https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/issue/feed Revista de Iniciação à Docência 2023-11-18T11:41:09-03:00 Daisi Teresinha Chapani rid.editoria@gmail.com Open Journal Systems <div align="justify">A <strong>Revista de Iniciação à Docência</strong> (RID-UESB, <strong>ISSN 2525-4332</strong>) é um periódico <em>online</em>, de acesso aberto, dedicado a difundir ensaios teóricos, relatos de experiência e resultados de pesquisas envolvendo temas relacionados à formação e à inserção profissional de docentes de qualquer nível ou modalidade de ensino. Sua periodicidade é anual, com publicação contínua. A avaliação é feita às cegas. São aceitos textos em português e em espanhol.</div> https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11561 Prática docente e Educação CTSA: estágio supervisionado em ciências em uma Escola Municipal do interior do estado de São Paulo 2022-11-15T16:01:22-03:00 Enrico Lopes Breviglieri enrico.breviglieri@unesp.br Matheus Ganiko-Dutra matheus.ganiko@unesp.br <p>Um importante elemento de coerência na formação de professores é a compatibilidade entre aquilo que se aprende na universidade e o que pode ser observado durante os estágios supervisionados, o que nem sempre acontece devido à divergência de teorias adotadas nos cursos de graduação e nas práticas pedagógicas nas escolas. Neste artigo são exploradas as experiências no Estágio Supervisionado com temática da Educação CTSA (Ciências, Tecnologia, Sociedade e Ambiente) e suas interseções com a Pedagogia Histórico-Crítica (PHC). O estágio foi realizado nos 7<sup>os</sup> e 8<sup>os</sup> anos do Ensino Fundamental, acompanhando um professor monitor que segue a pedagogia materialista. Durante as observações, foram feitas anotações baseadas em evidências para a análise. O estagiário também realizou uma regência. Foram realizadas uma análise dos resultados do estágio e uma análise da articulação da aula do professor com os eixos da ênfase CTSA. Apesar das diferenças entre a Educação CTSA e a PHC, o professor monitor consegue inserir conteúdos CTSA em suas aulas através de suas explicações e demais atividades. Sobre a regência, foi concluído que permaneceram algumas distorções conceituais, que poderiam ser superadas caso o estagiário fosse responsável por uma sequência de aulas, podendo dar continuidade com o ensino e a aprendizagem.</p> 2023-04-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11641 Regência escolar: estratégias didáticas usadas pelos residentes no contexto remoto 2023-01-26T17:07:26-03:00 Carlos Alberto Aquino Franco carlos.franco@iemci.ufpa.br Valéria Risuenho Marques vrisuenho@ufpa.br <p>Este artigo apresenta resultados parciais do projeto de pesquisa intitulado “Programa Residência Pedagógica (PRP): aspectos do percurso formativo de residentes". Tal projeto tem como objetivo evidenciar em que aspectos o PRP contribui para a formação inicial dos licenciandos residentes do curso de Licenciatura Integrada em Ciências, Matemática e Linguagens da Universidade Federal do Pará. Para este texto, buscamos identificar estratégias didáticas utilizadas por residentes nas regências ocorridas no ensino remoto, tomando como referência os conteúdos conceituais e procedimentais de Zabala (1998). Metodologicamente, o estudo é de caráter descritivo-interpretativo, com abordagem qualitativa, que se apoia, como técnica de constituição de dados, na análise documental, tomando como referência os registros realizados em diário de bordo durante a observação de aulas Desse estudo é possível afirmar que a regência escolar é um alicerce fundamental no processo educativo do licenciando por unir a teoria com a prática, de forma a contribuir para a formação inicial como educador. Além disso, foi possível identificar que os residentes usaram os recursos que dominavam para dinamizar aulas <em>online</em>, bem como contemplaram, nos slides usados, conteúdos conceituais e procedimentais dos objetos de conhecimento trabalhados.</p> 2023-04-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11643 O uso de jogos didáticos-pedagógicos no ensino de ciências como método de ensino e aprendizagem na EMEF Brigadeiro Haroldo Coimbra Veloso em Itaituba-PA 2023-02-23T11:29:02-03:00 Patrícia Lima da Silva patricialima49676@gmail.com Vilma Ribeiro de Almeida vilmaribalmeida@gmail.com <p>O Ensino de Ciências envolve uma série de termos científicos que muitas vezes leva a uma dificuldade durante o processo de assimilação e apreensão dos conteúdos pelo aluno, sendo necessário que o professor busque formas de tornar as aulas mais atrativas e compreensíveis, utilizando de diversas ferramentas pedagógicas, dentre elas estão os jogos didáticos-pedagógicos. Isso porque, os jogos didáticos conseguem atingir diversas finalidades, ligados às funções cognitivas, aos processos relacionados ao desenvolvimento da inteligência e da personalidade, que estão na base da construção do conhecimento. O presente artigo teve como objetivo desenvolver e aplicar um recurso didático que auxilie alunos com dificuldade no entendimento de alguns conteúdos da disciplina de ciências. Os caminhos percorridos pela pesquisa foram de uma pesquisa básica de abordagem qualitativa, quanto aos procedimentos técnicos utilizou-se a pesquisa de campo com levantamento bibliográfico. Considera-se que esta pesquisa contribuiu para a compreensão e importância dos jogos para o processo de ensino e aprendizagem do aluno e sobretudo no ensino da disciplina de ciências.</p> 2023-04-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11569 Roteiros de Aprendizagem como gênero para produção de material didático para o ensino e aprendizagem de Língua Inglesa 2023-03-13T16:29:02-03:00 Diana Ketlem Paula do Nascimento diana.nascimento@ifro.edu.br Tamara Afonso dos Santos tamara.santos@unir.br Luiz Eduardo Guedes luiz.guedes@ifac.edu.br Sonaira de Araújo Moura sonaira.moura@ifac.edu.br <p>O presente estudo tem por objetivo discutir possibilidades de elaboração de materiais didáticos a partir da apresentação do gênero roteiro de aprendizagem (FARIAS, 2019) e análise de um roteiro tomando por base as contribuições teóricas acerca da temática (PAIVA, 2014; RAJAGOPALAN, 2012; SCHEYERL, 2012, entre outros). Assim, fundamentados numa abordagem qualitativa de pesquisa de caráter documental, apresentamos a análise de um roteiro de aprendizagem elaborado por educadores da rede pública e privada de ensino, fundamentados em teorias para o ensino de línguas, produção e análise de materiais didáticos. Os resultados da análise apontam que o gênero roteiro de aprendizagem possui características fundamentais para um material didático como: capacidade de reusabilidade, contextualização, personalização, construção colaborativa, hipertextualidade e a autonomia do professor.