1988, Legislação Educacional Brasileira (LDB 9.394/1996), Planos Nacionais de Educação, Emenda Constitucional n. 53/2006 e Lei 11.494/2007, que criou e regulamentou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), bem como leis e documentos municipais. Evidencia-se que a Emenda Constitucional 95/2016 inviabiliza a consolidação do Plano Municipal de Educação e respectivamente seus sistemas de ensino. É fundamental reconhecer que a efetivação dos Planos Municipais de Educação requer apoio técnico e, sobretudo, financeiro por parte da União e dos estados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marecilda Bezerra Araujo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte – Brasil

Doutoranda, Universidade Federal do Rio Grand do Norte (UFRN); Prefeitura Municipal de Jardim do Seridó-RN e Parelhas-RN, Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação.

Arilene Soares Medeiros, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSC), Professora adjunto da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) - Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação (POSEDUC).

 

Referências

ABICALIL, Carlos (org.). Sistema Nacional de Educação: Legislação Educacional Brasileira.

Manual de orientação. Brasília: MEC, 2014. 90 p.

ABRÚCIO, Fernando L. A dinâmica federativa da educação brasileira: diagnóstico e proposta de aperfeiçoamento. In: OLIVEIRA, R. P.; SANTANA, W. (org). Educação e Federalismo no Brasil: combater as desigualdades, garantir a diversidade. Brasília: Unesco, 2010, p. 39-70.

ARAÚJO, Gilda C. Políticas Educacionais e Estado Federativo: conceitos e debates sobre a relação entre Município, Federação e educação no Brasil. Curitiba: Appris, 2013.

ARRETCHE, M. Federalismo e Igualdade Territorial: uma contradição em termos. Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 53, n. 3, p. 587-620, 2010.

ASSUMPÇÃO, Eracilda. Plano municipal de Educação: Da intenção à ação. In: WERLE. Flávia. O. C. Sistema Municipal de Ensino e o Regime de Colaboração. Ijuí: Ed. Unijuí, 2006. p. 137-153.

AZEVEDO, Janete M. Implicações da nova lógica de ação do estado para a educação municipal. Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 80, set. 2002.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em: 21 nov. 2017.

______. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 23 de dez. 1996. Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em: 03 abr. 2017.

______. Lei n. 010172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/. Acesso em: 09 jan. 2017.

______. Lei n. 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, de que trata o art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/. Acesso em: 09 jan. 2017.

CURY, Carlos R. A Educação Básica no Brasil. Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 80, p. 168-200, 2002.

______. Federalismo político e educacional. In: FERREIRA, Naura S. (org.). Políticas públicas e gestão da educação. Brasília: Líber Livro, 2007.

______. Por um Plano Nacional de Educação: Nacional, Federativo, Democrático e efetivo. Revista Brasileira de Política e Administração Educacional, Porto Alegre, v. 25, n. 1, p. 13- 30, jan./abr. 2009.

DALLARI, Dalmo. A. Elementos de Teoria Geral do Estado. 24. ed. São Paulo: Saraiva, 2003.

DIAS, Cibele F. Federalismo cooperativo no Brasil: da Constituição de 1988 aos sistemas de políticas públicas. 2010, f. 210 Tese (Doutorado) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getulio Vargas.

______ Federalismo brasileiro entre avanços e retrocessos. RIDB, ano 2, n. 10, p. 1851-10871, 2013. Disponível em: https://www.cidp.pt/publicacoes/revistas/ridb/2013/10/2013_10_10851_10871. Acesso em: 17 maio 2018.

DOURADO, Luiz F. (org.). Plano Nacional de Educação (2011-2020): avaliação e perspectivas. Goiânia: Ed. UFG; Belo Horizonte: Autentica, 2011.

MEDEIROS, Arilene M. Federalismo e políticas educacionais. Um olhar a partir da democratização da gestão. In: CASTRO, Alda M.; FRANÇA, Magna. Pós-graduação e a produção do conhecimento: a educação nas regiões Norte e Nordeste. Natal: EDUFRN, 2015. p. 99-107.

OLIVEIRA, Dalila A. Das políticas de governo à política de Estado: reflexões sobre a atual agenda educacional brasileira. Educação & Sociedade, Campinas, v. 32, n. 115, p. 323-337, abr./jun. 2011.

OLIVEIRA, João F. A Função Social da Educação e da Educação Pública: tensões, desafios e perspectivas. In: FERREIRA Eliza B.; OLIVEIRA, Dalila A. Crise da Escola e Políticas Educativas. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

SAVIANI, Demerval. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2007. 472p.

______. Educação brasileira: estrutura e sistema. 10. ed. Campinas: Autores Associados, 2008.

SOUZA, Celina. Federalismo, Desenho Constitucional e Instituições Federativas no Brasil Pós- 1988. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, n. 24, p. 105-121, jun. 2005.

VIEIRA, Sofia L. Poder local e educação no Brasil: dimensões e tensões. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Porto Alegre, v. 27, n. 1, p. 123-133, jan./abr. 2011.

WERLE, Flavia O. Contexto Histórico e Atual das Políticas Educativas: autonomia e regime de colaboração. In: WERLE, Flávia O. Sistema Municipal de Ensino e o Regime de Colaboração. Ijuí: Ed. Unijuí, 2006. p. 23-53.

WERLE, Flavia O.; THUM, Adriane B.; ANDRADE, Alenis C. O sistema municipal de ensino e suas implicações para a atuação do Conselho Municipal de Educação. Revista Brasileira de Política e Administração Educacional, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 79-109, jan./abr. 2008.

Downloads

Publicado

2020-12-01

Como Citar

Araujo, M. B., & Medeiros, A. S. (2020). PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DO DESENVOLVIMENTO LOCAL: O LEGAL E O REAL. Práxis Educacional, 16(43), 319-342. https://doi.org/10.22481/rpe.v16i43.6517