“A VIDA É BELA”, DE ROBERTO BENIGNI: UM PROCESSO DE APRENDIZAGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/rbba.v8i2.6277

Palavras-chave:

A vida é bela, Figuração, Memória, Roberto Benigni

Resumo

Este artigo pretende compreender as condições de possibilidades que permitiram a produção do filme A vida é bela, dirigido por Roberto Benigni. Neste sentido, esta pesquisa se propõe a analisar a trajetória do referido diretor, levantando a hipótese de que, ao assumir determinados posicionamentos expressos na produção fílmica, torna-se evidente a influência do aprendizado estruturado por uma teia de relacionamentos estabelecidos por Benigni. Para esse fim, traçou-se a trajetória do cineasta, tomando-o como um elemento central que concentra todas as referências articuladas de uma memória das interdependências. Trata-se de pautar a construção da memória que se revela como inspiração no processo criativo do referido filme.

Referências

BORSATTI, C. Roberto Benigni.Milano: EditriceIl Castoro, 2002.

CELLI, C.The divine comic:the cinema of Roberto Benigni. Lanhan, Maryland, and London: The Scarecrow Press, Inc, 2001.

ELIAS, N. A sociedade dos indivíduos. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1994.

______. Os Alemães: a luta pelo poder e a evolução do habitus nos séculos XIX e XX. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.

______. Teoria simbólica.Oieiras: Celta, 2002.

GIRALDI, M. Giuseppe Bertolucci.Il castore cinema.Milano: Editroce Il Castore, 2000.

LIMA, L. C. Vida e mimesis.Rio de Janeiro: Ed. 34, 1995.

______. História. Ficção. Literatura.São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

NASSINI, C. B. R. di L. f. R. In: MARTINELLI, M.; NASSINI, C.; WETZL, F. Benigni Roberto di Luigi fu Remigio.Milano: Leonardo Arte, 1997.

PAMPHILI, C. T. L’artista e artigiano: Danilo Donati e Piero Faraniin Danilo Donati e la sartoria Farani, Trame di Cinema: costumi dai film di Citti, Faenza, Fellini, Lattuada, Pasolini e Zeffirelli. Roma: Silvana Editoriale Spa, 2014.

PEZZETTI, V. Benigni on La Vita è Bella. In: The Divine Comic. Lanhan, Maryland, and London: The Scarecrow Press, Inc, 2001.

PIOVANI, N. La musica è pericola. Milano: Rizzoli, 2014.

TOSCHI, P. Le origini del teatro italiano. Turim: Einaudi, 1955.

VAZZAZ, I. Cioni Mario...di Bertolucci-Benigni per Roberto Benigni. Pisa: Edizioni ETS, 2017.

WETZL, F. Il briccone divino. In: MARTINELLI,Massimo; NASSINI, Carla; WETZL, Fulvio. Benigni Roberto di Luigi fu Remigio.Milano: Leonardo Arte, 1997.

A vida é bela.Direção: Roberto Benigni. Itália. 1997. 115 minutos. Colorido. DVD.

Berlinguer ti voglio bene. Direção: Giuseppe Bertolucci.Itália. 1977. 95 minutos. Colorido. DVD.

Down by low. Direção: Jim Jarmusch. Estados Unidos. 1986. 107 minutos. P&B. DVD.

Il mostro. Direção: Roberto Benigni. Itália. 1994. 115 minutos. Colorido. DVD.

Il piccolo diavolo. Direção: Roberto Benigni. Itália. 1988. 100 minutos. Colorido. DVD.

Non ci resta che piangere. Direção: Massimo Troisi e Roberto Benigni. Itália. 1984. 107 minutos. Colorido. DVD.

GHIAT, Ruth Bem. The Secret Histories of Roberto Benigni’s Life is Beautiful. In: The Yale Journal os Criticism, Volume 14, Number 1, Spring 2001, pp. 253-266. Disponível em: http://muse.jhu.edu/article/36867. Acesso em: 15 maio 2016.

Downloads

Publicado

2020-03-29

Como Citar

Sampaio, J. S. (2020). “A VIDA É BELA”, DE ROBERTO BENIGNI: UM PROCESSO DE APRENDIZAGEM. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo Entre As Ciências, 8(2), 41-56. https://doi.org/10.22481/rbba.v8i2.6277