Didática: uma esperança para as dificuldades pedagógicas do ensino superior?

Autores

  • Maria Amélia Santoro Franco

Palavras-chave:

Didática, Ensino Superior, Processos coletivos de ensino

Resumo

O artigo discute as possibilidades da Didática no espaço contraditório e tenso de ensinar e aprender na Universidade contemporânea. Analisa a proposta europeia de formação didática a docentes desse nível de ensino. Metodologicamente trabalha com pesquisa crítico- interpretativa usando a triangulação de dados de entrevista com 12 docentes de ensino superior brasileiro e 4 docentes franceses, da área de administração e contabilidade, com dados de observação da prática de 8 docentes de demais áreas de ensino. A análise dos dados foi realizada com base na hermenêutica crítica. Do estudo em questão fica a compreensão de que alunos e docentes do ensino superior estão convivendo em lógicas opostas e paralelas, atravessadas por condições institucionais que não as reconhece e encaminha, propondo princípios didáticos que poderão tensionar a convergência dessas lógicas. O trabalho apresenta a proposta de organizar a sala de aula em processos investigativos, através dos quais alunos e professores se organizem num coletivo investigador, que pode facilitar o envolvimento dos sujeitos com os processos coletivos de produção, sistematização e socialização dos conhecimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

SANTORO FRANCO, M. A. Didática: uma esperança para as dificuldades pedagógicas do ensino superior?. Práxis Educacional, [S. l.], v. 9, n. 15, p. 147-166, 2013. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/750. Acesso em: 17 set. 2021.