Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba <section style="text-align: justify; padding: 3px;">A <strong>REVISTA BINACIONAL BRASIL-ARGENTINA: DIÁLOGO ENTRE AS CIÊNCIAS</strong> (ISSN: 2316-1205) é uma publicação eletrônica de carácter binacional, com periodicidade semestral e aberta, organizada pelo Museu Pedagógico da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB, Brasil) e pelo Programa de Pós-Graduação em Didáctica de las Ciencias Experimentales, da Universidad Nacional del Litoral (UNL, Argentina). A RBBA é um produto do projeto Multidisciplinaridade na Educação do Programa Binacional dos Centros Associados de Pós-Graduação Brasil/Argentina (CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / SPU - Secretaria de Politicas Universitárias). <section></section> </section> pt-BR rbba@uesb.edu.br (José Rubens Mascarenhas de Almeida) rbba@uesb.edu.br (Equipe Editorial) seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 OJS 3.2.1.1 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 A Teoria da Evolução como harmonia teórica: o percurso harmônico de Charles Darwin https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8078 <p>Como uma teoria se impõe nos meios científicos? Este ensaio busca responder a esta pergunta com o exemplo da Teoria da Seleção Natural de Darwin, utilizando o procedimento de compará-la a uma nova harmonia musical que precisou encontrar ouvidos preparados para a sua apreensão. Neste sentido, são discutidas algumas das estratégias de Darwin e seus colaboradores para granjear uma maior aceitação para a Teoria da Evolução no século XIX, e também as acomodações que precisaram ser feitas no texto darwiniano para enfrentar o meio científico e a sociedade de sua época.</p> José D'Assunção Barros Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8078 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 As lutas de classes no campo da memória https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8806 <p>O presente artigo possui por objetivo evidenciar a importância das lutas entre as classes sociais no âmbito do complexo social da memória, buscando explorar suas consequências para o campo da consciência e das lutas de classes no tempo presente. Procura-se demonstrar, sobretudo, que a forma como o ser social lembra e se apropria do passado é decisivo para a materialização do seu comportamento social ético no mundo. Segundo essa perspectiva, a forma como os acontecimentos passados são lembrados deve ser uma preocupação constante das classes sociais no tempo presente. Por essa razão, a luta de classes no campo da memória, a disputa processada pelas classes sociais acerca da forma e do conteúdo a ser lembrado, se torna, a cada dia, mais substancial, visto que a afirmação ou a negação deste sistema de relações sociais perpassa, também, pela forma como se lembra e se entende tais relações.</p> Alexandre de Jesus Santos Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8806 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 A obsolescência na produção de mercadorias: um imperativo material do desenvolvimento do sistema do capital https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8775 <p>Este artigo tem o escopo de refletir acerca da obsolescência de mercadorias, como um processo atrelado ao desenvolvimento das forças produtivas. Nesse sentido, busca-se compreendê-la a luz da analise dos desdobramentos históricos da subordinação das necessidades humanas a reprodução do valor-de-troca. Apresenta ainda a obsolescência planejada do século XX – caracterizada pela redução da vida útil dos produtos de forma deliberada no âmbito da produção – como um expediente resultante desse processo histórico que, em tempo de crise estrutural, aparece como artifício do capital para deslocar a contradição entre produção e consumo.</p> Mailton Rocha Pereira, José Rubens Mascarenhas de Almeida Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8775 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Viver e morrer de acordo com a natureza https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8764 <p>O momento atual é oportuno para uma reflexão sobre o valor da vida, através do viver e das escolhas. Viver e morrer de acordo com a natureza exige que pensemos nos limites não apenas da vida, mas também da própria razão que a justifica. A via escolhida para fazer essa abordagem é a filosofia estoica, através da reflexão sobre a providência, o destino e nossas escolhas.