Educação Proibida: Reflexões sobre os ideários pedagógicos contemporâneos à luz da pedagogia histórico-crítica. (Educación prohibida: reflexiones sobre los idearios pedagógicos contemporáneos a la luz de la pedagogía histórico-crítica.)

Autores

  • Ana Carolina Galvão Marsiglia
  • Cláudio E. Félix dos Santos

Palavras-chave:

Pedagogia histórico-crítica, teorias pós-críticas, educação escolar

Resumo

Este trabalho trata-se de uma análise do documentário “A educação proibida”, dirigido por Juan Vautisas e German Doin e lançado no ano de 2012. O objetivo é desenvolver uma crítica ao conteúdo da película cujas premissas encontram-se, em nossa avaliação, nas perspectivas pós-críticas em educação. Apresentamos ainda um breve estudo sobre as teorias pedagógicas a fim de melhor situar a Pedagogia Histórico-Crítica a qual fundamenta a crítica às proposições e formulações apresentadas no filme.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRANTES, A. A.; MARTINS, L. M. A produção do conhecimento científico: relação sujeito-objeto e desenvolvimento do pensamento. Interface (Botucatu)[online]. 2007, vol.11, n.22, p.313-325. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832007000200010>. Acesso em: 18 ago. 2013.
CARCANHOLO, M. D. Neoliberalismo e consenso de Washington: a verdadeira concepção de desenvolvimento do governo FHC. In: MALAGUTI, M. L.; In: CARCANHOLO, R.; CARCANHOLO, M. D. (Orgs.). Neoliberalismo: a tragédia do nosso tempo. São Paulo: Cortez, 1998. p. 15-35.
DUARTE, N. Vigotski e o “aprender a aprender”: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. 4. ed. Campinas-SP: Autores Associados, 2006.
LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Livros Horizonte, 1978.
LURIA, A. R.; YUDOVICH, F. I. O papel da linguagem na formação de conexões temporais e a regulação do comportamento em crianças normais e oligofrênicas. In: LURIA, A. R., LEONTIEV, A. N., VYGOTSKI, L. S. (Orgs.). Psicologia e pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do desenvolvimento. São Paulo: Centauro. 2005. p. 77-94.
MARTINS, L. M. O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da psicologia histórico cultural e da pedagogia histórico-crítica. Tese de Livre-Docência. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Faculdade de Ciências. Departamento de Psicologia. Bauru, 2012.
MORAES, M. C. M. O renovado conservadorismo da agenda pós-moderna. Perspectiva. Florianópolis, UFSC/CED, NUP, n. 24, p. 45-59, 1996. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/10856>. Acesso em 24/08/2013.
SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica. 9. ed. Campinas-SP: Autores Associados, 2005.
______. A pedagogia no Brasil: história e teoria. Campinas-SP: Autores Associados, 2008a.
______. Escola e democracia. Campinas-SP: Autores Associados, edição comemorativa, 2008b.
______. História das ideias pedagógicas no Brasil. 3. ed. Campinas-SP: Autores Associados, 2010.
VIGOTSKII, L. S. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: VIGOTSKII, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N.; Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 10. ed. São Paulo: Ícone, 2006. p. 103-117.
<section style="text-align: justify; padding: 3px;"><span class="TextRun SCXW129413442 BCX0" lang="PT-BR" xml:lang="PT-BR" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW129413442 BCX0">

Downloads

Como Citar

Galvão Marsiglia, A. C., & dos Santos, C. E. F. (2017). Educação Proibida: Reflexões sobre os ideários pedagógicos contemporâneos à luz da pedagogia histórico-crítica. (Educación prohibida: reflexiones sobre los idearios pedagógicos contemporáneos a la luz de la pedagogía histórico-crítica.). Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo Entre As Ciências, 4(1), 231-249. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/1438

Edição

Seção

Artigos de Fluxo Contínuo