A crise do magistério público brasileiro no século XXI: repercussões na identidade do professor da educação básica

Autores

  • Hamilton Perninck Vieira
  • Maria Marina Dias Cavalcante

Palavras-chave:

Escola pública no Brasil, Profissão docente, Valorização do magistério

Resumo

O problema desta pesquisa decorre das reflexões sobre a desvalorização do magistério no Brasil e funda-se historicamente na má remuneração e banalização da profissão docente. O pressuposto é de que o (re) desenho do magistério passa por políticas públicas de valorização e reconhecimento da relevância social do ser professor. A indagação orientadora aponta para a seguinte questão: em que situação sócio-histórica se encontra o magistério público brasileiro na educação básica no século XXI e que caminhos podem ser percorridos na direção do (re) desenho do cenário atual? A metodologia utilizada apoia-se na abordagem qualitativa, operacionalizada mediante questionário aberto e semiestruturado. Os resultados da pesquisa priorizem a qualidade atrelada à quantidade, fazendo com que as pessoas sejam mais importantes do que as estruturas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-06-15

Como Citar

VIEIRA, H. P.; DIAS CAVALCANTE, M. M. A crise do magistério público brasileiro no século XXI: repercussões na identidade do professor da educação básica. Práxis Educacional, [S. l.], v. 9, n. 15, p. 79-102, 2013. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/746. Acesso em: 17 set. 2021.