</p> 2023-04-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11945 Contribuições do GeoGebra para o Ensino de Funções: o que revelam algumas pesquisas brasileiras 2023-03-30T00:11:17-03:00 Antonio Carlos Pereira Leite antoniocaros15@gmail.com Adriana Fátima de Souza Miola adrianamiola@ufgd.edu.br <p>O presente artigo teve, como objetivo, analisar as contribuições do GeoGebra para o ensino e a aprendizagem de funções nas pesquisas brasileiras. Para isso, optamos pela metanálise como metodologia de pesquisa por meio de uma abordagem qualitativa. Realizamos uma busca na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e dissertações (BDTD) e encontramos 43 pesquisas referentes à utilização do GeoGebra como ferramenta para o ensino de funções e, dentro desse conjunto, encontramos 34 pesquisas desenvolvidas na Educação Básica e 9 (nove) pesquisas na Formação Inicial de professores. As pesquisas no conjunto que envolvem a Educação Básica mostraram resultados bastante significativos com a utilização do GeoGebra no ensino de funções, destacando-se, principalmente, o dinamismo, os recursos visuais como facilitadores para que esses conteúdos sejam assimilados pelos estudantes e para serem propostos pelos professores. Dentro do subconjunto referente ao ensino superior, identificamos apenas uma pesquisa com professores do curso em licenciatura em Matemática e as demais pesquisas foram realizadas com estudantes licenciandos de curso de Matemática e revelam que a utilização do GeoGebra em sala de aula traz dinamismo e facilita a realização de atividades investigativas e a exploração e visualização de propriedades.</p> 2023-05-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12202 Análise discursiva das percepções de licenciandos em Pedagogia sobre a construção de letramento acadêmico-científico 2023-05-02T15:34:40-03:00 Dedilene Alves de Jesus Oliveira dedilene@yahoo.com.br Paulo César Ribeiro Júnior junior.ribeiro14@hotmail.com <p>Estudos sobre práticas de letramento acadêmico no ensino superior têm demonstrado que há uma concepção de que tais processos se manifestam de forma complexa, tanto na escrita e leitura quanto na oralidade (MUSSIO, 2017; FIAD, 2011; MOTTA-ROTH, 2010; FISCHER, 2010), exigindo um olhar mais atento no que diz respeito às formas de recepção e produção dos textos acadêmico-científicos. Diante desse cenário, nosso objetivo de pesquisa foi analisar as percepções dos licenciandos de Pedagogia de uma instituição de ensino superior estadual mineira acerca das suas vivências nas práticas de letramento acadêmico-científicos. Como metodologia, fizemos um questionário individual para os ingressantes no curso e os licenciandos do último período, com 12 questões. Para este trabalho, selecionamos 4 questões discursivas, que apresentaram justificativas e comentários dos licenciandos sobre suas experiências com esse tipo de letramento. Como metodologia de análise, utilizamos os pressupostos da Análise de Conteúdo (BARDIN, 2007). Os resultados demonstraram que há necessidade de uma mediação mais aprofundada por parte dos professores do ensino superior, para que as práticas de letramento acadêmico-científico sejam mobilizadas não somente em momentos esparsos do curso ou para grupos específicos, mas façam parte da cultura acadêmica de forma mais proveitosa e sejam verdadeiramente ensinadas.</p> 2023-05-12T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12009 Formação inicial de pedagogos: incorporação dos Estudos Surdos e das produções acadêmicas de pesquisadores surdos nos planos de ensino da disciplina de LIBRAS 2023-02-16T15:25:29-03:00 Sheila Ferreira Gonçalo sheila.goncalo@ifsp.edu.br <p>Os Estudos Surdos configuram-se como uma corrente teórica cujas análises deslocam a discussão sobre a surdez do âmbito da deficiência e da educação especial, alocando-a em uma nova territorialidade educacional que reivindica o reconhecimento político da identidade e da cultura surdas. O crescente número de pesquisas e de pesquisadores, surdos e ouvintes, ligados a esta perspectiva teórica fornece a dimensão da expansão e relevância dos Estudos Surdos para as discussões acadêmicas a respeito da escolarização dos surdos em instituições regulares ou especializadas, emergindo como uma temática relevante para a formação docente. Assim, esta pesquisa analisa a incorporação das produções acadêmico-científicas ligadas aos Estudos Surdos, especialmente aquelas publicadas por pesquisadores surdos, na formação inicial de pedagogos, tomando como base os planos de ensino da disciplina de LIBRAS, presentes nos projetos pedagógicos de cursos de licenciatura em pedagogia de instituições federais de ensino do estado de São Paulo. Os dados analisados, ao mesmo tempo em que apontam a presença de temas vinculados aos Estudos Surdos no currículo dos cursos analisados, não encontraram uma correlação nominal entre esses temas e o termo “Estudos Surdos”. Além disso, evidenciou-se uma reduzida incorporação das produções científicas de pesquisadores surdos na formação inicial de pedagogos.</p> 2023-05-16T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12408 Propostas para o desenvolvimento de competências científicas em trabalhos finais de graduação em educação 2023-04-27T16:32:00-03:00 Silvia Umpiérrez Oroño sumpierrez16@gmail.com <div>Esta investigação teve como objetivo caracterizar os trabalhos finais de graduação dos alunos de formação de professores quanto aos temas escolhidos e aos problemas pedagógicos construídos em torno deles. Além disso, propôs - se analisar as propostas de resolução para estes problemas, aprofundando - se naquelas que incluíssem o desenvolvimento de competências científicas. Foram acessados 87 trabalhos, sem selecionar a amostra, mas por viabilidade. Foi aplicada a técnica de análise de conteúdo. O tema mais escolhido foi “Ciências Educativas e Ambiente Educativo” (35 de 87). Os problemas mais abordados foram na linha de "Pedagogia, pedagogia social e ciências da educação" (46/87) (inclusão, aprendizagem, convivência, diversidade, avaliação e educação emocional). Apenas doze trabalhos propuseram o desenvolvimento de competências científicas e a metade de eles incluiu estratégias didáticas para fazê-lo. Os achados apontam para a necessidade de maior incorporação dos problemas relacionados ao ensino de ciências e melhor articulação entre teoria e prática. A definição de modalidades de orientação e a formação de tutores poderão influenciar favoravelmente a superação desta dificuldade, dada a atual importância da literacia científica para futuros professores e alunos.</div> 2023-05-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12143 Paulo Freire nas licenciaturas do IFMG 2023-04-11T16:35:59-03:00 Tamires Vilela Ferreira thais.duque@ifmg.edu.br Thais Oliveira Duque thais.duque@ifmg.edu.br <p>O presente artigo tem como finalidade investigar a presença ou ausência de Paulo Freire nos cursos de licenciatura ofertados no Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG). Para cumprir o objetivo da pesquisa, o caminho metodológico foi pautado inicialmente na análise dos Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC's), tendo sido utilizada a análise de conteúdo para estruturar as fases de análise do documento. Posteriormente, foi enviado um questionário com possíveis formandos dos cursos de Licenciatura do IFMG, como instrumento de coleta de dados deste projeto. Após a análise dos PPC's, a presença de Freire foi constatada tanto de forma explícita como implícita, sendo que o maior número de aparições foi através de citações que remetem a ideias do educador, mas sem mencioná-lo. No questionário, nota-se que os licenciandos conhecem Paulo Freire, e aqueles que não o conhecem estão de acordo com sua pedagogia. Alguns casos isolados de críticas ao educador foram percebidos, mas a grande maioria reconhece a importância de Freire para a educação. Constatou-se que a aderência a Paulo Freire pela maioria dos licenciandos é satisfatória, mas que deve ser mais explorada, concluindo que os cursos de licenciatura, da instituição investigada, utilizam de forma rasa da pedagogia freireana.