Indagações na/com a EJA no contexto de pandemia: uma experiência em círculos de cultura digitais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i45.8337

Palavras-chave:

Círculos de cultura, Comunidade de práticas, Educação de jovens e adultos

Resumo

Neste artigo, usamos a metodologia freireana dos Círculos de Cultura para explorar o desenvolvimento profissional contínuo dentro de uma Comunidade de Práticas em Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Brasil em tempos de pandemia. Começamos por afirmar a importância da EJA no enfrentamento da exclusão imposta há décadas a parcelas da população no que se refere aos benefícios da educação. Conceituamos quem trabalha na EJA como uma comunidade de práticas e refletimos sobre o papel central da UNEB/MPEJA na formação dessa comunidade. Em seguida, apresentamos o projeto Indagações na / com a EJA em Tempos de Pandemia, realizado com uso das tecnologias da informação e comunicação, cujo objetivo principal foi interrogar, refletir e analisar os desafios e possibilidades das políticas públicas para a EJA no contexto da pandemia, por meio de um processo dialógico e democrático, possibilitando àqueles que se comprometem com a EJA em compartilhar e refletir sobre suas práticas. Sugerimos que o fortalecimento da Comunidade de Práticas em Educação de Jovens e Adultos (EJA) pode promover a inovação, desenvolver capital social e facilitar a criação e disseminação de conhecimento sobre, na e para a EJA na Bahia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Soraia Sales Baptista da Costa Machado, Secretaria Municipal de Educação de Salvador – Brasil / Universidade de Coimbra – Portugal

Doutoranda em Ciências da Educação na Universidade e Coimbra (UC). Coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental e da EJA na Secretaria Municipal do Salvador (BA). Membro do Grupos de Pesquisas Educação, Direitos Humanos e Interculturalidade (GREDHI) e Formação de Professores, Autobiografia e Políticas Públicas (FORMAP).

Graça dos Santos Costa, Universidade do Estado da Bahia –Brasil / Universidade de Barcelona–Espanha

Doutora em Pedagogia pela Universidade de Barcelona (UB). Professora Titular da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e Professora Associada da Universidade de Barcelona (UB). Líder do Grupo de Pesquisa Educação, Direitos Humanos e Interculturalidade (GREDHI) e membro do grupo de Grupo de Pesquisa e Assessoramento Didático (GIAD).

David Mallows, UCL Institute of Education – Reino Unido

Doctor of Teacher Education. Principal Teaching Fellow at the UCL Institute of Education, London, UK.

Patrícia Lessa Santos Costa, Universidade do Estado da Bahia – Brasil

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professora dos Mestrados Profissionais em Educação de Jovens e Adultos (MPEJA) e em Gestão e Tecnologia Aplicadas à Educação (GESTEC) do Departamento de Educação I da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) – Brasil.

Referências

ALCOFORADO, Luís. O que podemos aprender com Paulo Freire no planejamento e desenvolvimento de projetos educativos locais, na atualidade, em Portugal. Coimbra: Universidade de Coimbra, 2013. Disponível em: https://www.semanticscholar.org/paper/O-QUE-PODEMOS-APRENDER-COM-PAULO-FREIRE-NO-E-DE-NA-Alcoforado/dd044ba082cd57d8068dc8578e42d63312479ecc . Acesso em: 20 ago de 2019.

ALCOFORADO, Luís. Paulo Freire na formação de especialistas em educação e formação de adultos e intervenção comunitária. Revista Interritórios, Caruaru, v. 2, n. 2, p.84-111, jul./dez., 2016.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é o método Paulo Freire. 10 ed. São Paulo: Brasiliense, 1986.

BOURDIEU, Pierre. Practical Reason: On the Theory of Action. Stanford, CA: Stanford University Press, 1988.

BOZU, Zaia; IMBERNON, Francesc. Creando comunidades de práctica y conocimiento en la Universidad: una experiencia de trabajo entre universidades de lengua catalana. RUSC, Barcelona, v. 6, n. 1, p. 1-10, 2009. Disponível em: http://rusc.uoc.edu/ojs/index.php/rusc/ article/view/2. Acesso em: 20/06/2020.

DOS SANTOS COSTA, Graça; LESSA, Patrícia; MALLOWS, David. Paulo Freire, the decolonial curriculum and the experience of the Professional Masters in Youth and Adult Education in Bahia, Brazil. The Adult Learner 2020. Dublin: AONTAS, 2020. Disponível em https://www.aontas.com/assets/resources/Adult-Learner-Journal/ALJ%202020/Aontas%20 Adult%20Learner%20Journal%202020.pdf. Acesso em 10/10/2020.

