NARRATIVAS AUTOBIOGRÁFICAS E A QUESTÃO DO SUJEITO: ARTICULAÇÕES NO CAMPO DO CURRÍCULO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i44.8017

Palavras-chave:

Estudos biográficos, sujeito biográfico, teorização curricular pós-fundacional

Resumo

Esse texto tem por objetivo contribuir para a reflexão teórica no campo do Currículo sobre a potencialidade heurística da articulação entre os estudos autobiográficos e o debate contemporâneo sobre a categoria sujeito no âmbito do quadro de inteligibilidade pós-fundacional. A análise proposta consiste em explorar pistas de investigação que permitem fazer trabalhar algumas aporias que atravessam as reflexões curriculares. Trata-se, mais especificamente, de focalizar aquelas que remetem ao desafio de operar, de forma não binária, com entendimentos de 'sujeito do conhecimento', 'sujeito de demandas' e 'sujeito do desejo' quando posicionados como docentes e /ou alunos/as em contextos discursivos específicos. A partir da análise da produção acadêmica acumulada nos últimos cinco anos no campo do Currículo - e socializada em periódicos qualificados da área educacional - envolvendo, de forma central, processos de subjetivação, este texto investe na defesa da potência analítica da categoria 'sujeito biográfico' para as teorizações curriculares. Como uma possibilidade de enfrentamento dos binarismos que perpassam a fixação de sentidos de docência, ensino e aprendizagem, a força política e epistemológica dessa categoria consiste no fato de seu uso permitir simultaneamente ampliar o entendimento do significante 'razão', operar com a diferença como campo de significação e reconhecer a importância do reconhecimento da historicidade condensada nos corpos dos indivíduos para produção de análises do social sem, no entanto, reafirmar um subjetivismo transcendental e/ou um objetivismo positivista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Carmen Teresa Gabriel , Universidade Federal do Rio de Janeiro – Brasil

Pós-doutora pela Universidade de Lille-França. Doutora pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Professora Titular de Currículo da UFRJ. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFRJ). Programa de Mestrado Profissional em História ProfHistória /UFRJ.  Coordena o Grupo de Estudos Currículo Conhecimento e Ensino de História (GECCEH). Bolsista de Produtividade do CNPq. Bolsista Cientista do Nosso Estado (CNE/FAPERJ)

Referências

BERTUCCI, Marie-Madeleine. La notion de sujet , Le français aujourd'hui, vol. 157, no. 2, 2007, pp. 11-18.

BIESTA, Guert. Para além da aprendizagem: educação democrática para um futuro humano. Belo Horizonte, Editora Autêntica, 2013.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Biografia e Educação: figuras do indivíduo-projeto. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008

DELORY-MOMBERGER, Christine. Fundamentos epistemológicos da pesquisa: biográfica em educação. Educação em Revista. Belo Horizonte: 2011, v. 27, n. 1.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Abordagens metodológicas na pesquisa biográfica. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro: 2012, v. 17, n. 51, p. 523-536.

DELORY-MOMBERGER, Christine A pesquisa biográfica: projeto epistemológico e perspectivas metodológicas. In: ABRAHÃO, M. H. M. B; PASSEGGI. M. (Org.). Dimensões epistemológicas e metodológicas da pesquisa (auto) biográfica: Tomo I. Natal: EDUFRN: Porto Alegre: EDIPUCRS, Salvador, EDUNEB, 2012a. p. 71-93.

DELORY-MOMBERGER, Christine A pesquisa biográfica ou a construção compartilhada de um saber do singular. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto) Biográfica, Salvador, v. 01, n. 01, p. 133-147, jan./abr. 2016 Tradução do Francês por Eliane das Neves Moura

FAVACHO, André Marcio Picanço, Currículo, subjetivação e experiência de si: contra os humanismos, os modismos e os relatos obtusos Currículo sem Fronteiras, v. 16, n. 3, p. 488-508, set./dez. 2016

FOUCAULT, Michel. L’Herméneutique du sujet. Cours du Collège de France, 1981-1982, Paris, Galli- mard/Seuil, 2001, p. 240 (Cours du 17 février 1982). Revue européenne des sciences sociales, Tome XL, 2002, N° 124, pp. 7-26

GABRIEL, Carmen Teresa. Les enjeux politiques de la recherche biographique: un regard a partir de l’approche discursive post-fondationnelle. Revue Le Sujet dans la Cité, l’Harmattan, Actuels, n.6, juillet 2017 p. 74-86

CHEVALLEY Catherine La connaissance a-t-elle un sujet ? Un essai pour repenser l’individu Revue européenne des sciences sociales [En ligne], XL-124 | 2002, mis en ligne le 01 décembre 2009

HERNANDEZ, Dulce Maria Carrera. El sujeto en la trama: biografía y poder en- clave posfundacional. Revista Mexicana de Investigation Educativa, Mexico, vol.19, n.63, p.1195- 1220, out/dez, 2014

LACLAU, Ernesto. ; MOUFFE, Chantal. Hegemonía y estratégia socialista. Hacia una radicalización de la democracia. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica de Argentina, 2004

LACLAU, Ernesto. Emancipação e Diferença. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011.

Downloads

Publicado

2021-02-01

Como Citar

Gabriel , C. T. . (2021). NARRATIVAS AUTOBIOGRÁFICAS E A QUESTÃO DO SUJEITO: ARTICULAÇÕES NO CAMPO DO CURRÍCULO. Práxis Educacional, 17(44), 1-21. https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i44.8017