</p> 2023-05-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11973 O Ensino da Astrobiologia como Alternativa Interdisciplinar Baseada no Uso de TDICs 2023-03-22T10:48:36-03:00 Luiz Gustavo Lima Cordeiro luizcordeiro2001@gmail.com Larissa Santos Serra larissaserra972@gmail.com Rafael Ramos Longuinhos rafalonguinhos@hotmail.com Simone Souza de Oliveira ssoliveira@uefs.br <p>O presente artigo descreve o desenvolvimento e aplicação de um projeto de Iniciação Científica Júnior chamado “Astrobiologia: um universo de possibilidades”, o qual aborda, de maneira interdisciplinar, conteúdos referentes à Astrobiologia para turmas de 1° ano do Ensino Médio de uma escola pública da rede estadual, localizada na cidade de Feira de Santana, Bahia. Esse projeto resultou das ações de intervenção dos bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, no âmbito do subprojeto de Biologia da Universidade Estadual de Feira de Santana. A partir dele, desenvolveram-se estratégias para facilitar e motivar o aprendizado sobre as Ciências Naturais, utilizando Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) e contribuindo para a alfabetização científica e letramento digital. Destarte, objetivou-se familiarizar os estudantes participantes a temas da Astrobiologia, apresentando novas perspectivas sobre a Ciência como um fator acessível em seu cotidiano. Observou-se que a maioria dos alunos avaliaram de forma positiva as temáticas abordadas e o desempenho dos bolsistas na mediação das atividades, constatando o potencial da inserção de TDICs no processo de ensino-aprendizagem.</p> 2023-05-30T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12346 Residência pedagógica: a prática das observações realizadas de forma remota e sua importância na formação de professores de Química 2023-04-11T14:55:55-03:00 Jarline dos Santos Cardoso jarline.cardoso2@academico.ufpb.br Andressa da Cunha Soares andressa_bbgt@hotmail.com Erika Wilma de Paiva Rodrigues ewpr@academico.ufpb.br Rodolfo André dos Santos Rodolfo.andre.santos@aluno.uepb.edu.br Kalline de Almeida Alves Carneiro kallinequimica2014@gmail.com Maria Betania Hermenegildo dos Santos mbetaniahs@gmail.com <p>Devido à pandemia da covid-19, as atividades da segunda edição do Programa de Residência Pedagógica (PRP) ocorreram de forma remota. Atentos a esse cenário, objetivamos neste artigo relatar as observações realizadas de forma remota do PRP subprojeto da Química do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A escola vinculada a esse subprojeto está localizada na cidade de Areia – PB e as observações foram desenvolvidas nas turmas do Ensino Médio. A partir dessa experiência, pode-se afirmar que a tecnologia manteve a educação viva durante o período de pandemia, sendo o elo entre docentes e discentes, e todo o corpo educacional, tornando possível o ensino remoto. Assim, embora tenham ocorrido diversos empecilhos, prevaleceram a adaptação e a reinvenção da educação. Entretanto, infelizmente, esse momento evidenciou ainda mais as desigualdades sociais e econômicas em nossa região, visto que muitos alunos não podiam participar das atividades síncronas, devido à falta de recursos como internet, celulares e computadores. Ademais, podemos afirmar que esse momento foi extremamente importante para nossa formação docente, principalmente no que diz respeito ao uso de tecnologias, tendo em vista que passamos a conhecer diversos aplicativos e plataformas, os quais serão utilizados em nossas regências.</p> 2023-07-04T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11930 Competências digitais de docentes da educação básica brasileira: um olhar crítico sobre a determinação tecnológica 2023-05-04T18:20:45-03:00 Vitorugo Sérgio Escaraber Selpa vitorugo.selpa@gmail.com Elisângela Barbosa Nascimento elisangelapesquisas@gmail.com Rita de Cássia Barbosa Nascimento ritaposgraduacaouneb2021@gmail.com Mateus Alves Barreto mateusbarreto.mb43@gmail.com Isaías Daniel Pereira de Pereira idpp81@gmail.com <p>O artigo investiga a relação entre a formação docente em nível de competências digitais e as tecnologias digitais de informação e comunicação (TDICs). Neste estudo, apresentamos reflexões para a pergunta: como formar o docente para se capacitar na era digital e na adoção crítica da tecnologia? A partir disso, traçamos como objetivo geral identificar e analisar a formação docente em nível de competência digital para a adoção crítica da tecnologia. Com isso, foram eleitos como objetivos específicos: a) Identificar e analisar criticamente os efeitos das tecnologias no ensino-aprendizagem e a formação docente para um mundo digital; b) Identificar e analisar as competências digitais atuais de docentes na formação inicial; c) Compreender e analisar como as metodologias ativas podem tornar os estudantes protagonistas. Sendo uma pesquisa bibliográfica, recorremos a autores já consagrados na área de educação e aos que publicaram livros recentes com dados científicos de estudos sobre os efeitos do uso excessivo das tecnologias digitais, para uma melhor compreensão e pensamento crítico em relação à temática. Como um trabalho de cunho qualitativo, esperamos contribuir para o desenho da formação adequada do docente, competente para a adoção crítica das TDICs, visando a formação humana e integral.</p> 2023-07-19T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11959 Experimentação no ensino de Física: enfoque no processo de ensino e aprendizagem 2023-05-15T16:47:50-03:00 Álex de Carvalho Ferreira aledcferreira@hotmail.com <p>Delinear caminhos para endossar a qualidade na educação exige necessariamente pensar em meios eficazes de proporcionar maior diversidade nas estratégias pedagógicas que envolvem o processo de ensino e aprendizagem. Nessa direção, levando em consideração a pluralidade de estratégias que contribuem para a qualidade do ensino no âmbito educacional e tendo como pano de fundo o programa PIBID, este artigo tem como objetivo analisar o processo de ensino e aprendizagem da eletrostática no ensino de Física, por meio de um experimento de baixo custo realizado no PIBID. Esta pesquisa se caracteriza metodologicamente como qualitativa, utilizando questionários para coleta de dados. Para a análise dos dados, foram utilizados o referencial teórico que fundamenta esta pesquisa e as interpretações das respostas dos estudantes. Como uma das principais conclusões, a pesquisa revela que o experimento contribui para aproximar o ensino de Física das características do trabalho científico, além de promover a aquisição de conhecimento e a transformação das práticas dos professores e futuros professores.