Eventos científicos online: o caso das lives em contexto da COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i45.8340

Palavras-chave:

Live acadêmico-científica, Educação científica, Educação online

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar a importância da educação científica dentro da realidade brasileira e algumas implicações pertinentes às políticas públicas em relação ao fazer ciência no Brasil. Para isso, a escolha foi explicitar o fenômeno evento científico online, um fenômeno da educação científica como ressonância da cibercultura e um desdobramento da difusão científica online. Numa perspectiva epistemológica-metodológica de formação-pesquisa na cibercultura, os temas em discussão foram mapeados nas redes educativas que utilizaram os aplicativos do Facebook, Instagram e YouTube, entre os dois primeiros meses de quarentena com distanciamento social no Brasil. Espera-se com isso ampliar a compreensão social deste fenômeno sociotécnico e, ao mesmo tempo, descrever densamente a atualização de sua nomenclatura lives acadêmico-científicas ou lives de maio, preservando os limites da essência fenomenal. E, ainda, ampliar o repertório científico sobre a percepção pública de ciência da sociedade brasileira, assim como colaborar com as reflexões instauradas atualmente na sociedade mediante o impacto causado pela pandemia da COVID-19.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Maria Figueira Reis da Costa, Rede FAETEC – Estado do Rio de Janeiro – Brasil

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação, ProPEd/UERJ; Professora I na Escola de Ensino Fundamental Visconde de Mauá da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro/FAETEC/RJ; Membro do Grupo de Pesquisa Docência na Cibercultura (GPDOC).

Wallace Carriço de Almeida, Secretaria de Educação do Rio de Janeiro / Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – Brasil

Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares – PPGEduc UFRRJ. Professor de Ensino Fundamental da SME-RJ e mediador a distância do Cecierj / Consórcio CEDERJ; Membro do Grupo de Pesquisa Docência na Cibercultura (GPDOC).

Edméa Oliveira dos Santos, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – Brasil

Pós-doutora em e-learning e EAD pela UAB-PT; Professora Titular-Livre da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) na linha de pesquisa " Linha 1: Estudos Contemporâneos e Práticas Educativas"; Líder do GPDOC - Grupo de Pesquisa Docência e Cibercultura.

Referências

ALVES, Nilda Guimarães; SANTOS, Joana Ribeiro. Redes de conhecimentos e currículos: agenciamentos e criações possíveis nos movimentos estudantis recentes. Revista Espaço do Currículo, Rio de Janeiro, v.9, n.3, p. 372-392, Setembro a Dezembrode 2016

ALVES, Nilda Guimarães. Decifrando o pergaminho – os cotidianos das escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa de; ALVES, Nilda (orgs.). Pesquisa nos/dos/com os cotidianos das escolas - sobre redes de saberes. Petrópolis: DP et Alii, 2008. (Coleção: Vida Cotidiana e Pesquisa em Educação)

ALVES, Nilda Guimarães; OLIVEIRA, Inês Barbosa de. A pesquisa e a criação de conhecimentos na pós-graduação em educação no Brasil: conversas com Maria Célia Moraes e Acácia Kuenzer. Educação e Sociedade, Campinas, v. 27, n. 95, p. 577-599, maio-ago. 2006.

BRASIL, André. Produção da Pós-Graduação - Um panorama geral da produção científica do último quadriênio. Repensando a Avaliação Seminário de Avaliação da Produção Intelectual de Programas de Pós-Graduação [21 e 22 de agosto de 2018]. Disponível em: <https://www.capes.gov.br/seminario-avaliacao-producao/>. Acesso em: 17 mai. 2020.

COSTA, Alice Maria Figueira Reis da; SANTOS, Edméa de Oliveira; SANTOS, Rosemary. Cibercultura, ciência e a emergência dos eventos científicos on-line. In: PORTO, Cristiane; ROSA, Flávia; TONNETTI, Flávio; ALVES, Nilda Guimarães (Org.). Fronteiras e interfaces da comunicação científica. Salvador: EDUFBA, 2016, p 147-164 .