</p> Jasson da Silva Martins Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8764 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Estranhos na história da literatura brasileira: Elizabeth Bishop como mediadora cultural https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8778 <p>A história literária que, no passado, se pensava totalizadora, tem sido entendida na contemporaneidade como atividade provisória e lacunar, a exemplo de <em>Brazil 2001: A revisionary History of Brazilian Literature and Culture</em>. Trata-se de coletânea composta por ensaios em língua inglesa escritos por autores, em sua maioria, brasileiros. Os textos revisam diferentes concepções da identidade nacional, tomando esse termo na acepção de totalidade incompleta e lacunar (CHAUÍ, 2000). Dado o panorama mais amplo, buscamos refletir sobre os critérios para a inserção de estrangeiros que, na condição de mediadores culturais, contribuem para a escrita da história da literatura brasileira. Nessa publicação, Paulo Henriques Britto (2000) redige o texto <em>Elizabeth Bishop as cultural intermediary</em>, com o qual estabelecemos diálogo a fim de compreender o papel de intermediária cultural desempenhado por Bishop.</p> Elisabete da Silva Barbosa Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8778 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 "Poesia com gosto de sangue e mel": História, Memória e Metalinguagem em rastros de resistência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8744 <p>Este texto tem como objetivo investigar a (meta)linguagem poética e a relação apresentada entre memória, história e literatura em textos literários do escritor baiano Camillo de Jesus Lima. O <em>corpus </em>para este recorte é formado por dois poemas do autor: “Que o coração diga tudo” e “A um Parnasiano”, integrantes do livro <em>Cantigas da Tarde Nevoenta</em> (1955). Para tanto, são utilizadas fontes bibliográficas, sob o enfoque teórico-metodológico do materialismo histórico-dialético. Alguns autores subsidiam tanto os estudos teóricos como metodológicos: Bosi (2000; 2015;2017), Candido (2006), Chalhub (2005), Halbwachs (1968), Hobsbawm (2013) Le Goff (1990) e Marx; Engels (2010). Destarte, os poemas conduzem em suas linhas e entrelinhas duras críticas ao alheamento, à insensibilidade e ao distanciamento da realidade. Sejam nos versos líricos e suaves de “Que o coração diga tudo”, seja na rispidez e rebeldia de “A um Parnasiano”, são expressos os ideais de luta contra à desumanidade, contra as ideologias dos grupos sociais hegemônicos. A lírica moderna, ao voltar sobre si, procura manter claros os seus objetivos, a sua missão, seu descontentamento com os rumos da história.</p> Esmeralda Guimarães Meira, Fernanda Pessoa Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8744 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Livros e leitores na Bahia nos anos 50 do século passado: a trajetória literária de Vasconcelos Maia https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8780 <p><strong>Resumo</strong>: Este artigo encontra seus fundamentos na associação da crítica textual com os estudos literários e sua relação com a bibliografia material pensada como&nbsp; sociologia de textos. Aqui se discute a trajetória literária de Carlos Vasconcelos Maia (1923-1988), escritor baiano, que publicava em jornais, revistas nacionais e estrangeiras, antologias no Brasil e no exterior, mas que não ocupou o merecido lugar no mercado editorial ao publicar seus contos em livros. Intenciona-se também pensar as condições sociais da publicação, circulação e apropriação de obras literárias na Bahia em meados do século passado.</p> Edna Maria Viana Soares Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8780 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Memória e identidade negra na obra de Gilberto Gil https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8799 <p><strong>RESUMO</strong></p> <p>O presente artigo tem como propósito demonstrar de que maneira as questões da memória e&nbsp;&nbsp; da identidade negra são abordadas nas canções do compositor e cantor brasileiro Gilberto Gil.&nbsp; Ao longo da sua carreira artística ele tem composto e interpretado muitas canções populares que se engajam nas lutas pelas memórias da negritude brasileira. Parte da sua obra nesta temática denuncia o preconceito racial e suas mazelas. Outra parte celebra a cultura da população afrodescendente, com suas estéticas e formas de resistência. Buscou-se neste texto relacionar as questões da negritude abordadas pelo compositor com discussões acerca das políticas de memórias do Estado nacional.