MASIVE OPEN ONLINE COURSE (MOOC): EXPERIÊNCIAS NA FORMACÃO DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS

Autores

Palavras-chave:

MOOC, Formação de professores; Relatos de experiências; TIC, MOOC; Formação de professores; Relatos de experiências; TIC, Formação de professores, Relatos de experiências, TIC

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar as experiências educacionais do MOOC na formação de professores universitários por meio de publicações acadêmicas baseadas na Web. Este estudo é realizado com o intuito de conhecer quais resultados foram obtidos com essa modalidade educacional na formação de professores universitários, dada a crescente massa de cursos virtuais vivenciados nos últimos anos. Portanto, uma metodologia de trabalho que consiste na identificação e uso de descritores-chave com operadores booleanos no mecanismo de pesquisa do Google Scholar e no banco de dados SciELO, para direcionar a pesquisa de artigos relacionados a uma seleção temática para uma seleção maior, de acordo com os critérios de inclusão e exclusão propostos, que nos permitiram construir um estado da arte sobre o assunto. Portanto, vários tipos de MOOCs foram identificados, com várias propostas de participação e comunicação na comunidade educacional, apresentando muitas das diferenças entre os objetivos, as metodologias e os resultados encontrados. Dessa forma, concluímos que essa modalidade é uma ferramenta poderosa que fornece um canal valioso para a troca de conteúdo e conhecimento, apesar das fragilidades do modelo em seu processo de implementação.

Referências

BENTET GIL, A. et al. Nuevos horizontes formativos: una experiencia del MOOC como recurso en la formación continua. Apertura, v. 10, n. 1, p. 88–103, 2018.

CALVO SALVADOR, A.; BRAGA BLANCO, G. M. Abriendo la formación de los profesionales de la educación al campo de los mooc. Resultados de un proyecto de investigación en las universidades de cantabria y oviedo. Revista de curriculum y formación del profesorado, v. 23, n. 2, p. 259–276, 2019.

GALAVIZ PEÑA, J. M. Análisis comparativo en el uso de las tics para aplicaciones educativas de la competencia tecnológica. TLATEMOANI Revista Académica de Investigación, v. 15, n. 2, p. 188–204, 2014.

GIL QUINTANA, J. MOOC “Innovación Educativa y Desarrollo Profesional. Posibilidades y Límites de las TIC”. Una Experiencia desde la Educomunicación en el Proyecto Europeo ECO. Qualitative Research in Education, v. 4, n. 3, p. 299–328, 2015.

GIL QUINTANA, J. Interactividad y participación desde el modelo comunicativo de los MOOC. Index.comunicación, v. 7, n. 1, p. 269–288, 2017.

LACERDA RABELLO, C. R.; AMARAL TAVARES, K. C. Tecnologias digitais no ensino superior: implementação e avaliação de um curso on-line de formação docente. Revista Linguagem & Ensino, v. 20, n. 2, p. 215–262, 2017.

MALLAMANN, E. M.; NOBRE FERREIRA, A. M. Um canal aberto no ensino superior? MOOC e REA no mundo digital. Apertura, v. 9, n. 2, p. 24–41, 2017.

MANOTAS SALCEDO, E.; PÉREZ RODRÍGUEZ, A.; CONTRERAS PULIDO, P. Análisis de Vídeo-lecciones en MOOC enfocados en la formación pedagógica de docentes en Educación Superior. Un estudio de caso. REIDOCREA, v. 7, p. 248–259, 2018.

MOREIRA TEIXEIRA, A. et al. MOOC “Competências digitais para professores”: uma prática formativa inovadora. RIED. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, v. 21, n. 2, p. 243–261, 2018.

RODRÍGUEZ, A. J.; MOLERO, D. M. Conectivismo como gestión del conocimiento. Revista electrónica de Humanidades, Educación y Comunicación Social, v. 4, n. 6, p. 73–85, 2008.

ROMANOWSKI, J. P.; TEODORA ENS, R. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação Researches appointed as “state of art” in education. Dialogo Educ, v. 6, n. 19, p. 37–50, 2006.

VÁZQUEZ CANO, E.; LÓPEZ MENESES, E. Los mooc y la educación superior: la expansión del conocimiento. Revista de Currículum y Formación de Profesorado, v. 18, n. 1, p. 3–12, 2014.

Publicado

2020-12-13