Aspectos epidemiológicos dos dependentes de substâncias psicoativas ilícitas internados em instituição psiquiátrica de Criciúma-SC

Autores

  • Zunei Votri Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Palavras-chave:

drogas ilícitas, saúde mental, transtornos relacionados ao uso de opióides

Resumo

A pesquisa trata de um estudo documental descritivo de abordagem quantitativa, desenvolvida em outubro de 2008 no Hospital Psiquiátrico do município de Criciúma-SC, com o objetivo de identificar os aspectos epidemiológicos dos dependentes de substâncias psicoativas ilícitas. Os objetivos específicos do estudo foram: identificar dependentes de substâncias psicoativas ilícitas internados, através de prontuários da instituição; averiguar o número de reinternações psiquiátricas na população estudada; identificar os tipos de substâncias psicoativas ilícitas mais comuns, identificar aspectos epidemiológicos dos dependentes de substâncias psicoativas a partir de variáveis dependentes: sexo, idade, faixa etária, nível de instrução, etnia, estado civil e procedência; e variáveis independentes: tipo de substância usada, tempo de uso, número de internações e patologias clínicas associadas. Foram averiguados 193 prontuários, sendo que 13 foram identificados com diagnóstico de substâncias psicoativas ilícitas no período da coleta de dados, tendo a prevalência do sexo masculino (9), da etnia branca (11), a maioria solteiros (7), com um faixa etária jovem, em média 35 anos. A maioria internou involuntariamente (8) e o número de reinternações foi equivalente a 50% e outros 50% tendo sua primeira internação. Quanto aos tipos de substâncias psicoativas ilícitas mais utilizadas, as mais citadas foram maconha (20%), crack (17%) e cocaína (17%). Quase a metade da amostra possui doenças clínicas associadas, como cardiopatia, diabetes, hepatite C, hipertensão arterial e HIV (Vírus da Imunodeficência Humana). A partir destes resultados vê-se a importância de esclarecimento e organização de programas preventivos em relação ao uso e abuso de drogas num contexto geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-02-02

Como Citar

Votri, Z. (2010). Aspectos epidemiológicos dos dependentes de substâncias psicoativas ilícitas internados em instituição psiquiátrica de Criciúma-SC. Revista Saúde.Com, 5(2), 83-89. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/150

Edição

Seção

Artigos originais