</p> 2023-07-19T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11949 Paulo Freire e a Democratização da Educação: A Importância do Projeto Político-Pedagógico como Instrumento de Transformação 2023-03-26T18:12:08-03:00 Lina Meireles Magalhães lina.me.magalhaes@gmail.com Indionara Galvão Reis igreis@uesc.br Simoni Tormöhlen Gehlen stgehlen@gmail.com <p>A construção de um Projeto Político Pedagógico (PPP) é essencial para orientar as atividades da comunidade escolar proporcionando uma base sólida para a organização e o desenvolvimento da educação. Nesse sentido, o objetivo deste artigo consiste em investigar a compreensão de docentes que atuam no município de Cairu-BA sobre o PPP. Fundamentado na perspectiva de Paulo Freire e em alguns estudos que discutem a construção de um PPP, foi realizado um questionário relativo à construção do PPP, sua importância e suas bases democráticas. As informações foram obtidas por um questionário desenvolvido no<em> Google Forms</em> e enviado via link pelo aplicativo <em>Whatsapp</em> e foram analisadas por meio da Análise Textual Discursiva, com base nas seguintes categorias: i) Orientar/Nortear o fazer pedagógico; ii) Identidade Escolar; iii) A importância da Comunidade e a democratização do PPP. Dentre os resultados apresentados, destaca-se a importância da participação da comunidade escolar na elaboração do PPP como caminho para transformação da realidade e democratização do processo educacional. Ademais, o estudo indica a relação entre o entendimento do professor acerca do PPP como um dos elementos norteadores para sua construção, visto que, está intrinsecamente ligado à participação dos docentes no processo de discussão, elaboração e execução do PPP.</p> 2023-08-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12388 Professor iniciante: os desafios do início da carreira 2023-06-10T15:02:22-03:00 Letícia Almeida Lopes leticiaalmeida.aluno@unipampa.edu.br Juliana Lima Moreira Rhoden julianarhoden@unipampa.edu.br <p>A discussão acerca da profissão docente não é recente, porém é pertinente que se mantenha em pauta devido às mudanças que ocorrem na sociedade e, consequentemente, no cenário geral da docência. Assim, a pergunta norteadora do presente trabalho é quais são os desafios do início da carreira? O objetivo da pesquisa é compreender os desafios encontrados no início da carreira e reconhecer os movimentos da docência iniciais, tendo em vista que é nesta etapa que ocorre a mudança de papéis, onde o aluno se torna o professor. Metodologicamente, realizou- se uma pesquisa bibliográfica respaldada em autores basilares que versam sobre o tema, bem como produções recentes. Nossos estudos fazem entender que os desafios na iniciação à docência implicam em diversos outros, principalmente da vida pessoal e que se entrelaçam com a profissão. Assim como a preparação psicológica e emocional necessárias para tal fase, mas que não são características abordadas o suficiente nos cursos de formação de professores, que chegam despreparados para o que enfrentarão ao se inserir na profissão. Portanto, compreendemos que na fase da iniciação da carreira são vários os desafios que o professor iniciante terá de superar e isto torna necessário contínuos movimentos de aprendizagem docente.</p> 2023-08-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12356 O período colonial nos livros didáticos utilizados na região norte: a persistência da teoria dos ciclos econômicos (1997-2015) 2023-06-07T10:44:32-03:00 Andressa da Silva Gonçalves andressa_g.m@hotmail.com <p> O artigo objetiva analisar quais são as perspectivas eleitas pela literatura didática para estruturar a narrativa do período colonial brasileiro. Através dos conceitos de <em>Representação</em> de Roger Chartier (1990), de <em>discurso</em> de Mikhail Bakhtin (2006) e de <em>Análise de conteúdo</em> de Lawrence Bardin (2011) analisamos dez coleções didáticas, aprovadas pelo Plano Nacional do Livro Didático (PNLD), datadas entre 1997 e 2015. Constatou-se que na mescla de narrativas que constituem a literatura didática sobre o período colonial, ainda predomina a teoria dos ciclos econômicos, onde o bandeirante ocupa um papel crucial.</p> 2023-08-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12397 Programa Residência Pedagógica: contribuições para a formação inicial de professores de matemática 2023-05-30T08:07:11-03:00 Adriele Oliveira Costa oliveiraadriele310@gmail.com <p>Este trabalho tem como objetivo analisar a contribuição do Programa de Residência Pedagógica (PRP) para a formação inicial do professor de Matemática, em particular uma experiência vivenciada pela autora e, desse modo, compreender como se caracteriza a relação entre a instituição e escola. Esta pesquisa teve como procedimento metodológico duas fontes principais, sendo a pesquisa bibliográfica, com amparo na literatura existente sobre o PRP. E a outra parte da pesquisa, aconteceu por meio da observação participativa. Concluímos que, o PRP permite ao estagiário desenvolver a prática docente em um ambiente supervisionado, promovendo a apropriação de conteúdos teóricos, metodológicos e práticos, que estão intimamente relacionados com a construção do conhecimento sobre o ensino da matemática. Além disso, as atividades desenvolvidas no PRP promovem a reflexão do estagiário sobre sua prática de ensino, favorecendo o uso de múltiplos recursos de aprendizagem e a construção de um aprendizado significativo.</p> 2023-08-09T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12608 Atividades Experimentais no ensino da Matemática mediadas pela prática docente e nas perspectivas vygotskiana, piagetiana e ausubeliana 2023-06-21T11:29:22-03:00 Adriane Beatriz Liscano Janisch a.janisch@hotmail.com Karin Ritter Jelinek karinjelinek@furg.br <p>Destacando a importância do uso da linguagem e organização do pensamento para uma aprendizagem com significado na experimentação matemática da Educação Básica, as Teorias de Aprendizagem constituem-se em um exímio orientador metodológico no ensino e aprendizado de Matemática. Nessa perspectiva, o objetivo deste trabalho é realizar um estudo sobre Teorias de Aprendizagem, com um olhar voltado para atividades experimentais em Matemática com base em Vygotsky, Piaget e Ausubel, e analisar como tais processos de construção do conhecimento podem ser aplicadas ao ensino de Matemática aliados a prática docente, promovendo uma investigação reflexiva sobre conhecimentos cognitivos, experimentação matemática, habilidades e desenvolvimento humano e aprendizagem significativa. Assim sendo, a metodologia utilizada estruturou-se por meio de levantamentos bibliográficos e exploratórios, construindo uma análise teórica sobre experimentação no ensino de Matemática. Elencando esses recursos a uma contextualização com a educação matemática contemporânea, verificou-se que situações investigativas e exploratórias da aprendizagem, seguidas do papel da linguagem e organização do pensamento e interação social ao viés dos significados e sentidos na experimentação podem contribuir para um aprendizado mais efetivo e uma compreensão mais significativa da matemática.</p> 2023-08-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12575 A importância da leitura, da escrita e da oralidade no plano de aula de FLE: contribuições para a formação inicial e o letramento docente 2023-06-05T11:43:54-03:00 Priscilla Barbosa de Oliveira Melo pbomelo@yahoo.com Liviane Gomes Ataíde Santana liviane.santana@uefs.br Ady Sá Teles Santana astsantana@uefs.br <p>Através deste ensaio teórico, promovemos uma reflexão acerca do fazer docente do professor de Francês Língua Estrangeira (FLE), enfocando a formação inicial e o letramento docente, propondo um modelo de plano de aula ajustável aos variados temas ministrados na sala de aula da Educação Básica destacando oralidade, leitura e escrita. Baseando-se na experiência com a formação inicial do professor, concentramos esforços na importância da elaboração dos planos de aula, identificando o lugar da leitura, da escrita e da oralidade, focando no processo de ensino e aprendizagem da língua francesa e, portanto, tratando do plano de aula, sua relevância e composição, visando a sala de aula e a prática docente de FLE. Desenvolvemos uma pesquisa de caráter etnográfico, uma vez que nos respaldamos em nossa prática de ensino em estágio supervisionado, observando os planos de aula e verificando a necessidade de melhor direcionar os estudantes, referenciando-nos em Anecleto e Miranda (2016), Libâneo (2006), Reichmann (2012), Vian Jr. e Rojo (2020), dentre outros. Sendo assim, verificamos que podemos adaptar o plano de aula às particularidades de cada turma, ampliar, refletir e problematizar as possibilidades de elaboração do plano e, deste modo, contribuir para a formação inicial e continuada do docente de FLE.