</p> <p>&nbsp;</p> Samuel Sousa Silva Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8799 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Uma capital e o gênero panegírico https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8818 <p>O presente trabalho tem por fito analisar a letra capital do poema “Panegírico ao Marquês de Marialva”, atribuído ao poeta luso-brasileiro Manuel Botelho de Oliveira. A leitura de tal letra versal maiúscula será levada a termo tendo em vista a sua disposição no processo de demarcação e organização de gêneros de poemas no interior do livro Música do Parnasso, no qual estão reunidos diversos tipos de textos poéticos e retóricos atribuídos ao artíficie, a exemplo de sonetos, redondinhas, madrigais, romances, canções e décimas. Analisar-se-á o assunto ilustrado em tal aparato visual-textual em seu caráter particular do panegírico, para, posteriormente, tentarmos relacionar o tipo de cena desenhada com as noções sobre um distinto costume de se pensar o gênero panegírico, em certas sociedades de outrora.</p> Marcello Moreira, Raeltom Santos Munizo Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8818 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Da Constituição de 1934 ao golpe do Estado Novo: autoritarismo e disputas políticas em tempos de democracia liberal-burguesa https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8761 <p>Este artigo objetiva analisar a escalada autoritária compreendida entre os anos de 1934 e 1937 e o processo de afastamento político entre Juracy Magalhães, governador da Bahia, e o presidente Getúlio Vargas, que culminou com o golpe do Estado Novo, em 10 de novembro de 1937. Nesse período, foi promulgada a Lei de Segurança Nacional, um dispositivo autoritário em um contexto de formal funcionamento das instituições liberais-burguesas. Após os acontecimentos de novembro de 1935, os decretos de Estado de Guerra e Estado de Sítio, na prática, suspenderam o funcionamento da Constituição de 1934. Por outro lado, havia a movimentação para as eleições que deveriam ocorrer em 1938. Como desdobramento desses fatos, Vargas atuou na perseguição aos seus adversários e antigos aliados. Nessa linha de ação ele estabeleceu intervenção velada na Bahia, em São Paulo e em Pernambuco, a partir da nomeação de executores do estado de guerra, em 29 de abril de 1937. Juracy Magalhães passou a ser investigado e intimidado pelo Coronel Antônio Fernandes Dantas, o executor do Estado de Guerra na Bahia.</p> Carlos Nássaro Araújo da Paixão Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8761 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 O Partido Comunista do Brasil e a militância feminina https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8803 <p>O presente artigo busca refletir acerca do silenciamento a que foi destinada a militância feminina no interior do Partido Comunista do Brasil e nas páginas da historiografia produzida por militantes desta organização. Através dessa perspectiva, pensar como algumas lideranças do PCB elaboraram suas concepções sobre a militância feminina e como rememoraram suas trajetórias politicas. Essencialmente indagamos sobre o esquecimento a que foram relegadas as mulheres militantes por seus companheiros, sobretudo no que diz respeito à memória do partido, na tentativa de problematizar questões ainda não enfocadas por parte da historiografia sobre o movimento operário.</p> Daniella Ataíde, Maria Aparecida Silva de Sousa Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8803 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 A produção dos militantes do Partido Comunista de Brasil (1962-1977): História e Memória https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8802 <p>O presente artigo propõe discutir a produção de textos biográficos, autobiográficos e memorialísticos elaborados por militantes do Partido Comunista do Brasil, fundado em 1922. Pretende-se apontar as características e especificidades desse conjunto documental e da sua possibilidade de contribuição para a reconstrução de dimensões lacunares da história política do Brasil, sobretudo no que diz respeito à movimentação dos trabalhadores organizados em agremiações partidárias.