CABELLEIRA, Denise Mross . Comunidades de Prática: Conceitos e Reflexões para uma Estratégia de Gestão do Conhecimento. XXXI Encontro da ANPAD. Rio de Janeiro: ANPAD, 2007. Disponível em http://www.anpad.org.br/admin/pdf/ADI-B2953.pdf. Acesso em 01/07/2020.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. 14 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

FREIRE, Paulo. Educação de Adultos: algumas reflexões. In: GADOTTI, Moacir; ROMÃO, José Eustáquio. Educação de Jovens e Adultos: teoria, prática e proposta. 12 ed. São Paulo: Cortez, 2008, p.15-17.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. 14 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 47 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 56 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

FREIRE, Paulo. Cartas a Cristina: reflexões sobre minha vida e minha práxis. São Paulo: Paz e Terra, 2015

FREIRE, Paulo. Conscientização. São Paulo: Cortez, 2016.

GUERRA, Marcos. Sobre as 40 horas de Angicos. Em Aberto, Brasília, v. 26, n. 90, p.21-44 jul./dez., 2013.

GROTLÜSCHEN, Anke; MALLOWS, David.; REDER, Steve.; SABATINI, John. (2016). Adults with Low Proficiency in Literacy or Numeracy. OECD Education Working Papers, Paris, n. 131, 2016.

HELLER, Agnes. O cotidiano e a história. 2 ed. São Paulo: Paz e Terra, 1985.

LAVE, Jean; WENGER, Etienne. Situated Learning: Legitimate Peripheral Participation. Cambridge, UK: Cambridge University Press, 1991.

LOUREIRO, Carlos Frederico B.; FRANCO, Jussara Botelho. Aspectos Teóricos e Metodológicos do Círculo de Cultura: uma possibilidade pedagógica e dialógica em educação ambiental. In: LOUREIRO, Carlos Frederico B.; TORRES, Juliana Rezende (Orgs). Educação Ambiental: dialogando com Paulo Freire. São Paulo: Cortez, 2014, p.155-180.

MEKSENAS, Paulo; PENTEADO, Nilda. Pastoral da juventude – setor pastoral vila prudente. São Paulo, maio de 1982. Como trabalhar com o povo? PED – 0019 – Apresentação Paulo Freire. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/128149455/Como-Trabalhar-Com-o-Povo-Paulo-Freire.Acesso em: 16 jul. 2017.

PADILHA, Paulo Roberto. O “Círculo de Cultura” na perspectiva da intertransculturalidade. [S.l.], 2012. Disponível em: https://gepffaccat.files.wordpress.com /2012/10/o-cc3adrculo-de-cultura-na-persepectiva-intertransculturalidade-paulo-roberto-padilha.pdf. Acesso em: 04 jun. 2017.

ROMÃO, José Eustáquio. O Círculo de Cultura em Lugar da Aula. In: ROMÃO, José Eustáquio. RODRIGUES, V. Lane. Paulo Freire e a Educação de Adultos: teoria e práticas. São Paulo: IPF; Brasília: Liber Livro, 2011, p. 57- 97.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. A progressão do pensamento político de Paulo Freire. In: TORRES, Carlos Alberto. Paulo Freire y la agenda de la educación latinoamericana en el siglo XXI. Buenos Aires: CLACSO, 2001, p. 323-348. Disponível em: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/ar/libros/torres/scocuglia.pdf. Acesso em: abr. 2018.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. A história das idéias de Paulo Freire e a atual crise de paradigmas. 2 ed. João Pessoa: Ed. Universitária UFPB, 1999.

SILVA, Francisco Canindé da. A pedagogia freireana da experiência de Angicos aos dias atuais. In: SAMPAIO, Marisa Narcizo; PINHEIRO, Rosa Aparecida. 40 horas de Angicos e campanha de pé no chão também se aprende a ler: movimentos e memórias de da Educação de Jovens e Adultos. São Paulo: Livraria da Física, 2014, p. 121-145 (Coleção Contextos da Ciência).

WENGER, Etienne. Communities of practice: learning, meaning, and identity. Cambridge: University Press, 1998.

WENGER, Etienne; McDERMOTT, Richard; SNYDER, William. Cultivating communities of practice: a guide to managing knowledge. Boston: Harvard Business School Press, 2002.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Como Citar

MACHADO, S. S. B. da C.; COSTA, G. dos S.; MALLOWS, D.; COSTA, P. L. S. Indagações na/com a EJA no contexto de pandemia: uma experiência em círculos de cultura digitais . Práxis Educacional, [S. l.], v. 17, n. 45, p. 1-20, 2021. DOI: 10.22481/praxisedu.v17i45.8337. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/8337. Acesso em: 17 set. 2021.