</p> 2023-08-22T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/13367 Formação matemática de futuros professores dos anos inicais: um estudo sobre os cursos de Pedagogia da Bahia 2023-09-11T10:13:00-03:00 Naiara Fonseca de Souza naiara.souza@uesb.edu.br <p>A realidade educacional, no que se refere a aprendizagem da Matemática, tem sido tema de pesquisas em diferentes perspectivas, desde a formação inicial ou continuada de professores, até a aprendizagem dos estudantes. Com o objetivo de Investigar a Matemática elencada nas ementas dos cursos de Pedagogia e suas conexões com a Base Nacional Comum Curricular – BNCC, esse artigo buscou responder a seguinte questão: Quais as aproximações e distanciamentos entre as orientações da BNCC para o ensino de Matemática nos anos iniciais e as ementas dos cursos de Pedagogia em universidades do estado da Bahia? Para respondê-la, foi realizada uma análise das orientações presentes na BNCC voltando o olhar para as unidades temáticas e os respectivos conteúdos e habilidades que se deseja desenvolver nos anos iniciais, e das ementas dos cursos de Pedagogia de universidades públicas no estado da Bahia com o intuito de refletir sobre a Matemática que tem sido contemplada nesses documentos. As análises possibilitaram concluir que as ementas dos cursos têm voltado a atenção para teorias e metodologias e apesar de concordar com sua importância defendo a necessidade do foco não se restringir a elas.</p> 2023-09-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12467 O Projeto Político Pedagógico e as possíveis conexões com as políticas externas 2023-08-12T19:11:50-03:00 Fernanda Ferreyro Monticelli fernanda.monticelli@caxias.ifrs.edu.br Rosalba Lima Coutinho rosalba.lima92@gmail.com Bruno Cavalcante bruno.cavalcante@caxias.ifrs.edu.br <p>O artigo objetiva refletir sobre 0 Projeto Político Pedagógico/PPP de uma escola situada em Caxias do Sul com as possíveis orientações de políticas internacionais. Como metodologia, realizamos uma análise descritiva de uma escola da rede de ensino municipal de Caxias do Sul e estabelecemos relações com estudos sobre as políticas externas. A Análise foi realizada com base em Boaventura de Sousa Santos, para relacionar as políticas mundiais com as locais e Celso Vasconcellos para abordar sobre o PPP. Concluímos que na região de Caxias do Sul, o município expressa tentativas de construção do Projeto Político Pedagógico na qual considere princípios emancipatórios como a participação da comunidade. Por sua vez, possivelmente atende a outros atos regulatórios internacionais.</p> 2023-09-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12713 Significações dos Residentes de Física acerca da primeira experiência com o Programa de Residência Pedagógica 2023-08-28T17:29:27-03:00 Ivanderson Pereira da Silva ivanderson@gmail.com <p>Esse estudo analisou as concepções dos residentes de Física da Universidade Federal de Alagoas acerca das vivências desenvolvidas no contexto do Programa de Residência Pedagógica (PRP), implementado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, em 2018 em uma escola de turno regular e duas de tempo integral. Trata-se de um estudo de caso de natureza quanti-qualitativa. O instrumento de coleta de dados, elaborado no Google Formulários, foi estruturado com três questões fechadas e nove abertas, encaminhado para os 30 residentes, dos quais retornaram 26 respostas. Essas foram analisadas à luz da estatística descritiva e da análise textual discursiva. Como resultados foram produzidos dois metatextos. O primeiro enfocou as contribuições do PRP para o fortalecimento da identidade docente dos residentes por meio dos pilares da formação pela pesquisa e da relação teoria e prática. O segundo metatexto enfocou as dificuldades enfrentadas pelos residentes frente à burocracia, à inflexibilidade e aos entraves do financiamento do PRP.</p> 2023-10-19T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12547 Licenciandas em ciências biológicas: relato de experiência do estágio docência em ciências em uma escola pública no norte do Paraná 2023-07-17T17:56:27-03:00 Jéssica Sayuri Imamura ra106161@uem.br Rafaela Lazaro Rusiquim ra115645@uem.br Sabrina Baratieri ra95732@uem.br Poliana Barbosa da Riva poliana_dariva@yahoo.com.br <p>O estágio supervisionado para a docência tem como um de seus objetivos apresentar, dialogar, refletir e orientar acadêmicos acerca dos desafios que farão parte do seu cotidiano profissional na escola, possibilitando que o licenciando tenha noção dos aspectos que influenciam na prática pedagógica, como elemento indispensável para a construção da identidade docente. Foi com esse intuito que esse relato de experiência sobre o estágio de docência em ciências foi desenvolvido, a fim de discutir aspectos observados nas aulas realizadas em uma escola pública do norte do Paraná, em um processo de formação inicial de professores de ciências. Os resultados e discussões nos indicam que as atividades desenvolvidas foram satisfatórias, atendendo as primeiras expectativas das licenciandas. Por ora, entende-se que há necessidade de mais reflexões e diálogos acerca do que foi observado, visto que a prática se constitui como uma pequena fração do que está inserido no contexto educativo como um todo.</p> 2023-10-19T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/13359 Educação Multicultural, Ensino Médio e Formação Docente: intervenções didáticas para a valorização e ressignificação indígena 2023-10-17T06:20:20-03:00 Pedro Henrique Felix da Silva pedroflamengopb@hotmail.com Ana Cristina Silva Daxenberger ana.daxenberger@gmail.com <p>Este artigo apresenta as atividades desenvolvidas no Programa de Apoio às Licenciaturas (Prolicen), com intervenções educativas como foco à Educação para as Relações Étnico-Raciais, de modo que fossem trabalhados aspectos que contribuíssem para a valorização e ressignificação das culturas indígenas brasileiras, superando o prisma colonizador. Dentre as ações, destaca-se o processo de avaliação inicial sobre os conhecimentos prévios dos estudantes, para posteriormente desenvolver atividades como palestras, representação gráfica (desenho), estudos e debates sobre a temática, de maneira a contextualizá-las às questões atuais sobre as culturas originárias brasileiras. Como base teórica, utilizamos dos princípios de uma educação multicultural e antirracista, além de documentos oficiais nacionais. Os dados nos permitiram ressaltar a importância do Prolicen na formação inicial docente, assim como apresentar resultados significativos obtidos através da percepção dos estudantes do Ensino Médio no tocante à desmitificação de elementos vinculados a esses povos.