</p> Luan Eloy Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8802 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Democracia debilitada: a ascensão do fascismo no Brasil https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8765 <p>Este artigo busca analisar a fragilidade da democracia brasileira que se agudiza com a eleição do capitão do exército, reformado, Jair Bolsonaro, com claras inclinações ao fascismo. Nossa questão central, é tentar desvelar a construção desse fenômeno e, como, de certa maneira o desprezo do campo da esquerda para uma “privatização da vida pública e uma publicização da vida privada”, num processo declarado de avanço do conservadorismo na sociedade brasileira.</p> Joana Aparecida Coutinho Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8765 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 O CPC da UNE e o debate sobre educação e cultura popular no Brasil https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8793 <p>Este artigo tem por objetivo apresentar uma discussão acerca das concepções de educação e cultura popular no Brasil, enraizadas pelo Centro Popular de Cultura (CPC) entre os anos 1961-1964. Foram identificados, pelo menos, três concepções como resultado das interlocuções entre diferentes grupos e classes sociais que tinham por finalidade o desenvolvimento nacional: a concepção nacional-popular, a concepção de arte revolucionária e a concepção de educação e cultura de forma desinteressada. Estas concepções coexistiram, ora convergentes ora conflituosas, mas propuseram, enquanto ponto em comum, uma educação e cultura de modo a contribuir com a transformação social. A metodologia se baseou na historiográfica e bibliográfica. Para esta discussão foram basilares o acesso aos textos do Jornal Novos Rumos e da Revista Estudos Sociais, publicados na primeira metade dos anos 1960. E também algumas produções de autores contemporâneos que pesquisaram o CPC bem como a educação e cultura popular. A escolha dos referenciais se deu de acordo com o debate aqui proposto no contexto histórico em questão.</p> Marta Loula Dourado Viana Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8793 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 A criação de escolas como política educacional no município de Vitória da Conquitsa, até os idos de 1945 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8801 <p>O presente texto discorre acerca da criação de escolas como política educacional efetivada no município de Vitória da Conquista, dos primórdios do século XIX ao ano de 1945, e as mudanças ocorridas na educação local decorrentes dessa, tendo como suporte as contribuições teórico-metodológicas propostas pela Nova História francesa. Sabe-se que há muito a historiografia vem considerando que as realidades criadas pela ação do homem, sobre o espaço e no tempo, não podem ser analisadas apenas a partir de seus aspectos globalizantes, mas, também, a partir de suas particularidades e singularidades manifestadas em seu microespaço. Tal postura possibilita a abertura de novas fronteiras interpretativas, de modo a promover outras vias para as pesquisas no campo da História, em especial, da História da Educação. Trata-se do recorte de uma pesquisa de doutorado que investigou as políticas públicas orientadas para o ordenamento da educação no município conquistense em diferentes dimensões: dos projetos de criação das escolas à organização do ensino. Nessa perspectiva, a pesquisa não deixou de reconhecer o município como entidade político-administrativa com vida própria, entretanto, articulado com as ações políticas e educacionais em nível estadual/nacional inerentes ao modelo de Estado federativo.</p> <p> </p> Elenice Ferreira Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8801 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Os royalties de Itaipu na educação: uma análise nos municípios lindeiros Oeste do Paraná (1985-2017) https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8822 <p>O presente artigo tem como objetivo discutir a aplicabilidade dos <em>royalties</em> de Itaipu, observando seus aspectos quantitativos e qualitativos no campo educacional. A assinatura do Tratado de Itaipu, em 1973, ocorreu mediante tensões políticas a partir dos interesses geopolíticos, no contexto da Guerra Fria em face do modelo nacional-desenvolvimentista durante a Ditadura Civil-Militar (1964-1985), no contexto da expansão do capitalismo. Para a formação do reservatório foi preciso inundar uma grande área dos municípios chamados lindeiros ao lago de Itaipu, estando Santa Helena e Itaipulândia entre os maiores atingidos, vindo a perder uma grande parte de suas áreas produtivas, por isso, esses são os maiores recebedores das parcelas dos <em>royalties</em>. Diante disso, procuramos fazer uma análise dos investimentos realizados na educação destes municípios, por parte dos gestores. Os repasses efetuados pela usina criaram possibilidades, expectativas e perspectivas de ampliação e melhorias das escolas.