FÓRUM NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE GRADUAÇÃO (ForGRAD). 1º Ciclo de Debates Forgrad. Disponível em: https://youtu.be/ZL8h7hH_FAo. Acesso em: 19 mai. 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

IAMARINO, Átila. Roda Viva | Atila Iamarino | 30/03/2020. 2020. (1h31m10s). Disponível em: < https://youtu.be/s00BzYazxvU>. Acesso em: 08 abr. 2020.

MACEDO, Roberto Sidnei. Etnopesquisa crítica/etnopesquisa formação. Brasília: Liber Livro Editora, 2006.

PINHEIRO, Bárbara Carine Soares. Educação para as relações étnico-raciais e o racismo científico em tempos de COVID-19. In: CURSO DE EXTENSÃO – SABERES E RESISTÊNCIAS: EM TEMPOS DE PANDEMIA. [LIVE]. Disponível em: <https://www.instagram.com/p/B_3rnGMjyVc/>. Acesso em: 07 mai. 2020.

PORTO, Cristiane de Magalhães (Org.). Difusão e cultura científica: alguns recortes. Salvador: EDUFBA, 2009.

PORTO, Cristiane de Magalhães; BROTAS, Antonio Marcos Pereira ; BORTOLIERO, Simone Terezinha. Diálogos entre ciência e divulgação científica: leituras contemporâneas. SciELO - EDUFBA. 2011. Disponível em: < http://books.scielo.org/id/y7fvr >. Acesso em: 8 abr. 2020. (Locais do Kindle 6-8) [Edição do Kindle].

PORTO, Cristiane de Magalhães. Impacto da Internet na difusão da cultura científica brasileira: as transformações nos veículos e processos de disseminação e divulgação científica. 2013. 195 f. Tese (Doutorado) - Curso de Faculdade de Comunicação, Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade, Universidade Federal da Bahia, Salvador - Ba, 2013. Disponível em: https://bit.ly/tesecristianeporto. Acesso em: 07 jun. 2020.

PORTO, Cristiane de Magalhães; OLIVEIRA, Ilzver Matos de; LINHARES, Ronaldo Nunes; GAMA NETO, Edilberto Marcelino da. Caminhos e bifurcações: gestão da difusão científica na universidade. In: PORTO, Cristiane; FERRONATO, Cristiano; LINHARES, Ronaldo Nunes (Org.). A produção científica brasileira na contemporaneidade: exigências e interlocuções. Salvador: Edufba; Aracaju: Edunit, 2015, p 19-50.

SANTOS, Edméa Oliveira dos. Educação online: cibercultura e pesquisa-formação na prática docente. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia. Salvador, p. 351. 2005.

SANTOS, Edméa Oliveira dos. Pesquisa-formação na cibercultura. Portugal: Whitebooks, 2014.

SANTOS, Edméa Oliveira dos. Notícias: #livesdemaio... Educações em tempos de pandemia. Notícias, Revista Docência e Cibercultura, Rio de Janeiro, junho de 2020, online. ISSN: 2594-9004. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/announcement/view/1109. Acesso em: 07 jun. 2020.

VOGT, Carlos Alberto; EVANGELISTA, Rafael de Almeida; DIAS, Susana Oliveira. Resistência - Perspectivas em cultura, ciência e tecnologia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

VOGT, Carlos Alberto. Prefácio — De ciências, divulgação, futebol e bem-estar cultural. In: PORTO, Cristiane; BROTAS, Antonio; BORTOLIERO, Simone. Diálogos entre ciência e divulgação científica: leituras contemporâneas. Salvador: EDUFBA, 2011. [livro eletrônico]: (Locais do Kindle 49-50). SciELO - EDUF

Downloads

Publicado

2021-04-01

Como Citar

Costa, A. M. F. R. da, Almeida, W. C. de, & Santos, E. O. dos. (2021). Eventos científicos online: o caso das lives em contexto da COVID-19. Práxis Educacional, 17(45), 1-16. https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i45.8340