Perspectiva emancipadora para a formação profissional do cidadão na enfermagem

Autores

  • Rita Cassia Cordeiro de Oliveira Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Palavras-chave:

Educação Superior, Currículo, Enfermagem

Resumo

A escola é um espaço privilegiado onde as pessoas podem experimentar o processo educativo e a construção do Projeto Político Pedagógico do seu curso. O presente estudo tem o objetivo de descrever o Projeto Político Pedagógico, de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais, na perspectiva emancipadora, para a formação profissional do enfermeiro. A pesquisa foi realizada, através de consulta ao acervo bibliográfico da Biblioteca da Universidade Federal da Paraíba, pesquisa virtual pela internet e acervo pessoal dos pesquisadores. O estudo foi desenvolvido, através das seguintes etapas: seleção do material; leitura, análise e discussão da literatura; elaboração do trabalho dissertativo; e análise conclusiva com apresentação dos resultados. Verificou-se que o projeto político pedagógico do curso de enfermagem da UFPB não teve significativo envolvimento das partes interessadas, o corpo docente e discente. Entende-se que tal processo deve ser inclusivo e democrático, reflexivo, ter unicidade entre teoria e prática e adotar um currículo integrado baseado na concepção crítico social respaldado numa pedagogia problematizadora, valorizando processos importantes para a formação do aluno. Portanto, este estudo pode servir de subsídios aos diversos atores do segmento universitário na área da educação profissional em saúde, que possam refletir sobre sua prática ou incitá-los na realização de pesquisas sobre o projeto político pedagógico emancipador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-03-16

Como Citar

Cordeiro de Oliveira, R. C. (2012). Perspectiva emancipadora para a formação profissional do cidadão na enfermagem. Revista Saúde.Com, 8(1), 72-80. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/213

Edição

Seção

Artigos de revisão