&nbsp; Os repasses financeiros efetuados pela usina de Itaipu permitiram novas possibilidades de ampliação e melhorias para as escolas públicas na região oeste do Paraná.O presente artigo tem como objetivo discutir a aplicabilidade dos <em>royalties</em> de Itaipu, observando seus aspectos quantitativos e qualitativos no campo educacional. A assinatura do Tratado de Itaipu, em 1973, ocorreu mediante tensões políticas a partir dos interesses geopolíticos, no contexto da Guerra Fria em face do modelo nacional-desenvolvimentista durante a Ditadura Civil-Militar (1964-1985), no contexto da expansão do capitalismo. Para a formação do reservatório foi preciso inundar uma grande área dos municípios chamados lindeiros ao lago de Itaipu, estando Santa Helena e Itaipulândia entre os maiores atingidos, vindo a perder uma grande parte de suas áreas produtivas, por isso, esses são os maiores recebedores das parcelas dos <em>royalties</em>. Diante disso, procuramos fazer uma análise dos investimentos realizados na educação destes municípios, por parte dos gestores. Os repasses efetuados pela usina criaram possibilidades, expectativas e perspectivas de ampliação e melhorias das escolas.&nbsp; Os repasses financeiros efetuados pela usina de Itaipu permitiram novas possibilidades de ampliação e melhorias para as escolas públicas na região oeste do Paraná.</p> João Carlos da Silva, Juliana Schwaab Thibes Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8822 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 ¿Qué mensajes da una serie de ejercicios de Matemática acerca de los roles de género? https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8192 <p>Este trabalho identifica as mensagens relacionadas aos papéis de gênero que emergem de uma série de exercícios de matemática preparada para a formação de professores de matemática que lida especificamente com estratégias de contagem. Na perspectiva do ensino de matemática para a justiça social, são analisadas as declarações dos problemas, enfocando os papéis de gênero que emergem deles. As conclusões mostram que as declarações de problemas matemáticos do material analisado reforçam os papéis de gênero tradicionalmente estabelecidos e transmitem uma mensagem invisível que institui e reforça esses papéis de gênero e, ao mesmo tempo, os treinadores são alertados a prestar atenção ao selecionar as atividades de matemática oferecidas aos futuros professores de matemática.</p> Verónica Molfino, Cristina Ochoviet Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8192 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 O estudo da relação ternária para o ensino do Campo Conceitual Multiplicativo https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8319 <p>Este artigo objetiva analisar e descrever o processo formativo de professores dos anos iniciais que ensinam os conceitos de Comparação Multiplicativa. Uma pesquisa de natureza qualitativa, realizada durante um processo formativo com professores que atuavam nos anos iniciais do ensino fundamental. A formação foi organizada em encontros presenciais, virtuais e atividades de prática pedagógica tendo como conteúdo o Campo Conceitual Multiplicativo (CCM) estudado por Gérard Vergnaud. Como&nbsp; resultados, o processo formativo proporcionou indícios de ampliação do conhecimento matemático frente às situações-problema do CCM, fortalecendo: a prática dos professores; elaboração de situações-problema com diferentes complexidades (multiplicação e divisão); o trabalho mediado em sala de aula, observando os esquemas utilizados pelos alunos e os conceitos que ainda precisavam de interferência para efetivar a aprendizagem, demonstraram possibilidades de novas estratégias para que o professor entenda a construção do conhecimento matemático dos alunos.