O Pibid e o desenvolvimento profissional do formador de professores de química

Autores

  • Shirlei Lima dos Anjos
  • Bruno Ferreira dos Santos

Palavras-chave:

Desenvolvimento profissional, Formador de professores de Química, Pibid

Resumo

Este artigo apresenta e discute os resultados de uma pesquisa realizada com professores formadores de cursos de licenciatura em Química que coordenam ou coordenaram projetos Pibid no estado da Bahia. Seu objetivo principal foi verificar como o projeto em questão tem possibilitado o desenvolvimento profissional destes formadores. Para tal, obteve-se o depoimento de oito professores de diferentes universidades com base em um questionário construído com algumas questões abertas e relacionadas com o objetivo da pesquisa. A análise seguiu uma abordagem qualitativa dos dados, a qual, por meio do contraste e da comparação entre os dados e em diálogo com a literatura encontrada sobre a temática da formação do professor do ensino superior, possibilitou a obtenção das categorias de sentido e significado que ajudaram a responder nossa pergunta de pesquisa. Os resultados encontrados destacam a importância dos grupos de pesquisa sobre o ensino de Química como instâncias que favorecem o desenvolvimento profissional dos formadores e também das próprias instituições onde atuam por meio do Pibid. Os depoimentos também sinalizam posturas políticas dos formadores em relação à posição da licenciatura na hierarquia dos cursos de graduação das Faculdades e Institutos de Química. Espera-se que esse trabalho possa contribuir para a reflexão sobre o fortalecimento da institucionalização do Pibid nas universidades brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-10-19

Como Citar

DOS ANJOS, S. L.; DOS SANTOS, B. F. O Pibid e o desenvolvimento profissional do formador de professores de química. Práxis Educacional, [S. l.], v. 12, n. 22, p. 249-270, 2015. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/894. Acesso em: 24 set. 2021.