A GAMIFICAÇÃO E OS DISPOSITIVOS DIGITAIS NO ENSINO SECUNDÁRIO EM BRAGA, PORTUGAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v16i41.7264

Resumo

Na contemporaneidade os alunos que vivenciam as culturas digitais estão acostumados ao ciberespaço, a instantaneidade das redes sociais, a ludicidade dos jogos digitais e a busca por informação na Internet. No entanto, na sala de aula percebe-se a falta de motivação e de engajamento dos alunos, especialmente pela ausência de práticas pedagógicas em contextos digitais. Neste sentido, o artigo tem como propósito apresentar pistas de como a gamificação e os dispositivos digitais proporcionam a imersão das culturas digitais na sala de aula. De natureza qualitativa, o estudo analisou entrevistas realizadas com alunos que vivenciaram o uso da gamificação e dos dispositivos digitais nas aulas de Português de uma escola pública de ensino secundário em Portugal. Os relatos dos sujeitos demonstraram que os dispositivos utilizados favoreceram a interação e a comunicação entre professor- aluno-aluno, proporcionaram o envolvimento dos alunos nas atividades e contribuíram para a inovação, a criatividade e o trabalho em equipe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Gilson Pereira dos Santos Júnior, Instituto Federal de Sergipe – Brasil

Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe (PPGEd/UFS) - Brasil; Professor Efetivo do Instituto Federal de Sergipe (IFS) - Brasil; Membro do Grupo de Pesquisa em Educação e Culturas Digitais (ECult/UFS/CNPq) e membro do Grupo de Pesquisa no Desenvolvimento de Ferramentas Computacionais e Estratégias Educacionais (GRUFEE/IFS/CNPq).

Paula Escudeiro, Instituto Politécnico do Porto – Portugal

Doutora em Informática, na especialidade de Sistemas e Tecnologias da Informação na Educação pelo Instituto Politécnico do Porto (IPP) - Portugal; Professora Adjunto do Instituto Superior de Engenharia do Porto do Instituto Politécnico do Porto (ISEP/IPP), no Departamento de Engenharia Informática - Portugal; Diretora de curso da Pós Graduação em Tecnologias e Informática Aplicadas à Educação; Diretora do grupo de investigação Games, Interaction and Learning Technologies (GILT).

Adelina Moura, Escola Secundária Carlos Amarante – Portugal

Doutora em Ciências da Educação, na especialidade de Tecnologia Educativa, na Universidade do Minho – Portugal; Professora do ensino básico e secundário, tutora de cursos de formação a distância do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua - e formadora da formação contínua de professores, em didáticas específicas (Português e Francês) e tecnologia educativa – Portugal; Membro do grupo de investigação Games, Interaction and Learning Technologies (GILT) do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), Portugal, e membro do grupo de investigação Laboratório de Tecnologia Educativa(LabTE), da Universidade de Coimbra, Portugal.

Simone Lucena, Universidade Federal de Sergipe – Brasil

Pós-doutora em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPEd/UERJ) e Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA); Professora do Departamento de Educação da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Campus Prof. Alberto Carvalho, e Professora permanente do Programa de Pós- graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe (PPGEd/UFS); Líder do Grupo de Pesquisa em Educação e Culturas Digitais (ECult/UFS/CNPq).

Downloads

Publicado

2020-09-07

Como Citar

DOS SANTOS JÚNIOR, G. P.; ESCUDEIRO, P.; MOURA, A.; LUCENA, S. A GAMIFICAÇÃO E OS DISPOSITIVOS DIGITAIS NO ENSINO SECUNDÁRIO EM BRAGA, PORTUGAL. Práxis Educacional, [S. l.], v. 16, n. 41, p. 278-298, 2020. DOI: 10.22481/praxisedu.v16i41.7264. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/7264. Acesso em: 30 nov. 2021.