</p> Maria Elizabete Souza Couto, Débora Cabral Lima, Eurivalda Ribeiro dos Santos Santana Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8319 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Engenharia didática e Teoria das Situações Didáticas: um contributo ao ensino de Geometria Analítica com o software GeoGebra https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8447 <p>Este artigo é oriundo de uma dissertação de mestrado em andamento, do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PGECM) do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará (IFCE) - Campus Fortaleza e financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O objetivo deste trabalho é oferecer alternativas para a prática de ensino no campo da Geometria Analítica, voltadas para a formação profissional do futuro docente de Matemática, trazendo abordagens visuais e interativas com o auxílio do software GeoGebra. Será utilizada como metodologia a Engenharia Didática articulada à Teoria das Situações Didáticas, para execução desta investigação. Deste modo, busca-se colaborar com a formação dos licenciandos em Matemática por meio da construção de situações didáticas envolvendo a Geometria Analítica, em uma abordagem que explora a visualização e compreensão com uso do GeoGebra.</p> <p>&nbsp;</p> Renata Teófilo de Sousa, Italândia Ferreira de Azevedo, Francisco Régis Vieira Alves Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8447 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Situação Didática Olímpica sob a perspectiva da Teoria das Situações Didáticas: uma aplicação com professores em formação inicial no Brasil https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8393 <p>Esse escrito tem o objetivo de apresentar uma Situação Didática Olímpica sob a perspectiva da Teoria das Situações Didáticas aos professores que ensinam matemática. Estruturamos nossa pesquisa com base nas etapas da Engenharia Didática, no entanto, por ter um direcionamento à formação inicial do professor de Matemática, utilizamos a terminologia Engenharia Didática de Formação. Além disso, a situação didática foi estruturada sob a perspectiva da Teoria da Situação Didáticas. A Experimentação ocorreu no curso de Matemática da Universidade Estadual Vale do Acaraú por intermédio da plataforma Google <em>Meet</em>, de modo Remoto, com professores licenciandos do curso de Matemática da Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA, Sobral, Ceará, Brasil e atuam como professores orientadores do Programa de Iniciação Científica Júnior – PIC. Os dados coletados foram baseados nas etapas da Teoria das Situações Didáticas e validadas por intermédio da Engenharia Didática de Formação, por intermédio do confronto da Análise <em>a priori</em> e Análise <em>a posteriori</em> (validação interna). Concluímos que o <em>software</em> GeoGebra foi bastante útil no auxílio à resolução da situação didática proposta, por meio da visualização e da dinamização da figura e que o problema permitiu aos licenciandos a vivenciarem as etapas da Teoria das Situações Didáticas percorrendo um caminho análogo ao de um matemático na construção do conhecimento.</p> José Gleison Alves da SIlva, Francisco Régis Vieira Alves, Daniel Brandão Menezes Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8393 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 A definição de Potencial Químico em fontes didáticas https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8003 <p>Este artigo tem por objetivo apresentar as análises das abordagens sobre o Potencial Químico em livros de texto, em dicionários, em enciclopédias e em <em>sites</em> da <em>Internet</em>, bem como investigar a apresentação da definição, da conservação, dos seus valores máximo e mínimo e da variação da sua intensidade. A Categoria de Análise das definições está referenciada na abordagem histórica e no Silogismo de Aristóteles. Observou-se que algumas fontes pesquisadas estabeleceram como premissa a relação existente entre o Potencial Químico e a Energia Química para comparar com a relação existente entre a Temperatura e a Energia Térmica. Observou-se também a superficialidade nas abordagens e a prioridade a um tratamento matematizado para associar Potencial Químico a Equilíbrio Químico, em detrimento de uma abordagem epistemológica ou história. Devido à falta de sintonia das definições apresentadas nas fontes pesquisadas, vimos apresentar uma definição para o Potencial Químico. Embora Potencial Químico não seja uma grandeza potencial propriamente dita, a exemplo da Energia Interna, da Entalpia, da Entropia, do Potencial de Helmholtz e do Potencial de Gibbs, entendemos que defini-lo ainda constitui um desafio. Como perspectiva futura, este grupo de pesquisa visa divulgar as conclusões de suas pesquisas sobre as definições em fontes didáticas dos potenciais termodinâmicos para sistemas abertos.