Agregado de trióxido mineral – uma revisão da sua composição, mecanismo de ação e indicações clínicas

Autores

  • Denis Damião Costa Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Palavras-chave:

Materiais Restauradores do Canal Radicular, Cimentos Dentários, Materiais Biocompatíveis

Resumo

O agregado trióxido mineral (MTA) é um material usado na odontologia, de fácil manipulação e com apreciáveis características físicas, químicas e biológicas. Sua atuação principal é na indução da dentinogênese, cementogênese e osteogênese. Possui vantagens em relação a outros materiais, pois promove selamento marginal próximo ao ideal, possui compatibilidade biológica, não induzindo efeitos lesivos ao organismo, é desprovido de potencial mutagênico e de citotoxidade. Por conta de suas propriedades, o agregado pode ser aplicado com êxito em diversas situações clínicas, como perfurações e reabsorções radiculares, pulpotomia, capeamento pulpar direto e cirurgia para-endodôntica. Estudos confirmam as suas funcionalidades e indicam atuação promissora deste material, porém ainda é prematuro considerá-lo ideal. O objetivo do presente estudo é realizar uma revisão de literatura a respeito da composição deste material, seu mecanismo de ação e suas aplicabilidades clínicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-07-19

Como Citar

Costa, D. D. (2012). Agregado de trióxido mineral – uma revisão da sua composição, mecanismo de ação e indicações clínicas. Revista Saúde.Com, 8(2), 31-41. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/221

Edição

Seção

Artigos de revisão