</p> 2023-11-14T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12444 O Programa Residência Pedagógica: estudo das dissertações publicadas no Brasil (2018 a 2022) 2023-08-13T18:30:13-03:00 Ellen Maria Santos Portela ellenmariaportela@gmail.com Gabriel Gerber Hornink gabriel.hornink@unifal-mg.edu.br <p>A formação de professores é de extrema importância para a melhoria da qualidade educacional no país e, nesse contexto, o Programa de Residência Pedagógica (PRP) emerge como uma iniciativa de destaque. Objetivou-se neste trabalho mapear as produções acadêmicas (dissertações) relacionadas ao PRP, a partir da sua implementação pelo MEC e pela CAPES, no recorte temporal de 2018 a 2022, disponíveis no Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES. O PRP, foco deste estudo, tem como um de seus objetivos a imersão do licenciando nas instituições da educação básica, a fim de promover uma incrementação na formação docente e uma relação mais direta das Instituições de Ensino Superior (IES) com as escolas. Utilizando uma abordagem quali-quantitativa, empregou-se descritores específicos para identificar 17 dissertações relevantes, das quais 16 estavam acessíveis e 10 foram efetivamente analisadas (5 não apresentavam relação com a temática). A análise deu-se a partir da leitura flutuante do título, resumo e metodologia das produções identificadas. Procedeu-se com a leitura parcial dos demais tópicos de modo a confirmar sua pertinência ao PRP. A partir das análises dos trabalhos examinados, constatou-se que há uma crescente dos trabalhos envolvendo o PRP, principalmente no que se refere a sua contribuição na formação profissional.</p> 2023-11-14T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/13386 Educação Matemática: reflexões sobre algumas temáticas emergentes ou constantes no campo de pesquisa 2023-11-18T11:41:09-03:00 José Cassiano Teixeira Santos cassiano.2764@gmail.com <p>Este relato se propõe a compartilhar algumas das discussões realizadas durante as aulas da disciplina Fundamentos e Tendências da Pesquisa em Educação Matemática no primeiro semestre de 2023. A disciplina foi cursada como estudante de doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Formação de Professores (PPGECFP) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus Jequié. A partir das experiências vivenciadas durante as aulas, realizei diversas reflexões sobre algumas temáticas emergentes ou constantes do campo da Educação Matemática, são elas: O ensino de matemática; Desenvolvimento histórico e importância da pesquisa em Educação Matemática e suas implicações para o ensino da Matemática; Insubordinação Criativa; Psicologia da Educação Matemática; Equidade e Educação Matemática. Assim como aprendi e me desenvolvi enquanto professor da educação básica e pesquisador em formação da Educação Matemática, espero que este texto sirva de motivação para que leitores conheçam novas referências e possam ampliar suas percepções sobre processos de mediação de construções de conhecimentos matemáticos nas diversas etapas e modalidades de ensino.</p> 2023-12-07T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/13563 Memorial acadêmico e narrativo do fazer docente de uma professora de história da rede pública 2023-10-09T17:32:35-03:00 Renata Lewandowski Montagnoli renata.lemon@hotmail.com Joana Maria Pedro joanamaria.pedro@gmail.com <p>Através de uma pesquisa narrativa (Galvão, 2005), chegamos a essa escrita, uma narrativa de si, que detalha a experiência escolar, a trajetória de vida e o percurso do ofício de ensinar de uma professora de História. Esta escrita tem por objetivo demonstrar que a escrita autobiográfica pode ser um objeto de análise sobre a construção do fazer docente. As leituras sobre as narrativas de si têm como base Bolsanello (2017), Passeggi (2011), Arfuch (2010), além das leituras sobre educação e o saber docente baseadas em Freire (1989, 1996) e Gatti <em>et al.</em> (2019), que ajudaram neste processo de pensar o percurso docente e as histórias que preenchem esta trajetória. A narrativa autobiográfica docente (escrita de si ou memorial acadêmico) possibilita observar como se constitui o fazer docente e quais as características, especificidades e dilemas perpassam a trajetória de vida da pessoa, sendo, portanto, um elemento muito rico de análise para o campo da formação docente.</p> 2023-12-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12382 Publicação continuada: mais rapidez no processo de divulgação do conhecimento científico 2023-04-05T17:37:05-03:00 Daisi Teresinha Chapani dt.chapani@gmail.com <p>A divulgação do conhecimento científico por meio de publicações periódicas remonta ao século XVII. Desde então, essa forma de comunicação tem passado por transformações em virtude das alterações nas práticas científicas e do desenvolvimento tecnológico.&nbsp;Contudo, desde sua criação, os periódicos científicos apresentam como uma de suas mais marcantes características a celeridade na divulgação do conhecimento. Esse foi um fator importante para o sucesso dos periódicos como meio de comunicação científica.&nbsp;Assim, tendo em vistas as facilidades oferecidas pelo sistema de editoração de revistas, a RID passa, a partir deste ano, a publicar os artigos de forma contínua. Isso significa que eles serão publicados tão logo se concluam os processos de avaliação, revisão e editoração, sem necessidade de se aguardar o fechamento do número.</p> 2023-04-05T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/12896 Apresentação: Formar docentes em uma cultura de paz, sustentabilidade, solidariedade e justiça social 2023-06-26T11:27:46-03:00 Silvana do Nascimento Silva silvananascimento@uesb.edu.br María Alcantud-Diaz maria.alcantud@uv.es José Beltrán-Llavador Jose.Beltran@uv.es <p>O tema deste dossiê baseia-se na importância de responder à pergunta: Qual é o papel da educação na reconstrução de sociedades cada vez mais democráticas em termos de paz, sustentabilidade, solidariedade e justiça social?&nbsp;Nessa perspectiva, a Revista Iniciação à Docência (RID) apresenta o Dossiê temático “Formar docentes em uma cultura de paz, sustentabilidade, solidariedade e justiça social.” Com o objetivo de publicizar e divulgar artigos e ensaios teóricos que possam provocar a reflexão sobre a temática em questão, principalmente no que tange à formação docente na sociedade atual.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11766 Formar Docentes para a Paz, Sustentabilidade e Justiça Social: Olhares a partir do Educador Matemático Ubiratan D’Ambrosio 2023-02-23T11:23:21-03:00 Carlos Alex Alves carlos.alex@unesp.br Tiêgo dos Santos Freitas tyego-santos@hotmail.com Adriano Alves da Silveira adriano.exatas@hotmail.com Jair Dias de Abreu jairedmat@gmail.com <p>Este artigo objetiva discutir a formação docente para a Paz, Sustentabilidade e Justiça Social à luz da produção científica do Educador Ubiratan D’Ambrosio, buscando respostas para o seguinte problema de pesquisa: como a produção científica do Educador Matemático Ubiratan D’Ambrosio contribui para formar docentes em prol de uma educação planetária mais justa e solidária? Os pressupostos metodológicos vinculam-se à pesquisa descritiva bibliográfica numa abordagem qualitativa, sendo nosso <em>corpus </em>investigativo composto por 10 artigos científicos de Ubiratan, validados em pesquisa realizada junto à base de dados <em>Google </em>Acadêmico. Esses artigos foram analisados sob três categorias: (i) Formar Docentes para a Paz; (ii) Formar Docentes para a Sustentabilidade; e (iii) Formar Docentes para a Justiça Social. Os principais resultados revelaram que a formação docente pode ser orientada e fundamentada numa cultura de Paz Total (Paz Interior, Paz Social, Paz Ambiental, Paz Militar), na integração do conhecimento a partir da transdisciplinaridade como premissa chave para promover a educação planetária e a Sustentabilidade e na atuação responsável e lúcida desses profissionais visando potencializar seus estudantes para desempenharem papel ativo e crítico na sociedade, combatendo injustiças sociais e compreendendo como suas ações podem garantir a Paz e a dignidade humana.