</p> Jornandes Jesús Correia, Gabriel Fonseca Guimarães Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8003 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Relación entre la frecuencia de consumo de frutas y hortalizas y la elección de la carrera en universitarios argentinos https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8239 <p>Este trabalho foi realizado com três propósitos: (1) determinar a frequência de consumo de frutas e vegetais (FyV) de estudantes universitários de três carreiras da Universidade Nacional Litoral (Santa Fe - Argentina), (2) relacionar a frequência de consumo (FC) com a escolha de carreiras (EC) dos estudantes y (3) determinar as barreiras que estão subjacentes ao consumo de FyH. O estudo foi quantitativo, descritivo e transversal, entrevistando 242 alunos de duas carreiras com orientação biológica (Faculdade de Biologia e Bacharelado em Biodiversidade) e sem perfil biológico (Arquitetura). A relação entre FC e EC foi verificada por meio da estatística Chi-quadrado. Os resultados obtidos mostram que as principais barreiras para o consumo de FyV, na maioria dos estudantes, são o alto custo e a preparação difícil para o consumo desses alimentos. Por outro lado, evidenciou-se que os alunos de carreiras de orientação biológica apresentam um consumo diário de FyV significativamente maior do que os alunos de arquitetura. Portanto, conclui-se que o escolha de carreiras poderia desempenhar um papel importante no que diz respeito à incorporação do FyV na dieta. A implementação de intervenções educativas em carreiras não biológicas apresenta-se como a possível estratégia com vistas à promoção de hábitos saudáveis.</p> Silvina Reyes Gagneten Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8239 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Com quantas cores se forma uma docência?: desvelando a homofobia no espaço escolar https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8826 <p>Este trabalho teve como objetivo pesquisar a concepção e posicionamento pedagógico sobre a homofobia no cotidiano da escola, a partir das narrativas das/os docentes. Para tanto, foi utilizado o recurso da entrevista semiestruturada com dezessete professoras e professores de duas escolas públicas do município de Vitória da Conquista-Bahia-Brasil. Essas e esses docentes narraram sobre sua formação, seu posicionamento sobre a homofobia e a diversidade sexual. Dialogou-se com o conceito de homofobia, com a formação docente e naturalização da violência legitimada contra a população LGBTI. Os resultados apontaram que, a partir das narrativas das/os docentes, a falta de conhecimento em torno da diversidade sexual e gênero demonstra que os/as docentes não possuam instrumentos para intervir nos momentos de violência homofóbica no espaço escolar.</p> Lara Barreto, João Diógenes Ferreira dos Santos Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8826 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300 Influenciadoras de moda em Vitória da Conquista, Bahia, Brasil: continuidades e descontinuidades https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8823 <p class="CorpoAA" style="text-align: justify; text-justify: inter-ideograph;"><span lang="PT">Foi objetivo dessa pesquisa analisar continuidades e descontinuidades no processo de influência e produção/reprodução de gostos a partir de influenciadoras digitais de moda de Vitória da Conquista (Brasil) e sua relação com outras conhecidas nacionalmente, na atualidade, e com o comportamento de mulheres conquistenses na década de 1960. O estudo foi realizado a partir de pesquisa bibliográfica, realização de entrevistas junto às influenciadoras da cidade, matérias sobre a história da cidade nos anos 1960, além de entrevistas com mulheres pertencentes a famílias mais abastadas que viveram nesse período ou têm lembranças sobre ele. Concluímos que é possível tratar a influência digital não apenas como um novo momento de relações pautado no incremento tecnológico (descontinuidade), mas também como prolongamento de mecanismos sociais de distinção nos gostos e relações de influência a partir das hierarquizações instituídas prévios às redes sociais digitais (continuidade).</span></p> Heloar Vasconcelos, Maria Salete de Souza Nery Copyright (c) 2021 Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 https://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/8823 seg, 07 jun 2021 00:00:00 -0300