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11729 A pedagogia crítica de Paulo Freire na constituição da identidade profissional de uma formadora de professores de Física em uma cultura de paz, solidariedade e transformação social 2022-12-14T10:54:51-03:00 Lisbeth Lorena Alvarado Guzman lisbeth.alvarado@unesp.br Jéssica Reis Belíssimo jessica.belissimo@unesp.br Roberto Nardi r.nardi@unesp.br <p>No Brasil há um número importante de investigações que visam compreender as práticas, os discursos e as concepções dos formadores de professores. Isso é necessário, pois elas têm um papel fundamental na formação inicial e continuada, bem como na promoção de políticas, modelos e programas para professores. Sendo assim, este artigo tem como objetivo analisar o papel da pedagogia crítica de Paulo Freire na constituição da identidade de uma futura formadora de professores de Física em uma cultura de paz, solidariedade, transformação e justiça social a partir do diálogo entre “amigas críticas”, ressignificando o termo na perspectiva dialógico-problematizadora freiriana. A constituição da pesquisa se deu por meio da realização de uma entrevista. Os aportes teóricos e metodológicos que sustentaram o desenvolvimento da pesquisa foram a Análise de Discurso Pecheutiana e os referenciais da área de formação de professores. A partir da análise de dados, foi possível compreender que a formação da futura formadora se inscreve na esperança e no amor, como escuta atenta e luta pela transformação social. Ademais, concluímos que os amigos críticos se constituem na escuta e solidariedade, pois o formador, segundo Freire (2020), precisa aprender a ouvir, estimular a fala e administrar o silêncio.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11731 Orientador escolar: desafios e resoluções de resolver conflitos no ambiente escolar 2023-04-08T13:22:29-03:00 Vinicius da Silva Freitas viniciuscarvalho34@hotmail.com Leandro Pedrazzi Leal leandropedrazzileal@gmail.com <p>O presente cerne a respeito do papel do Orientador Educacional mediante ao âmbito escolar, o verdadeiro papel do Orientador sua história, a ética profissional e seu papel, em suma, mostrará um pouco do trabalho que se desenvolvido com clareza e seriedade terá um resultado satisfatório no fim do ano. Para a realização deste, optou-se por uma revisão bibliográfica com foco no tema. O mesmo se justifica diante da realidade e a necessidade de se ter um orientador educacional nas escolas, onde o mesmo exerce várias funções importantes. Esse estabelece o objetivo de divulgar a importância do papel do Orientador Educacional dentro da escola, oportunizando que todos sejam beneficiados com um trabalho de extrema necessidade nos dias atuais. O trabalho de um orientador educacional reveste-se de grande importância, complexidade e responsabilidade e, para que seja realizado a contento, exige-se muito desse profissional, não só em termos de formação, de atualização constante e de características de personalidade, como também de comportamento ético.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11675 Educação para a Cultura de Paz e Formação de Professores 2023-05-04T18:00:51-03:00 Sheyla Maria Fontenele Macedo sheylafontenele@uern.br Karen Ingred Nogueira Magalhães karenmagalhaes@alu.uern.br José Mário de Souza mariosouza@uern.br <p>O presente artigo objetiva compreender algumas das bases epistemológicas para o incremento de uma educação para a cultura de paz e as possibilidades de uma formação docente humanista que aponte para essa rota. A metodologia adotada neste trabalho é de natureza qualitativa, de base fenomenológica, fundada no método interpretativo. É ainda, uma investigação da ordem descritiva e de revisão bibliográfica, em que tomamos Morin (2000, 20003) e Pecotche (2014, 2015, 2017, 2018, 2019) como marcos referenciais primários. A educação humanista voltada para a temática da cultura de paz, ainda precisa ser compreendida, divulgada e praticada. Constatamos que para atingir esse desiderato, é preciso revisitar os alicerces da formação docente, razão pela qual elencamos oito pontos necessários à <em>práxis</em>. O artigo visa promover uma reflexão sobre o compromisso ético de se desvincular individualmente das práticas sociais da contracultura de paz, o que nos leva a repensar os modelos educacionais atualmente utilizados na formação de professores.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11526 Desenvolver e medir a competência global nos professores: Uma revisão sistemática 2022-11-03T14:53:48-03:00 María Sanz-Leal msleal@ubu.es Martha Lucía Orozco Gómez mlorozco@ubu.es Ángel Llorente Villasante alvillasante@ubu.es <p>A competência global ganhou destaque a partir de sua inclusão no PISA (Programme for International Student Assessment) 2018 e é o resultado de diferentes modelos de educação global que permitirá aos estudantes enfrentar os desafios da globalização. Para isso, é necessária uma formação do professorado nesta competência e em seu ensino. Este estudo procura saber: a) o que entendemos por docentes globalmente competentes? b) como podemos melhorar esta competência? e c) como podemos avaliá-la? Através de uma revisão sistemática, 35 estudos foram compilados das bases de dados Scopus, Eric, e Web of Science. A análise mostra que a competência pedagógica global envolve dois aspectos: a competência pessoal e a competência pedagógica. Por sua vez, fornece vários programas de formação docente e diferentes metodologias e instrumentos para a sua avaliação, mas nenhum deles em espanhol. Oferecer experiências múltiplas e cumulativas em programas de formação de professores melhora a competência global do professorado, a reflexão crítica é essencial, e as parcerias com organizações comunitárias locais e internacionais são uma forma de contornar as limitações das experiências no estrangeiro.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11498 O não-lugar de mulheres-mães na educação: ingresso à docência e a permanência no ensino superior 2022-10-31T15:51:26-03:00 Audrei Rodrigo da Conceição Pizolati audreipizolati@gmail.com <p class="ABNT-Resumo-abstract" style="text-indent: -.1pt;">Este artigo analisa o não-lugar de mulheres-mães no campo da educação. Para tanto, recorre-se teórico e metodologicamente aos Estudos das Políticas Educacionais, Estudos de Gênero pós-estruturalistas e Estudos foucaultianos. Em um primeiro momento é realizado um recuo histórico no intuito de investigar o não-lugar de mulheres-mães na docência, cujas investigações se dão no âmbito da I Conferência Nacional de Educação (1927). Após, debate-se sobre o não-lugar dessas mulheres-mães no Ensino Superior e o direito a Educação que lhe és garantido por lei, mas não efetivado. Diante disso, conclui-se que o avanço nas políticas educacionais permitiu o acesso ao ensino para distintas classes sociais, entretanto essas “minorias” ainda carecem de políticas que possibilitem a permanência e o êxito em seu processo formativo, o que acomete todos os níveis da educação – básica, profissionalizante e superior.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11763 A descolonização do pensamento como caminho para uma formação de professores de ciências comprometida com a justiça social 2023-03-16T18:28:39-03:00 Iago Vilaça de Carvalho iago.v.c@ufrj.br Fernanda Antunes Gomes da Costa antunesnanda@macae.ufrj.br <p>Este ensaio teórico tem como objetivo (re)pensar a formação de professores de ciências à luz de marcos epistemológicos alinhados com a descolonização do pensamento, como forma de pleitear um modelo outro de ciência. Para isto, realizamos um diálogo entre as contribuições teóricas de Silvia Cusicanqui e Paulo Freire, a partir de duas de suas obras, a <em>Sociologia de la Imagen</em> (2015) e a <em>Educação como prática da liberdade</em> (1967). Reconhecendo que esses autores discutem perspectivas epistêmicas engajadas com a práxis e com a realidade de seus países, consideramos que a interlocução entre ambos possa se configurar como uma perspectiva conceitual capaz de contemplar a Educação das Relações Étnico-Raciais tanto na pesquisa quanto na prática docente no ensino de ciências. Desse modo, defendemos a composição de um referencial teórico que esteja comprometido com a justiça social, sobretudo na educação científica, considerando os desafios e as potencialidades presentes no contexto étnico-racial brasileiro e latino-americano.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11722 Desafios e possibilidades para a Educação em Ciências em tempos de crise civilizatória: repensando os atuais caminhos 2023-02-23T11:27:52-03:00 Rodrigo da Luz rodrigo.silva@uesb.edu.br Uilian dos Santos Santana uilian.santana@ufba.br Rutiléa Mendes de Morais rutidiscipula@gmail.com <p>Neste ensaio objetivamos discutir os principais desafios e possibilidades para o ensino de ciências relacionados à dimensão científico-tecnológica numa perspectiva crítica que contribua com a construção de uma sociedade justa, solidária e sustentável. Desse modo, evidenciamos desafios que se interpõem entre as práticas de ensino de ciências oriundas de métodos puramente habituais e uma verdadeira práxis pedagógica que possa contribuir para a transformação crítica da realidade. Nessa perspectiva, destacamos alguns caminhos incorporados em cinco novas demandas interdependentes que marcam de maneira singular o momento em que vivemos, quais sejam: a) problematização de ideologias e visões limitadas da própria ciência em sua relação com a realidade; b) superação do cientificismo e da perspectiva anticientífica; c) enfrentamento das dimensões capitalistas, patriarcais e colonialistas na própria construção e desenvolvimento da ciência e tecnologia; d) constituição de tessituras e relações dialógicas entre saberes/fazeres críticos que compartilham de premissas semelhantes voltadas à superação dos dilemas e contradições sociais que vivenciamos, e e) incorporação de uma dimensão ética no ensino de ciências. Sinalizamos, portanto, novos horizontes no contexto de uma Educação em Ciências que seja capaz de colaborar para o necessário enfrentamento da crise civilizatória que vivenciamos.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11732 Educação em direitos humanos na formação docente para os anos iniciais: Ciência e arte no estudo da cultura alimentar 2023-02-23T12:43:46-03:00 Wilton Rabelo Pessoa wiltonrpessoa@gmail.com Ramiely Yasmine Rosa Pereira ramiely.pereira@icen.ufpa.br <p>Neste trabalho, relatamos e discutimos uma experiência de formação inicial docente para os Anos Iniciais e Educação de Jovens e Adultos (EJA), voltada para a Educação em Direitos Humanos (EDH), a partir da relação entre Ciência e Arte, no trabalho com a cultura alimentar como tema de estudos. Para isso, assumimos a perspectiva de EDH para a transformação social e, em termos pedagógicos, a proposta CTS-ARTE e a interdisciplinaridade para repensar o currículo escolar. A prática de formação inicial contemplou o planejamento de atividades de ensino pelos licenciandos para desenvolvimento com estudantes dos Anos Iniciais e da EJA. Em termos pedagógicos, as propostas de EDH na escola contemplaram a abordagem de temas sociais com relações interdisciplinares entre Ciência e Arte. O estudo da cultura alimentar, no contexto da EDH, possibilitou dar visibilidade a pessoas envolvidas em práticas históricas e culturais relacionadas à alimentação. Concluímos que a inserção da EDH, a partir do diálogo Ciência e Arte, contribuiu tanto para a inserção de temas sobre alimentação e o empoderamento de pessoas e comunidades tradicionais, quanto para uma relação mais próxima dos licenciandos com o conteúdo de Ciências nos Anos Iniciais e na EJA.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11753 Alfabetização midiática informacional aliada ao artivismo em busca de um fazer docente pautado na criticidade e na cultura da paz 2023-03-20T11:03:45-03:00 Ângela Aparecida de Almeida ANGIELIS@GMAIL.COM <p>Este ensaio teórico em forma de artigo propõe uma reflexão sobre o potencial da alfabetização midiática informacional aliada a práticas de artivismo, em busca da formação de cidadãos com senso crítico, autônomo e reflexivo no exercício da liberdade, paz e cidadania. Por meio de pesquisa bibliográfica sobre alfabetização midiática informacional, artivismo, cultura da paz e educação, propõe-se a compilação de parâmetros teóricos e metodológicos que possam auxiliar a composição de práticas pedagógicas que possibilitem a constituição de uma identidade cidadã, participativa e não violenta, que consigam ser explorados em projetos e pesquisas envolvendo alfabetização midiática informacional e artivismo, tanto na educação formal como informal.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/11728 O Pibid e suas contribuições para o ensino de língua inglesa: aplicação de atividades lúdicas associadas à cultura de paz, solidariedade e justiça social 2023-03-23T23:18:21-03:00 Lívia de Sousa Lima Ramos livia.ramos@ufv.br Stefany dos Reis Oliveira stefany.oliveira@ufv.br Gabriela da Silva Pires gabriela.pires@ufv.br <p>O presente artigo visa mostrar a relevância do Pibid, Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à docência, na formação de professores, bem como o papel da educação na construção de uma sociedade mais justa e solidária. Trata-se de um relato de experiência sobre duas oficinas com atividades lúdicas desenvolvidas por bolsistas do Pibid, em uma escola pública de Viçosa, Minas Gerais. Os aportes teóricos utilizados para embasar as discussões relacionadas ao ensino da Língua Inglesa, ao papel da escola na sociedade e à importância das metodologias lúdicas foram Baladeli (2016), Barcelos (2011), Davis et al (2013), Dupret (2002), Estêvão (2016), Garcia (2018), Marzari (2020), Miccoli (2016), Rocha (2015), Santos (2019) e Tavares e Barreiro (2017). Por meio deste relato, foram apresentadas reflexões sobre a necessidade do docente saber moldar suas didáticas para promover uma educação crítica que caminhe rumo à justiça social. Além disso, foram compartilhadas experiências que mostram que o uso da ludicidade em aulas de inglês pode alcançar um ensino muito mais efetivo, visto que isso se distancia do ensino tradicional, o qual é considerado como maçante e desestimulante por muitos estudantes.</p> 2023-06-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2023 Revista de Iniciação à Docência